FLIP 2012 - Festa Literária de Paraty

Boa noite meus leitores!
Espero que seu final de semana tenha sido maravilhoso!

Hoje quero falar com vocês sobre a Flip - Festa Literária de Paraty!

Crédito da Imagem: Rádio Wish
A Flip é realizada pela Associação Casa Azul, uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) criada com o objetivo de contribuir para a resolução dos problemas de infraestrutura urbana de Paraty. 

Além de promover a literatura, potencializa transformações na cidade nas áreas de preservação do patrimônio, educação e infraestrutura urbana e constitui um veículo poderoso de mudanças profundas no modo pelo qual a população faz uso dos espaços públicos. 

Um projeto bem legal, e que eu não poderia deixar de postar aqui no blog, para que vocês ficassem conhecendo.

Com a presença de autores mundialmente respeitados, como Julian Barnes, Don DeLillo, Eric Hobsbawm e Hanif Kureishi, a primeira Festa Literária Internacional de Paraty, realizada em 2003, inseriu o Brasil no circuito dos festivais internacionais de literatura. 

Crédito da Imagem: Misti Chill
Ao longo de suas edições seguintes, a Flip ficou conhecida como um dos principais festivais literários do mundo, caracterizada não só pela qualidade dos autores convidados, mas também pelo entusiasmo do público e pela hospitalidade da cidade. 

Este ano, figuras ilustres como o escritor inglês Ian McEwan e o americano Jonathan Franzen estão entre os destaques internacionais.

Nos cinco dias de festa, a Flip realiza cerca de 200 eventos, que incluem debates, shows, exposições, oficinas, exibições de filmes e apresentações de escolas, entre outros, distribuídos em Flip:


Crédito da Imagem: Revista Pais & Filhos
Todos os anos um autor brasileiro é homenageado. O poeta Carlos Drummond de Andrade, que completaria 110 anos este ano, foi o escolhido para as homenagens da edição ano 10 da feira.

Infelizmente os ingressos para as mesas com os autores já estão esgotados, mas não se deixe desencorajar por isto, pois quem está pensando em dar um pulo por lá, não irá se arrepender.

Além de acontecer numa cidade linda e histórica como Paraty, a programação toda do evento é bastante rica. E todas as mesas principais são transmitidas num telão externo com capacidade para até 1.400 pessoas. A ideia é que ninguém fique de fora.

Crédito da Imagem: Federação de Amigos de Museus do Brasil.
O festival irá acontecer em Paraty, de 4 a 8 de julho.
Como chegar: pela Rodovia Rio-Santos (BR 101). Paraty está a 303 km de São Paulo e a 235 km do Rio de Janeiro.
Principais destaques: a festa literária, claro. Mas também não deixe de experimentar as cachaças locais, galerias de arte e centros culturais da cidade. Se estiver com espírito aventureiro e o tempo estiver bom, vale um passeio pelo Caminho do Ouro ou de escuna pelas praias da região. Mais informações em www.paratycultura.org.br.
O que fazer de graça: visite a Casa de Cultura de Paraty para ficar por dentro dos acontecimentos off-Flip, FlipZona e Flipinha.
Imperdível: show de abertura do evento, na quarta-feira dia 4, com a Ciranda de Tarituba e Lenine; Festas de Paraty, roteiro arquitêtonico e histórico da cidade.
Que tal arrumar um tempinho e visitar Paraty? Além de conhecer um local bem gostoso e cheio de lindas paisagens, você ainda participa desta maravilhosa festa literária. 
E se algum leitor aqui do blog passar por lá, por favor nos envie fotos e volte aqui para nos contar como foi...
Bjus doces.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!