RESENHA - O Voo Da Estirpe - Editora MODO

Boa tarde leitores,
trazendo para vocês mais uma resenha de livro nacional.
Hoje vou falar sobre o livro O Voo da Estirpe de Adriana Vargas Aguiar, lançado pela Editora Modo!

Vem comigo...

Dados do Livro:


Sinopse:
Um encontro entre a vida e a morte, entre os dois pólos, a presença milagrosa do amor – tudo passa a ter sentido… Clarice, solitária e questionadora, através de um pesadelo conhece o romântico Klaus, portador de uma doença terminal. De repente, ele passa a persegui-la em todos os lugares, trazendo à narrativa, um cunho de mistério e sensações intrigantes. Um livro rico em sentimentos que fará o leitor rir, chorar, suspirar e odiar durante toda a leitura. Uma afronta aos conservadores. Uma luz no final do túnel! Este é o primeiro livro da série – O Voo da Estirpe.

Para saber mais sobre o livro, acesse: BLOG - MODO - SKOOB - FACEBOOK

Para comprar: MODO EDITORA 

Assista ao Book Trailer:



Sobre a autora:


Biografia:
Nascida em 27 de dezembro em Anápolis, Goiás, veio para Mato Grosso do sul ainda pequena. Começou a escrever desde que aprendeu a ler, pois seus pais compravam enciclopédias infantis ilustradas para incentivar seu gosto pela leitura, enquanto as crianças brincavam no quintal.
Imaginava histórias que nunca viveu e as passava para o papel. Esses escritos, porém, eram escondidos debaixo do colchão. Ao serem revelados, venceu o seu primeiro concurso literário aos oito anos de idade, representando seu estado em nível nacional, o que lhe deu a segunda colocação no Concurso Mirim, realizado em 1978. Aos treze anos escreveu seu primeiro romance.
No ano de 2000 entrou para a Academia de Direito pela Universidade UCDB, sendo uma das alunas mais aplicadas do curso. Apaixonada por leitura filosófica, procurava por obras de autores como Platão e Hanna Arendt. Encantou-se com os Iluministas e as histórias das antigas civilizações. Participou de projetos, como o incentivo às cooperativas.

Dia 10 de Novembro a autora recebeu o prêmio INTERARTE, em Goiânia, pelo destaque nacional de seu livro O OITAVO PECADO. Tendo seu nome reconhecido e destacado em placa num museu ligado à arte e cultura na Áustria.

Para saber mais sobre a autora: BLOG - FACEBOOK - SKOOB


O livro conta a história de Clarice, e é narrado em primeira pessoa.
Eu não gosto muito de livros assim, prefiro em terceira pessoa, mas a história deste livro e a maneira como ela nos é contada, acabou me fisgando e me deixando ansiosa pra saber o seu desfecho.

O Voo Da Estirpe, tem uma história de amor, redenção, sofrimento, e apesar de ser complexo, a leitura flui de maneira fácil.

“Fui arrastada para as partículas do estranho como uma tempestade espantando novamente o sol, nada mais existia... Nem o desejo de me apaixonar, pois, se sentir coisas que não se explicam, já é estar apaixonada, então foi isso o que aconteceu...” 

Eu não estava acostumada com a maneira de escrever da Adriana Vargas, ela é muito intensa em sua palavras e tem um jeito todo próprio de descrever os sentimentos de seus personagens, mas isto não me atrapalhou em nada durante a leitura.

Clarice, é uma mulher que vive as emoções de maneira intensa e profunda. Por isto mesmo, ela se cobra muito e acaba se tornando uma pessoa meio insegura, mas que ao mesmo tempo você vai percebendo durante a leitura que ela não é tão frágil, quanto se imagina a princípio.
Ela parece viver em um mundo próprio, sem muito contato com a realidade que a cerca, e com isso acaba não se deixando vivenciar o amor e as alegrias que estão em volta.

Ela já sofreu algumas perdas dolorosas em sua vida, como a morte de sua mãe e já sentiu o gosto da traição por parte de uma amiga. Também nunca conheceu seu pai.

Uma mulher solitária que passa a ter sonhos estranhos com um homem misterioso, o qual ela vem a conhecer mais tarde e que acaba transformando toda a sua vida.

