Resenha - Viva Para Contar - Novo Conceito

Boa tarde, meus leitores.
Trazendo para vocês mais uma resenha.
Hoje a resenha será sobre o livro Viva Para Contar, da autora Lisa Gardner, da editora Novo Conceito.


Sinopse -
Em uma noite quente de verão, em um bairro de classe média de Boston, um crime inimaginável
foi cometido: quatro membros da mesma família foram brutalmente assassinados. O pai — e possível suspeito — agora está internado na UTI de um hospital, entre a vida e a morte. Seria um caso de assassinato seguido por tentativa de suicídio? Ou algo pior? D. D. Warren, investigadora veterana do departamento de polícia, tem certeza de uma coisa: há mais elementos neste caso do que indica o exame preliminar. 

Danielle Burton é uma sobrevivente, uma enfermeira dedicada cujo propósito na vida é ajudar crianças internadas na ala psiquiátrica de um hospital. Mas ela ainda é assombrada por uma tragédia familiar que destruiu sua vida no passado. Quase 25 anos depois do ocorrido, quando D. D. Warren e seu parceiro aparecem no hospital, Danielle imediatamente percebe: vai acontecer
tudo de novo.

Victoria Oliver, uma dedicada mãe de família, tem dificuldades para lembrar exatamente o que é ter uma vida normal. Mas fará qualquer coisa para garantir que seu filho consiga ter uma infância tranquila. Ela o amará, independentemente do que aconteça. Irá protegê-lo e lhe dar carinho. Mesmo que a ameaça venha de dentro da sua própria casa.

Na obra de suspense mais emocionante de Lisa Gardner, autora best-seller do The New York Times, a vida dessa três mulheres se desdobra e se conecta de maneiras inesperadas. Pecados do passado são revelados e segredos assustadores mostram a força que os laços de família
podem ter. Às vezes, os crimes mais devastadores são aqueles que acontecem mais perto de nós.

Para saber mais sobre o livro acesse:

Agora curta o book trailer:


Sobre a autora:


Lisa Gardner é autora best-seller do The New York Times e já escreveu doze romances. Ela mora com sua família na região da Nova Inglaterra e está trabalhando na próxima história da investigadora D. D. Warren.


Para saber mais sobre a autora:


Site - Facebook - Twitter - Myspace
Resenha - Por: Lia Christo



Resenha - Viva Para Contar


O que eu achei fascinante sobre este livro, foi o jeito que ele foca nas crianças psicologicamente danificadas. É muito triste que crianças possam nascer assim ou passem a ser assim ao longo do tempo. 


Senti tanta simpatia por Vitória. pela sua difícil situação, em ter que escolher entre seus dois filhos. Uma situação que nem posso imaginar. Mesmo sabendo que conviver com um deles pode ser terrível para ela. Como manter a sua sanidade?


Vire-se para Danielle - 
Um passado, que 25 anos depois, ainda a assombra. 
Quando Danielle Burton tinha 9 anos, ela acordou em seu quarto escuro e ouviu um grito, passos, e o baque de um corpo caindo da escada." 
O pai dela abre a porta e canta para ela, depois bate na testa e puxa o gatilho, deixando-a viva.
A mãe de Danielle, a irmã e o irmão morreram naquela noite. 
E ela vive se afogando na culpa de ser a única sobrevivente. 
Parte do problema, é que ela não ficou sabendo de todos os detalhes da noite que mudou sua vida, e o que realmente estava acontecendo com ela e seu pai. 
Ela ainda se pergunta por que ele a poupou.
Ela foi para a faculdade e se tornou uma enfermeira pediátrica, que se especializou, na área de psiquiatria, trabalhando em uma enfermaria em Cambridge, para crianças muito problemáticas. 
Em seguida, uma família é encontrada morta em uma forma perturbadoramente familiar para ela própria. Desta vez, porém, é o pai, que sobreviveu, com um tiro na testa. 


