Amante Desperto - (LOVER AWAKENED) - Universo dos Livros


Coleção: IRMANDADE DA ADAGA NEGRA
Autor: WARD, J. R.
Editora: UNIVERSO DOS LIVROS
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA - TERROR E SOBRENATURAL
ISBN: 8579301173
ISBN-13: 9788579301179
Idioma: Livro em português
Encadernação: Brochura
Dimensão: 23 x 15,7 cm
Peso: 0,670 kg
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2010
Número de páginas: 464

Sinopse: 

Zsadist é o membro mais assustador da Irmandade da Adaga Negra. Tendo sido por muito tempo um escravo de sangue, Zsadist ainda carrega as cicatrizes de um passado repleto de sofrimento e humilhação. A raiva é sua única companheira e o terror sua única paixão. Até que resgata uma bela vampira das garras da maligna Sociedade Redutora. Bella sente-se imediatamente enfeitiçada pela ardente força que emana de Zsadist. Entretanto, mesmo quando o desejo de ambos começa a consumi-los, a sede de vingança de Zsadist contra os torturadores de Bella o leva à beira da loucura. Agora, Bella deve ajudar seu amante a superar as feridas de seu atormentado passado e vislumbrar um futuro ao lado dela.

Resenha - Por: Lucy Vargas (Alquimia dos Romances)

Zsadist, The Best!

A gente já começa o livro do Z no meio da ação e aflição, porque quem leu o livro do Rhage (e acho bom vocês terem lido, hein!), sabe muito bem que os redutores pegaram a Bella. 

Bem, o Zsadist, coitado, ta naquela né... Suícida mortal a solta pronto pra quebrar tudo se não devolverem minha fêmea! Vamos quebrar tudo!
Mas sem minhas sacanagens costumeiras, eu amo esse livro. Meu preferido da Irmandade até agora e já li até o 6°. Quando começa o livro, já é no meio da ação, você já está imersa no desespero pungente do Z. E cara, com ele é tudo intenso demais, forte, profundo, doloroso, você sente a dor pulsante na carne. Ele é sinistro. Você só consegue imaginar, como esse cara ainda se mantém. Ele é sado mesmo. Dor, no sentido que for, é válvula de escape para ele.

Quanto a Bella e o que ela passa com o Sr. O... Já falei como odeio os redutores né? Mas eu adoro a Bella. Ela é carismática. É forte e sutil e pelo que passou, alterna entre momentos compreensivos de tristeza, insegurança e medo. Mesmo assim ainda consegue determinação para encarar o Zsadist e toda a questão de querer ficar ao lado dele e de como isso é uma "parada difícil". Antes do livro dele sabíamos que ele tinha um problema sério, mas agora o compreendemos e era preciso uma boa personagem para completá–lo. Felizmente, dessa vez a J.R Ward não me decepcionou mesmo. 

É nesse 3° livro da saga que começam aqueles momentos longos de volta ao passado que vocês ainda verão muito ao longo da série. E os momentos do passado do Z que retornam as lembranças dele e também os de seu irmão gêmeo, Phury, são pra acabar com tudo. Você pensa, caramba e o cara é assim, meio óbvio, né?! E acaba conhecendo bem quem o Phury realmente até porque nos livros anteriores não deu muito tempo de desvendá-lo. Aí percebemos como ele é altruísta e antes do livro dele você já ta sacando como ele sofre calado há séculos. Ele é considerado o mediador da Irmandade, mas a que preço pra ele? O cara está a caminha da autodestruição.

Senti pena do Z pela forma como ele se achava indigno, ele obviamente não superou, se considerava sujo e por mais que seus instintos lutassem contra, ele se achava tão impuro pelo seu passado que não podia aceitar nada da Bella. Mas quem eu morri de pena também, de ficar com dor no coração foi do Phury. No livro do Rhage vocês já devem ter visto que ele também ficou interessado pela Bella, mas não foi só “interessado”. Machucou ver a forma como ele se sentia, como sabia que não era ele o escolhido, como aceitaria qualquer pedacinho do amor que ela estava tentando dar ao Z. E por que não ele? Porque ele também não merecia? A autora nos faz pensar nisso, fiquei tão tocada pelos sentimentos do Phury que se afunda mais e mais até o livro dele (que é o 6°). Aí vocês vão ter que continuar lendo a série para descobrir o que rola.

