RESENHA - Vou lhe Mostrar o Medo - Nikolaj Frobenius - Geração Editorial


Boa noite leitores!

Hoje vou comentar com vocês, as minhas impressões sobre o livro Vou Lhe Mostrar o Medo, escrito por Nikolaj Frobenius, e publicado aqui no Brasil pela Geração Editorial.

Conheça o Livro:

Ficha Técnica:
Vou lhe mostrar o medo
Autor:  Nicolaj Frobenius
Tradução: Eliana Sabino
Gênero: Romance
Págs: 296
ISBN: 9788581301099
Selo: Geração
Preço: R$ 39,90

Sinopse:
Edgar Allan Poe, o célebre poeta e autor de histórias de terror, bem como criador do gênero policial na literatura, é o protagonista deste romance de suspense psicológico, que discute os limites da criação literária e a responsabilidade moral da arte. Nele vemos o jovem escritor norte-americano afligido pela pobreza, angustiado com a enfermidade da sua frágil esposa e assombrado por um maníaco que comete assassinatos inspirados nos seus escritos, além de sabotado em sua carreira pelo crítico literário Griswold, que lhe dedica um misto de admiração e ódio.Publicado em toda a Europa, traduzido em dez idiomas e plagiado por Hollywood, este romance premiado marca a estreia, no Brasil, de Nikolaj Frobenius, um dos grandes expoentes da moderna literatura norueguesa.


Sobre o autor:

Nikolaj Frobenius (nascido em 29 de setembro de 1965) é um romancista e escritor norueguês. Frobenius nasceu em Oslo, mas cresceu em Rykkinn. Ele estudou a escrita cinematográfica e de investigação no LCP, em Londres. Ele tem escrito vários livros e roteiros, incluindo o roteiro do clássico filme de suspense Nordic Insomnia, que foi adaptado para uma grande produção de Hollywood em 2002. Sua descoberta internacional como romancista veio com o romance "Latours katalog" (1996). Seus livros foram traduzidos em dezoito idiomas, incluindo Inglês, francês, espanhol, italiano, alemão, russo e dinamarquês. Seus romances têm recebido elogios da crítica, tanto na Noruega e internacionalmente, e ele ganhou vários prêmios literários em sua escrita. Nikolaj Frobenius é um ex-editor do periódico Vinduet e trabalhou como editor de comissionamento para Norsk filmfond 2005-2008. Frobenius já escreveu vários roteiros de sucesso, incluindo Dragonfly (2001). Em 2011, ele adaptou seu próprio romance, o semi-autobiograhical "Teori og praksis" para o filme "Sønner av Norge" (Sons of Norway). Ele vive e escreve em Oslo.



Confesso que ao receber o livro, relutei bastante em iniciar a leitura.
Não fui fisgada pela capa e nem pela sinopse, como é o costume acontecer comigo, quando escolho um livro.

Mas, como sou uma leitora curiosa e de gosto bem diversificado, resolvi dar uma chance e vou compartilhar agora, as minhas impressões com vocês.

Nunca tinha ouvido falar deste autor antes, e também não sou fã do estilo de Edgar Allan Poe, mesmo ele sendo o precursor em livros policiais, e de ser um escritor muito talentoso.
A obra é um misto de biografia e ficção, onde o autor conta algumas passagens da vida de Edgar Allan Poe, e uma série de assassinatos inspirados na obra do famoso escritor norte-americano.

Com certeza, para os fãs de Poe, a história será um prazer, pois irão encontrar várias citações sobre o trabalho do autor, juntamente com extensas descrições biográficas de sua infância e idade adulta.
Além disso, Vou Lhe Mostrar o Medo, tem uma estrutura narrativa muito interessante, e permite visualizar a história a partir da perspectiva de Poe e Griswold. Tudo isto é intercalado com aparições constantes de caráter misterioso, o que dá suspense ao livro.

A história imaginada por Nikolaj Frobenius, a meu ver, tinha todas as ferramentas para ser muito mais intensa. No entanto, não conseguiu me fazer uma conexão com a história e não me senti surpreendida com ela.  Algumas partes são bem arrastadas, e achei que poderia ter mais ação.

Vou Lhe Mostrar o Medo, não é um dos melhores livros que eu já li neste gênero. No entanto, cumpre o seu objetivo de entreter o leitor, e eu recomendo para aqueles que gostam e são fãs do estilo de Edgar Allan Poe.
Bjus





9 comentários:

  1. Bem, não faz o meu estilo, mesmo eu gostando muito de romances policiais. Até livros policiais para mim tem de ter aquele lance a mais sabe...

    ResponderExcluir
  2. Também concordo com vc Mia, a capa não
    é lá essas coisas e nem muito menos a sinopse.
    Não gosto de ler biografias, e esse livro tem um pouco
    disso, né. Para quem curti é um bom livro,
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu fui fisgada pela capa e pelo nome,não sei se gostarei ou se será uma decepção,mas vou apostar na leitura!!!

    bjsss

    Bianca

    ApaixonadasporLivros

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lia, recebi esse livro,mas como literatura policial para ler nunca foi meu forte passei para o Rafael Dorr. É curioso eu mesma falar isso, porque na faculdade a narrativa policial foi uma das melhores aulas que dei rsrsr.. Em termos de gênero me parece que o livro é bom, mas... não sei dizer. Você não se conectou né...

    ResponderExcluir
  5. Oi Lia,
    também não faz o meu estilo. Mas vou te dar os parabéns, pois resenhar uma história com um gênero que não é muito do nosso gosto não é para qualquer um.
    Beijos.
    Cila- Leitora Voraz
    http://www.cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Lia, estou lendo este livro..
    Eu não conheço nada sobre Edgar, e ainda estou indecisa quanto a gostar muito do livro ou não..

    beijos MIla
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Lia, sem dúvida ´´e uma ousadia e tanto escrever sobre um autor e suas obras, num ritmo de no que os escritos do autor influencia na sua vida, como se fosse real. Quem gosta dele como escritor pode se deliciar nessa trama. O estilo literário não me apetece, não.. Não curto horror. Maneira a capa. Mas prefiro meu rosa e minhas coisas cutes... :D
    Beijo!

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Embora eu seja uma super fã de Poe, não há mais nenhum fator que me puxe para esse livro, nem capa, nem sinopse...
    Gostei da sua sinceridade, pois acho que realmente não curtiria tal leitura...

    Beijos.
    Annie Stephanie - http://muchdreamer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Lia
    Confesso que a capa também não me chamou muito atenção, mas achei a sinopse interessante, vou ler ele em breve ;)
    Parabéns pela resenha, ficou muito boa
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!