Resenha - Eu Sou o Mensageiro

Eu sou o Mensageiro






Autor: Markus Zusak


Editora: Intrínseca


Literatura Estrangeira




Sinopse:


Venha conhecer Ed Kennedy. Dezenove anos. Um perdedor. Seu emprego: taxista. Sua filiação: um pai morto pela birita e uma mãe amarga, ranzinza. Sua companhia constante: um cachorro fedorento e um punhado de amigos fracassados. Sua missão: algo de muito importante, com o potencial de mudar algumas vidas. Por quê? Determinado por quem? Isso nem ele sabe. Markus Zusak, autor do best-seller A Menina que Roubava Livros, nos fornece essas respostas bem aos poucos neste incomum romance de suspense, escrito antes do seu maior sucesso. O que se sabe é que Ed, um dia, teve a coragem de impedir um assalto a banco. E que, um pouco depois disso, começou a receber cartas anônimas. O conteúdo: invariavelmente, uma carta de baralho, um ou mais endereços e... só. Fazer o que nesses lugares? Procurar quem? Isso ele só saberá se for. Se tentar descobrir. E, com o misto de destemor e resignação dos mais clássicos anti-heróis, daqueles que sabem não ter mesmo nada a perder nesse mundo, é o que ele faz.

Ed conhecerá novas pessoas nessa jornada. Conhecerá melhor algumas pessoas nem tão novas assim. Mas, acima de tudo, a sua missão é de autoconhecimento. Ao final dela, ele entenderá melhor seu potencial no mundo e em que consiste ser um mensageiro.


Resenha:



Um dia eu estava passeando de bobeira na FNAC quando vi a capa deste livro. Me chamou a atenção logo à primeira vista, e resolvi levá-lo para casa. A leitura fácil e o humor inteligente do livro logo me prenderam. Eu li compulsivamente até chegar ao fim. É aquele tipo de livro que você não quer largar. Ele conta sobre a vida de Ed Kennedy, um jovem de 19 anos, taxista. Ele vive com seu cão, Porteiro (você também acaba se apaixonando pelo cachorro). Em um dia comum, ou não tanto assim, Ed se depara com um assalto à um banco. A partir dali passa a receber cartas anônimas, com endereços. O que será que acontecerá dali para frente? Por que ele recebe tais cartas? Por que ele? Junto de seus amigos ele tenta entender tudo o que vem acontecendo em sua vida. O livro tem um final surpreendente. E quando sua leitura acabar, provavelmente você pensará, "Nossa... Poderia ter mais algumas páginas!"
Thaís.

Espero que tenham gostado! Eu fiquei doidinha pra conferir o livro!
E quero agradecer a Thaís, por sua resenha que ficou ótima!






3 comentários:

  1. Amo esse livro!
    Li há uns dois anos e também li muito rápido, pois não dá vontade de parar.
    É um dos meus preferidos, tanto que quero até ler de novo!

    Bjos. ^^
    http://pensamentos-em-in-stantes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. "Um dia eu estava passeando de bobeira na FNAC quando vi a capa deste livro. Me chamou a atenção logo à primeira vista, e resolvi levá-lo para casa."
    Estava pesquisando sobre o livro e achei sua resenha. Pra mim também foi a mesma coisa, de cara a capa me chamou a atenção e resolvi comprar. Espero que seja ótimo mesmo!!

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!