Em certo momento do livro você pode até achar que está sendo enrolada, que nos outros foi mais rápido e tudo mais. Só que não, na verdade está sendo conduzida anão resolução da relação, mas ao início dela. Porque Bella e Z têm a relação mais complicada de todas. Z tem uma carga muito grande e ela tem coragem para encará-lo. E não dava para ser rápido, não dava para mutilar todos aqueles sentimentos, traumas e momentos delicados. Eu gostei muito de cada vez que não pôde ser, cada hesitação, cada parada para por para fora porque era tão difícil confiar e descobrir o amor, especialmente para ele. 

Ao mesmo tempo, rolava toda a trama dos redutores por trás, finalmente começo a achar que a parte dos inimigos da Irmandade está ficando interessante, porque agora sim causa revolta e apareceu um vilão digno. Eu cheguei a dizer nas resenhas dos livros anteriores que queria até pular umas partes. Mas agora aquela bagunça toda de Sr. O com Sr. X e Sr. U e Sr. M... O problema fica só em não confundir os Srs. Redutores todos.

E nós também continuamos acompanhando o desenvolvimento do John e já vamos nos apegando a ele desde cedo, assim como já começamos a sacar do drama do Butch, que é o humano na Irmandade e o principal do próximo livro.
O pessoal que leu a resenha do livro anterior comentou comigo como super reclamei da Mary. Mas gosto muito da Bella, em todos os aspectos, em seus erros, acertos, impulsos e hesitações ao lado do Z. Formaram meu casal preferido.

Sem contar que o livro é muito erótico, apesar do passado de Z e de todo o conteúdo pesado que isso gera nas partes que voltam ao passado e na nossa mente, a autora balanceou muito bem com o momento atual. A forma como a relação íntima de Zsadist e Bella vai se desenrolando é muito sensual, tipo HOT mesmo, ótima de ler, não da pra parar e você torcendo pra ele finalmente se liberar. É algo sexy e bonito. 

E vamos falar sério agora minha gente (ou seja, naaada sério) que vampiro é esse? Como assim poderia passar hoooooras lá só no trabalho lingual? Eu sabia que guerreiros da Irmandade vinham com váaaaarios bônus, mas língua superdotada, olha.... J.R Ward, minha filha... Você está demais, hein. Z é tipo... especialista na parada! Poxa Bella, não rola o completão, mas rola o estilo picolé no inverno, não derrete por nada! Haja lambida! Ai meu deus, se eu ficar mais explicita além de Elimar me dar uma surra... Isso é um blog de família! Hahahahaha 

Tentei ser mais curtinha nessa resenha, o que é um pecado, porque o livro do Z é lindo, intenso e tocante em todos os aspectos. Mas ainda tenho que fazer um jabazinho básico! 

Olha aí o próximo livro que a Universo dos Livros vai lançar da série! Agora a editora está ótima, sem atrasos e sem cortar epílogos, né? Estão publicando na data prometida e foi única editora que atendeu os apelos dos fãs para lançar a Irmandade aqui no Brasil! Olha aí que lindo, o livro do Phury chegando! Valeu!

Minha opinião:

Zsadist, é um dos melhores livros que li, depois do Rhage claro...kkkkk
Mas, falando sério... Ele apesar de ter sofrido vários dissabores, e tantas coisas ruins, consegue aos poucos se entregar e começar a mudar por amor a Bella. Isso é o que faz o livro ser tão cativante e envolvente, daqueles que quando se começa a ler não dá mais vontade de parar...
mesmo sendo tão difícil para ele se deixar tocar, demonstrar o que sente, ele luta e se esforça para mudar isto, por Bella, que a meu ver é a grande heroína deste livro, já que com seu amor, perseverança e força, consegue ir aos poucos penetrando no coração deste grande guerreiro.
É o mais temido e violento entre os irmãos, mas se transforma num menino ao estar com Bella.
Lindo demais este livro, vale muito a pena ler e viajar neste universo criado pela autora.


Para saber um pouco mais da autora visite J.R. ward

Abaixo uma fotinha de como acho que seja o Zsadist.



Segue o melhor vídeo feito na minha opinião sobre eles dois...
Vídeo feito por (Lunarodful)


2 comentários:

  1. amoo os irmãos *_* e pra mim esse é o melhor da série! IAN com certeza minha série preferida! E o Z... ah, o Z! Sem comentários DIUASHIDH

    Ótima resenha!

    Beijinhos
    Marcella Jordanna - Letras de Chá
    http://letrasdecha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Marcela, obrigado pela visita, e volte sempre.
    Realmente a Lucy arrebenta nas resenhas e por isso peguei emprestadas, com a autorização dela claro kkkkkkkk
    Ah, o meu preferido(todos), mas não querendo ser gulosa... Pra mim o que mais me cativou foi o Rhage.
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!