RESENHA - A Costureira - Kate Alcott - Geração Editorial

Boa tarde leitores!
O post de hoje é sobre as minhas impressões do livro A Costureira que foi escrito por Kate Alcott e publicado aqui no Brasil, pela editora parceira Geração Editorial.

Sobre o livro:

Ficha Técnica:
Título: A Costureira
Autora: Kate Alcott
Editora: Geração Editorial
Edição: 1
ISBN: 9788581301310
Ano: 2013
Páginas: 376
Tradutor: Ana Carolina Mesquita

Sinopse -
1912. Tess Collins, independente e orgulhosa, não suporta mais limpar as salas de estar e as privadas da alta burguesia francesa e britânica. Seu grande talento é para a costura, e ela aspira a uma vida nova como estilista — mas sabe que o sistema de classes inglês dificilmente lhe dará chance para isso. Assim, ao saber que um imenso transatlântico partirá para os Estados Unidos, Tess vê sua grande chance de subir na vida. Ainda mais quando, por um golpe de sorte, consegue emprego como serviçal da famosa lady Duff Gordon, uma das maiores estilistas da época. Mal sabe ela que essa viagem, iniciada de forma tão auspiciosa, entrará para a história como o maior desastre marítimo de todos os tempos: o naufrágio do Titanic.

Para ler o 1º capítulo em português, clique aqui.
Para ler um trecho em inglês, clique aqui.

LIVRO: SKOOB - FACEBOOK - GERAÇÃO EDITORIAL

Assista ao Book Trailer:



Sobre a autora:



Kate Alcott é o pseudônimo de Patricia O’Brien, ex-jornalista especializada em política e autora de cinco livros de ficção e três de não-ficção. A costureira é seu primeiro romance com o novo nome artístico.  Alcott mora com o marido em Washington, D.C.

Contatos da autora: FACEBOOK - GOODREADS






O livro conta a história de Tess Collins, em sua luta para mudar de vida e transformar o seu destino. A história se passa no ano de 1912, e tem como pano de fundo o naufrágio do Titanic.

A autora colocou no livro, vários fatos reais que aconteceram durante a época do naufrágio. Todo o desespero, a dor e todo os acontecimentos que se tem conhecimento de terem ocorrido no navio, naquele trágico e triste acidente.

Tess, é uma jovem inglesa, nascida e criada no interior e que desde cedo aprendeu a costurar com sua mãe. Foi de sua mãe também, que ela teve os primeiros conselhos, para correr atrás de seus sonhos, e para lutar por uma vida melhor. Foi sua mãe quem lhe ensinou a nunca se rebaixar, e nunca deixar de tentar encontrar o seu lugar ao Sol.

Logo que tem oportunidade, ela sai de casa para trabalhar, e o livro começa com ela trabalhando em Cherbourg (França), onde infelizmente não é bem sucedida, e só consegue trabalhos de limpeza, onde ainda por cima tem que aturar as mãos bobas do filho de sua patroa. É então, que ela resolve mudar o seu destino e abandona tudo, para embarcar naquela que seria a maior aventura de sua vida.

Preciso dizer, que a personagem Tess, é muito cativante, e nos faz torcer por ela. Ficamos o tempo todo querendo que ela saia vitoriosa de toda esta história.

Ao tomar a decisão de ir embora de seu emprego, e se aventurar em um novo País, Tess Collins vai para o cais de Cherbourg, onde tem um navio que está breve a zarpar. Ela tem a ideia de conseguir um emprego de camareira ou qualquer coisa assim, e desta maneira conseguir chegar ao Estados Unidos.

E aí, que acidentalmente ela se depara com uma talentosa e famosa estilista da época a incomparável  Lucile Duff Gordon. Lucille, está em apuros pois a garota que tinha contratado para acompanhá-la em sua viagem como sua criada pessoal, não aparece e esta é toda a oportunidade que Tess estava esperando.

A partir daí, Tess consegue embarcar no Titanic, e lá se depara e se deslumbra com todo aquele glamour da vida dos ricos, mas também tem vislumbres da classe mais pobre, e se sente dividida entre estes dois mundos.

É no navio que Tess fica conhecendo dois homens, Jim e Jack Bremerton que farão parte de seu futuro e que a fará ter que tomar uma das decisões mais difíceis de sua vida.

A maior parte do desenvolvimento da história e dos personagens, acontece depois do naufrágio, quando cada pessoa deve lidar com as conseqüências de suas ações naquela noite fatídica.

Dentre todos os personagens deste livro, os que mais me chamaram a atenção foram Tess, Jim e Lucille. Os três são muito diferentes. Tess é dotada de bom caráter, mas sua ingenuidade a faz parecer tola e fraca no início, o que me fez sentir pena dela.
Jim, por outro lado, é um personagem forte, que sabe o que é o errado das coisas, e sempre faz o que é certo, mesmo que isso o prejudique de alguma maneira. Ele é o tipo de personagem que nos faz se sentir seguros e com a certeza de que ele vai fazer o que é necessário para que as coisas fiquem direitas.
Lucile é um pouco mais difícil de gostar. Ela só conseguiu me inspirar um sentimento, que foi de desgosto, especialmente quando ela tenta manipular Tess. Sua idéia de certo e errado é distorcido, e sempre em seu favor.

Pinky é uma personagem estranha, mas envolvente. Eu gosto dela, mas as vezes ela toma certas atitudes, que nos deixa confusos. Como se não quisesse que Tess e Lucille, consigam deixar os eventos daquela noite no Titanic, para trás...
Eu sei que a vida dela não é fácil. Além de lidar com seu trabalho de repórter no Times, seu pai doente e a constante falta de dinheiro. No início, eu não achava que ela tivesse uma consciência, mas então ela faz o que pode para ajudar Tess e Jim. Ela acaba ficando amiga de Tess, e acho que também se apaixona por Jim, mas percebe que não teria uma chance com ele. Pinky parece não se importar com ninguém, e então ela me surpreende por se apaixonar. São os personagens assim que agem de forma inesperada que acabam por deixar em nós a impressão mais duradoura.