Klaus, é este o nome do homem do paletó marrom, que além de aparecer em seus sonhos, passa a surgir em todo e qualquer lugar que ela está. Eles passam a se envolver e ele consegue despertar nela, sentimentos e desejos que nem ela mesma sabia que tinha.
Ele entra em sua vida sem pedir licença, e faz com que ela corresponda a todos os seus desejos e vontades. As cenas dos dois são descritas de uma maneira bem intensa, mas sem ser vulgar.
Ele também faz com que ela passe a se soltar mais e que aprenda com ele, o quanto é bom amar e ser amada, e que ás vezes o sofrimento não é o fim de tudo...

Uma história diferente que nos faz refletir muito sobre nossos sentimentos, e que conseguiu me surpreender e me deixar curiosa pelo próximo livro.

Eu recomendo o livro, para todos aqueles que gostam de se aventurar na leitura, se surpreender e conhecer novas maneiras de uma história de amor ser contada.
Bjus

12 comentários:

  1. Oi Lia. Eu me desgasto muito lendo os liros da Adriana, porque são histórias e personagens muito intenso. Mas mesmo assim adoro a maneira como ela escreve. O Voo da Estirpe está aqui me esperando, e será um dos próximos a ser lido. Pela sua resenha, to vendo que vou sair devastada de novo. Resenha maravilhosa. bju
    Eykler
    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Lia!!
    Estou tendo o prazer de ler este livro, logo, serei eu a resenhar.
    Mas, queria ver o que sentiu, o que achou, qual foi o resultado e... Bem, é isso mesmo que estou sentindo. concordo contigo, Adriana tem um jeito único de escrever, ela é fantástica.
    Sua resenha, deixou explicito o quanto você aprovou e estás de parabéns por nos apresentar com todo seu entusiasmo.

    Dri, parabéns e Lia também!
    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  3. Ai Meu Deus... Que livro é esse Lia? Gosto muito de livros que deixam a gente com a emoção a flor da pele, já vi que vou gostar desse. Até tive vontade de participar o Book Tour, mas como estou com o tempo ultra escasso, acabei não colocando meu nome. VOu colocá-lo numa lista de amigo oculto para ver se eu ganho... BJS!

    ResponderExcluir
  4. Eu já li e resenhei também é simplesmente perfeito.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lia.
    Eu sou doida para ler esse livro.
    Percebo que todos os livros da Adriana precisam de um preparo emocional antes de ler, eles sempre são muito intensos rs
    Estou bem ansiosa, espero conseguir ler ainda esse ano :)
    Beijinhos
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Hummm amei a resenha, estou no inicio desse livro e ja deu pra ter uma noção do que eu vou encontrar pela frente!! Amei!!
    Acho que eu tinha uma ideia toda errada..

    beijos
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Só leio boas resenhas dos livros da Adriana!
    Acho que estou marcando bobeira em não ter lido nenhuma ainda!

    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Rssss, é verdade, eu escrevo de forma diferente, porque não curto escrever apenas palavras codificadas, nem aprecio dizer que o céu é azul pois não preciso escrever o obvio se basta apenas olhar para o céu para saber sua cor. Quando escrevo dizendo que preciso me esvaziar, vocês não levam isso a sério não é? Agora você viu como é isso, huaaa.
    Obrigada por me ler.
    Adriana

    ResponderExcluir
  9. Adorei essa resenha, e este é o livro que mais quero ler da Adriana!
    Bjs
    http://mundoliterando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. eu ainda não tive oportunidade de ler O voo da estirpe nesta nova versão. Há mais de um ano atrás quando resenhei para o book-tour e já havia gostado. Òtima resenha, Lia.

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não li nenhum livro da Adriana,mas estou muito curiosa,pois essa narrativa unica,sonhadora de escrever me atrai muito.

    Minha mãe teve o prazer de ler os dois livros da autora que passaram pelo meu blog,mas com certeza eles estão na minha lista!!!

    adorei a resenha!!!

    bjssss


    Bianca

    www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  12. Todas as resenha que li sobre esse livro foram bem positivas e quero muito conferir essa história, sem contar que acho a capa linda!!
    bjs

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!