DD Warren é uma detetive veterana no departamento de polícia de Boston, e quando ela é chamada para uma cena de crime, ela sabe que deve ser ruim. E é bem ruim. Uma família inteira morta. E tudo indicando que foi o pai. Mas, o pai realmente fez isso? Não está claro, e quando ele morre eles têm de trabalhar ainda mais para tentar juntar as peças. Quando menos de 48 horas depois, um crime semelhante acontece, eles têm uma desconfiança...  Será que há uma ligação? Quais são as chances, de que estes dois crimes, são independentes, e que só aconteceram ao mesmo tempo?


Esta história, é contada alternando entre as três mulheres, mas flui sem esforço. 
Em três histórias simultâneas, as vidas de DD, Danielle e Victoria, a mãe de Evan, um menino atípico de 8 anos de idade, acabam se entrelaçando cada vez mais.


Gardner gira seu emocionante conto em torno de uma situação de partir o coração: as crianças que são capazes de cometer assassinato. 
O filho de Victoria e as crianças psicóticas na ala de Danielle, são jovens e inocentes em alguns aspectos, mas capazes de ações terríveis em outros. 


As opções para lidar com essas crianças são dolorosamente poucas. 


Victoria vem prejudicando sua família, em sua tentativa de manter Evan em casa, para tentar mantê-lo seguro e amado e ao mesmo tempo lidar com os episódios que ela sabe que um dia podem vir a matá-la. 
Danielle tenta encontrar maneiras de atingir as crianças torturadas. O mundo não é bonito, e as probabilidades estão contra estas crianças quebradas. 
Os personagens de Victoria, Evan e os pequenos jovens de Danielle permanecerão com você, deixando-o pensar sobre a maneira dura, como algumas crianças são tratadas.


Gardner tem um excelente domínio não só de seus personagens, mas de seus sentimentos mais íntimos. 
Ela trabalha isso tão bem, que o leitor vai se identificar com, ser horrorizado com, e sentir compaixão por eles. 


A cada virar de página, você vai desvendar histórias dentro de histórias. 


Eu recomendo Viva Para Contar a qualquer leitor, especialmente aqueles que gostam de um mistério excelente, ou um romance com suspense.


Bjus








7 comentários:

  1. Oi Lia, quanto tempo! :|
    Estou com esse livro pra ler e a história me intriga muito, espero gostar.
    Adorei sua resenha, mas o tema parece ser bem complicado...
    Beijos

    Camila Leite
    @sonhospontinhos
    http://sonhosentrepontinhos.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, obrigado por sua visita. Realmente é um livro denso que trata de um assunto muito difícil. Mas, é bem escrito e acaba fluindo bem. Bjus

    ResponderExcluir
  3. Vou confessar que ler romance policial é uma das coisas que tenho evitado ultimamente. Não que seja um estilo que eu não gosto, ao contrário, gosto pra caramba, mas a gente tem que estar no momento certo para ler isso tipo de coisa. Gostei da resenha. Assim que meus ânimos estiverem mais equilibrados, vou dar uma chance a esse livro. BJS!

    ResponderExcluir
  4. Oi Elimar. De uma chance sim. Pois, apesar da história ser densa, o livro é muito bem escrito e vale a pena. Bjus

    ResponderExcluir
  5. Eu não li esse romance policial,mas minha mãe leu e adorou...
    eu sou fissurada por romances policiais,é um gênero que me atrai muito.. queria ter mais tempo para ler tudo o que eu quero e me dá prazer!!!
    Parabéns pela resenha!!!

    bjss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Bia, vlw pela visita e realmente seria muito bom termos tempo de ler tudo que queremos... Bjus

    ResponderExcluir
  7. Liazinha,
    Esse livro é MARAVILHOSO!
    Apesar dele ser enorrrme, eu o li em pouco tempó. Fiquei viciada!

    Ótima resenha.
    Bjs
    Bia
    www.amormisterioesangue.com

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!