Entrevista - Fábio Paulo - Autor de Componentes do Infinito!

Boa tarde leitores,
trazendo hoje para vocês uma entrevista com o escritor Fábio Paulo, do livro Componentes do Infinito.
Em primeiro lugar quero me desculpar com todos pela demora nas postagens das entrevistas, mas minha vida tem andado uma correria só, e na medida do possível estarei colocando esta coluna em dia.

Vamos conhecer um pouco mais deste autor?


Fábio Paulo dos Santos, nasceu em 1982, residente na cidade de Ipatinga em Minas Gerais. Pós graduado em Gestão Ambiental. Fã de cinema e literatura, escreveu seus primeiros contos aos quinze anos de idade utilizando elementos de quadrinhos, mangás e literatura em geral. A partir de um desses contos criou os personagens e desenvolveu a história dos três tomos de Componentes do infinito – A estrela do amanhã, seu primeiro livro publicado pela editora Multifoco.


"Escrever além de ser uma arte é um dom." (Paulo Fábio).

Para Saber mais sobre o autor e suas obras, visite: SITE - SKOOB - FACEBOOK - TWITTER



DL: Quando e como você teve a idéia de escrever o livro ? 
Comecei a escrever quando tinha 14 anos, na época eu lia muitos gibis e livros de ficção, então vieram as primeiras idéias e a vontade de escrever. Engraçado porque eu não tinha a mínima idéia do que fazer com os textos que escrevia, perdi muitos textos por causa disso. Depois organizei as idéias e passei a escrever com objetivo de fazer um livro.  

DL:Conte um pouco sobre a sua história, sua carreira...
Componentes do Infinito é o meu primeiro livro, então posso dizer que estou apenas começando a minha carreira como escritor e tenho um longo caminho a percorrer. Escrevi outro livro, mas ainda precisa ser revisado antes de passar pela avaliação de uma editora. Quando comecei a escrever não tinha a pretensão de ser escritor, era apenas um passa tempo. Agora estou tendo a oportunidade de tornar o sonho realidade.

DL: Fale um pouco sobre a história do seu livro:
Componentes do Infinito é a primeira parte de uma trilogia que eu idealizei quando ainda era adolescente. A história narra as aventuras de dois personagens que sofrem em meio a um mundo devastado e ocupado por alienígenas. Além das dificuldades que encontram por causa dos invasores eles ainda lutam contra o preconceito das pessoas a sua volta devido a suas diferenças. O legal é que mesmo sendo renegados eles continuam esperançosos e lutam para ter uma vida melhor.  

DL: Os personagens são baseados em pessoas que você conhece? 
Mesmo sendo uma história de ficção tentei colocar sentimentos reais aos personagens para demonstrar seus sofrimentos e suas alegrias. Alguns são alegres como pessoas que eu conheço, outros são nervosos e tem os ambiciosos. Acho que todo mundo conhece pessoas com essas personalidades, porque fazem parte do nosso cotidiano. Tentei colocar isso nos personagens para tornar a história verdadeira mesmo se tratando de uma ficção.  

DL: De onde surgem suas ideias?
Pra ser sincero eu não sei. rs. Eu sendo na frente do computador, geralmente durante a noite por causa do silêncio e começo a escrever. Às vezes me surpreendo com o resultado, sempre tem algo novo surgindo e quando reviso os textos sempre quero melhorá-los. É claro que tem coisas que me inspiram,    

DL: Qual foi seu livro preferido, quando era pequeno?
Quando era criança eu não gostava de ler, só fui adquirir esse hábito quando era adolescente. Adorava os livros da coleção Vagalume, devo ter lido mais de cinqüenta. Adorava as historinhas de jovens em perigo e de como eles sempre se davam bem.

