RESENHA - Will & Will - John Green e David Levithan - Galera Record


Boa noite amores.
Nova resenha para vocês!


O livro de hoje é um livro totalmente diferente de qualquer outro que eu já tenha lido e quero aproveitar o post, para agradecer a Editora Record, pela oportunidade da leitura, já que não sou parceira da Galera Record, que foi quem publicou o livro.

Conheça o livro:
WILL & WILL - UM NOME, UM DESTINO
John Green & David Levithan
Ano: 2013
Páginas: 352
ISBN: 9788501093882
Preço: R$ 34,90

Sinopse:
Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson.
Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une.
Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em uma aventura de épicas proporções.
O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.




LEIA O PRIMEIRO CAPÍTULO.

Livro: GALERA RECORD - SKOOB 

Curta o Book Trailer:



Quem escreveu:


"Talvez haja algo que você tem medo de dizer, ou alguém que você está com medo de amar, ou em algum lugar que você tem medo de ir. Vai doer. vai doer porque importa "-. Will Grayson, Will Grayson por John Green & David Levithan




Nunca li nada de David Levithan antes deste livro, mas gostei da maneira como ele narra seus capítulos e como ele e John Green conseguiram fazer deste livro uma boa história, sobre um tema tão discutido e tão polêmico.

Esta história é sobre dois Will Graysons. E é muito interessante a maneira como os autores fizeram os dois personagens interagir. E a todo momento durante a leitura eu me perguntava o que pode acontecer quando duas pessoas com o mesmo nome se encontram?

Este livro é contado em capítulos divididos pelos dois autores, de maneira alternada. E eu gostei disto, podemos sentir e conhecer melhor os personagens na visão e na imaginação de cada autor.
Um dos Grayson é o tipo de homem nerd, engraçado, ouve boa música e é considerado pelas meninas um cara pretensioso. 
Eu não sei por que, mas gosto de personagens nerds em geral, especialmente os queridos atrapalhados.
O outro Grayson é facilmente compreensível, simpático, com todas as suas referências à cultura pop e humor. Dei boas risadas com ele no primeiro capítulo do livro.

Um dos Grayson é um "emo" (ele com certeza sofre de depressão) tem pensamentos sombrios, pensamentos realmente escuros. Eu não estava acostumada a isso. Na verdade, eu confesso que me senti um pouco desconfortável de ler seus capítulos no início. Isto só prova como David Levithan pode usar as palavras para fazer você sentir cada pedacinho de dor que o personagem sente, cada minúscula fração de ódio que ele sente, um pouco de tudo. 

Eu não entendia as vontades deste personagem o tempo todo, mas ele se tornou bem real para mim. Eu acho que ele, sozinho, deu ao livro toda a sua angústia, e a parte da ficção realista. Eu estava dentro da história de Will e de Jane e eu estava torcendo por ele, para eles, para que pudesse se livrar da depressão, de suas crises de identidade e o quanto tudo isto é importante no grande esquema das coisas. Grayson também soa diferente de qualquer um dos personagens que eu já tenha lido.

Os personagens secundários dão um toque todo especial ao livro, principalmente o personagem Tiny, que é o melhor amigo de Will e que em minha opinião literalmente rouba o show em algumas partes.

O livro aborda de maneira bem interessante o universo adolescente, com seus dramas, inseguranças e sexualidade e as situações normais deste universo jovem.

Lembro-me de pegar algumas palavras e frases aqui e ali, de ambos os autores em que eu pensei, o quanto esses escritores são incríveis. Porque o uso que eles fazem do jogo de palavras conseguem fazer você chorar, gargalhar, estremecer. Eu classifico isso como magia. 

Eu lembro que estava no ônibus lendo isso e as pessoas em volta, distraídas ou dormindo, e mesmo assim, em algumas partes eu não me segurava e ria, igual a uma doida. 

A capa, diagramação e revisão ficaram muito boas em minha opinião. As letras e cor das páginas deixam a leitura mais agradável.

Então, o que eu posso dizer é que este livro é forte, tem uma linguagem bem crua, mas também tem humor. É intelectual e emocional ao mesmo tempo. Conseguiu me prender e me senti muito conectada aos personagens. 
Com certeza eu recomendo esta história diferente, atual, e muito emocionante.
Bjus

11 comentários:

  1. Eu amei ler esse livro, é muito bom!
    Com certeza foi um dos melhores que já li nesse ano.
    Beijos,
    http://gemeasthings.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi meninas, obrigado por visitarem o meu cantinho.
      Saudades... Bjus

      Excluir
  2. Oie!
    Adorei a sua resenha!
    Este livro está no top dos meus desejados, quero muito ler.

    Beijos*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito desse livro!
    Amei a resenha e o booktrailer, não tinha visto ainda!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Como já disse anteriormente, quero muito ler "Will & Will". Dos livros do John li apenas "A Culpa é das Estrelas" mas acompanho sua interação com os leitores através do Twitter e Tumblr e tudo o que vier de novidade com o nome dele, eu tô dentro! haha Quanto ao David, ainda não tive a oportunidade de ler nenhum de seus livros, mas sou louca para ler "Every Day".

    Resenha perfeita, Lia.

    Um beijo,

    Laira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita Laira. Adorei seu comentários e fico feliz que tenha gostado da resenha. Volte mais vezes, bjus

      Excluir
  5. Uhmmmm, boa resenha, mas não é o meu estilo... Talvez um dia...

    ResponderExcluir
  6. Sempre achei a capa linda, mas nunca me interessei
    para ler, é a primeira resenha que leio. E fiquei
    meio indecisa se leria ou não. Mas com certeza é uma
    historia bem interessante.
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu fiquei meio receosa em não gostar desse livro,mas você parece ter gostado muito e conseguiu passar essa emoção na resenha.

    Em breve vou pegar ele para ler.

    Bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  8. A este é um livro que adoraria ler, ainda não tive oportunidade de comprar, mas assim que puder... Não conheço o outro autor, mas como tem também a mão de Jonh Green creio que seja coisa boa. Valeu a resenha Lia.

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!