Eu adorei a capa. Inclusive a achei mais bonita que a original. A Diagramação está perfeita e as letras tem bom tamanho e formato, fácil de ler. Encontrei alguns errinhos de revisão, mas nada que tivesse me atrapalhado na leitura.

O que posso dizer, é que este livro é tão diferente de muitos que eu já li. Há muitos livros que nos fazem olhar para o conceito de moral a partir de diferentes perspectivas.
A Costureira é assim, nos faz olhar a moral, mas nos leva um passo mais longe. Ele faz o leitor se questionar. Você pode condenar alguém por tomar uma decisão em uma situação de risco de vida? Você pode argumentar, que de alguma maneira você não teria feito o mesmo ou tomado a mesma decisão? Durante a leitura me vi constantemente questionando se ou não. Eu seria capaz de ficar com minhas crenças como Jim fez ou eu iria perder toda a aparência de moralidade em face da morte?
Como eu reagiria numa situação assim? Eu agiria como Tess, Jim, ou Lucile?
Eu gostaria de pensar, que naquela noite no Titanic, eu iria reagir como Jim ou como Tess. Pois, para mim ambos são admiráveis, embora de maneiras diferentes.

Existe uma resposta certa? Eu percebi que a moral não é uma simples questão de certo e errado e que não importa qual é a situação, você não pode julgar o que a outra pessoa decidiu, porque você não sabe o que a pessoa estava sentindo. Você não estava lá, então nunca terá como saber, se faria diferente.
Bjus






16 comentários:

  1. Acabei de comentar em uma resenha desse livro e como disse lá achei interessante um tema que já tinha dado por finalizado, ainda surpreender o leitor.
    Adorei o filme Titanic e pretendia apenas ter ele na memória, mas, vocês me convenceram vou adquirir tão logo que possível a obra.

    Valeu a dica e ótima resenha!
    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Nizete.
      Vale a pena ler e conferir esta história do ponto de vista da autora e da época que ocorreu.

      Excluir
  2. Adorei a resenha! Nossa não sabia que era sobre isso! Adorei! A capa tinha me chamado a atenção quando vi a capa em sua Caixinha de Correio... Logo me interessei... Mas não tinha lido sinopse e nem nada! Adorei o pano de fundo... A capa está realmente linda e vai para minha lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Gabi.
      A leitura vale a pena, é muito legal ver estes acontecimentos através da ótica da autora.
      Bjus

      Excluir
  3. Menina, que resenha é essa? Com tantos livros bons para ler nos últimos tempos, deixei esse em meio a uma pilha enorme que deixo perto do meu PC, mas estou vendo que não posso mais protelar. Gosto muito desse estilo de romance, onde as coisas não são tão perfeitas como gostaríamos. A tragédia do Titanic ainda disperta muita curiosidade, e acho que isso também foi um fator importante de atração para com a leitura. Preciso ler urgente. BJS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Elimar. Eu também gosto de livros que nos façam questionar nossos sentimentos e nossas concepções de certo e errado.
      Leia e depois me diga o que sentiu com esta leitura. Como professora de história, eu acho que vai gostar desta leitura.
      Bjus

      Excluir
  4. Oi Lia
    Eu também acabei de ler recentemente esse livro e fiquei realmente encantada com forma com que a autora abordou a história. Meus sentimentos oscilaram o tempo todo e realmente é complicado fazer um julgamento em um momento tão delicado como esse.
    Adorei a sua resenha, ficou perfeita!!

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata, obrigado flor.
      Eu também me encantei com a maneira que a autora conseguiu abordar esta história. Bjus

      Excluir
  5. Confesso que não me senti muito atraída, quando li a sinopse mais acima, até porque fico angustiada qd o tema é o naufrágio do Titanic. Mas depois que li a sua resenha Lia, mudei de opinião. Pareceu-me mais interessante . Muito boa a sua resenha Lia. Agora me sinto confiante em ler essa história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vera Lucia, obrigado pela visita e comentário.
      O livro tem uma escrita diferente e realmente a sinopse não faz jus a ele. Bjus

      Excluir
  6. Oi, Lia
    Eu estou querendo ler este livro está aqui ,mas ainda não consegui. Caramba, menina gostei da sua resenha. Revelou várias facetas do livro, mas ainda assim me deixou curiosa. Gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Ver. Acho que você vai gostar deste livro.
      Depois me conta o que achou da narrativa da autora.
      Bjus

      Excluir
  7. Eu gostei muito desse livro e só esperava um pouquinho mais de romance no final,mas entendi as escolhas de Tess,ela conquistou a liberdade que sempre almejou... bem interessante a trama sobre o Titanic.

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Bia, a Tess teve que fazer várias escolhas difíceis e como você também esperava mais romance.
      Bjus

      Excluir
  8. Bom, para começar, eu nem sabia que o livro era sobre o naufrágio do Titanic! Eu gostei da capa, mas como odeio sinopses, não me dei ao trabalho de ler. Mas agora eu necessito este livro D=
    E, bom, sempre que pego um livro que passou por uma cuidadosa edição e diagramação, parece que os planetas se alinham e tudo vale a pena. Esse livro tem tudo para ser ótimo!

    Todos a ler galera! http://portugues.free-ebooks.net/ebook/A-Costureira
    (de nada! :P)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, obrigado por sua visita e comentário.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!