DL: Como você tem divulgado o livro? 
O livro foi lançado a pouco mais de um mês e estou fazendo a divulgação nas redes sociais e entre os meus amigos e familiares. Muitos blogueiros estão me apoiando e agradeço o apoio de todos eles. O site do livro esta sendo muito visitado e a reação das pessoas que estão lendo e que já leram esta me deixando bem animado.

DL: O que mais você gosta de fazer, além de inventar histórias?
Gosto de ler, ver filmes e ouvir música, apesar de ultimamente não ter muito tempo para fazer essas coisas. rs.

DL: O que é mais divertido em seu trabalho? 
Como disse antes estou adorando ver a reação das pessoas, é interessante saber o que elas gostaram e que não gostaram. Cada um tem seu gosto, alguns gostam de um personagem, outros gostam mais de outro. Esse retorno dos leitores esta sendo muito gratificante.  

DL: E o que é mais difícil? 
Difícil é não ter tempo, às vezes quero escrever, mas não tenho tempo por causa do trabalho ou outras coisas. Isso me irrita. rs.

DL: Quais são seus planos para este ano?
Quero finalizar o segundo tomo de Componentes do Infinito, o texto esta quase pronto, mas ainda tenho que fazer muitos retoques e revisar, isso demora e costuma ser muito cansativo.

DL: Qual a sua dica para o pessoal fazer boas histórias?
Costumo dizer que escrever além de ser uma arte é um dom. Quem escreve deve se dedicar, estou apenas começando e não sei se posso dar conselhos ou dicas. Eu escrevo sobre o que gosto e tento me divertir. Acho que isso é o mais importante.

DL: Para terminar, deixe uma mensagem para os leitores do Doces Letras:
Quero agradecer pelo apoio e dizer que Componentes do Infinito é um livro escrito com muito carinho e dedicação por um fã de literatura e espero que todos gostem. Quero fazer um agradecimento em especial para você, LiaChristo, por essa oportunidade para mostrar o meu trabalho no seu blog. É uma honra ter o seu blog como parceiro.

LIVRO NO SKOOB



Espero que tenham gostado da entrevista e que deixem aqui seus comentários...
Bjus







9 comentários:

  1. Muito legal conhecer um pouco mais do autor,nessas entrevistas,eles chegam mais perto da gente e podemos saber o que se passa na mente e vida deles.

    Adorei conhecer o autor e seu livro,seu processo criativo e sobre as inspirações dele!!!

    Parabéns pelo post!!!

    bjsss

    Bianca

    ResponderExcluir
  2. Bela entrevista, flor. Gosto de ver entrevista, parece que to conversando com o autor, é uma oportunidade a mais de conhecermos as mentes que escrevem os livros que gostamos tanto. bjus
    Eykler
    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. As entrevistas são sempre interessante, pois nos dão uma ideia da obra, do autor e de suas perspectivas.

    ResponderExcluir
  4. Concordo quando ele diz que escrever é um dom. Não basta ter boas ideias para a estória. É preciso ter habilidade com as palavras, porque se não, elas se perdem no meio do caminho.Parabéns pela parceria Lia!

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Elimar! Tbm adorei a entrevista. Bjus

    ResponderExcluir
  6. Muito legal a história do autor, e começar a
    escrever aos 15 anos, ele tem dom mesmo, fico
    muito admirada com isso..
    Desejo boa sorte com o primeiro livro do autor,
    e até com o outro que precisa de um revisor,
    hummm eu quero fazer carreira de revisora =X
    Adorei a entrevista e saber um pouco mais do
    autor e de seu livro, gostaria de poder ler..



    beijos

    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Muito legal essa entrevista!!!
    Adoro conhecer novos autores... :D

    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Adoro conhecer novos escritores.
    Como muitas disseram, eu tb acho que escrever é um dom. Afinalnão é fácil criar personagens e uma boa história.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Parabéns ao blog pela entrevista com o escritor Fábio Paulo, do livro Componentes do Infinito, assim é possível conhecer suas obras e saber um pouco mais sobre eles.

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!