[RESENHAS] BRILHO - Série Sky Chasers 01 - Amy Kathleen Ryan - Geração Editorial


Bom dia amores!
Nova resenha para vocês!
Desta vez, falarei do livro Brilho, que me foi enviado para resenha pela parceira Geração Editorial.

BRILHO

Ficha Técnica:
Brilho
Coleção: Em busca de um novo mundo – Vol.01
Autora: Amy Kathleen Ryan
Tradução: Ana Death Duarte
Gênero: Romance
Acabamento: Brochura
Formato:  15,6 x 23 cm
Págs: 354
Peso: 538g
ISBN: 9788581300733
Preço: R$ 39,90
Selo: Geração Jovem

Sinopse
A mais fascinante trilogia desde Jogos Vorazes

A Terra não existe mais, e em duas naves que procuram um novo mundo no espaço, uma menina de 15 anos precisa casar e engravidar para garantir a sobrevivência da humanidade. Enquanto isso, uma sucessão de acontecimentos eletrizantes torna a jornada pelo espaço algo absolutamente imprevisto.
Temas como religião, a escolha da mulher e a ideia de poder e dominação vão aparecendo muito suavemente articulados ao longo da trama, amarrando o leitor com surpresas e reviravoltas estonteantes. São temas universais, postos num livro por uma escritora surpreendente e que promete arrasar a cena literária a partir desta sua fantástica criação.

SKOOB - EDITORA - SITE - SUBMARINO - YOUTUBE - GOODREADS


Capa original:



A Série - Sky Chasers:

1. Glow (2011) - Já lançado com o título de Brilho.
2. Spark (2012) - Ainda não lançado.
3. Flame (2014) - Ainda não lançado.


Quem me conhece, sabe que não curto muito o gênero distópico. Não tenho muita empatia com temas assim, mas ao mesmo tempo, gosto de me aventurar em leituras diferentes das usuais.

Por isto, ao receber Brilho para leitura, resolvi me aventurar e embarcar nesta nave e vivenciar todas as emoções e modo de vida de seus habitantes.

E para minha surpresa Brilho capturou meu interesse desde as primeiras páginas. É o tipo de livro que te prende, querendo saber o que acontece a seguir, o que de certa forma é algo muito bom numa leitura.

E o principal fator que me prendeu neste livro foi o fato de que Amy Kathleen Ryan, não se priva de falar sobre assuntos escuros e temas fortes. Fiquei até mesmo chocada com alguns acontecimentos sombrios que acontecem com Waverly e as meninas que foram tomadas. São cenas fortes e que nos deixam sem fôlego.

Duas naves espaciais, que estão durante um longo prazo, a procura de um novo lar, é o cenário deste YA.  

Eu não lembro se já tinha lido algo, onde a história se ambientasse em uma nave espacial. De início eu achei que não iria conseguir me localizar, visualizar as coisas do jeito que costumo fazer ao ler. Mas, a autora descreve a nave e todos os locais dentro dela de uma forma impressionante, de uma maneira bem construída e detalhada, e eu consegui visulizar perfeitamente esta sociedade fictícia que vive no espaço. 

O enredo, não tem o romance como foco central, como sugere a sinopse do livro. É uma história ambientada no espaço, onde os aspectos distópicos de controle sobre os direitos reprodutivos,uma religião fundamentalista e um povo sendo mantido numa espécie de cativeiro, são o ponto centrais da história. Mas, também temos romance claro.

A história nos é contada em terceira pessoa, mas sob dois pontos de vista, de forma alternada entre Waverly e Kieran. 

Waverly é uma personagem de temperamento forte, interessante. Uma personagem feminista, com um quê de liberal. Ela namora com Kieran - que é o outro narrador do livro - Mas, por ser muito jovem(tem apenas 15 anos) não pensa em casamento.

Kieran está sendo preparado para ser o Capitão do Empyrean e é também um dos poucos que é religioso em um navio que é mais povoado e dirigido por secularistas. Ao contrário de Waverly, ele tem certeza de seus sentimentos, e quer se casar com ela. Para que possam reproduzir e assim ajudar a evitar que a raça humana seja totalmente extinta.

Outro personagem que nos chama a atenção é Seth, um jovem brilhante, sombrio e misterioso. Ele será a causa de algumas indecisões de nossa heroína, e também irá protagonizar ótimos trechos durante a nossa leitura.

Também gostei da deliciosamente fria Anne Mathor que é a líder espiritual da New Horizon, e a relação tensa que ela tem com a Waverly, que é minha personagem favorita do livro. 

Temos também a nave irmã, New Horizon, que tinha rompido com eles, devido a razões políticas e religiosas, e que  reaparece. A partir daí, as tensões começam a aparecer entre as duas naves. E podemos sentir como os nossos personagens lidam com o pânico e o caos  com uma nave que começa a se desestruturar. As disputas internas que acontecem são tensas e emocionantes, já que devido ao modo de vida e alguns outros detalhes, que vocês terão que ler para entender, as mulheres estão tendo dificuldades para engravidar, e com isso a população tende a diminuir e talvez se extinguir.

A capa deste livro é belíssima, tem um lindo design e consegue nos passar a ideia do  espaço, bem de acordo com o que narra o livro. A diagramação está ótima e todo o trabalho gráfico foi feito para nos remeter a história. Um maravilhoso trabalho da Geração Editorial.

Brilho engloba gêneros que são extremamente populares no momento: um toque de distopia, um mundo pós-apocalíptico, um triângulo amoroso, e uma ficção científica interessante. Eu fiquei feliz pela oportunidade de ler e revisar Brilho . 

Eu recomendo a todos os leitores que gostem de um livro bem escrito com ficção, distopia, e grande adrenalina.
Bjus 


18 comentários:

  1. Gostei da resenha e da dica de leitura ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza, obrigado pela visita e por seu comentário.
      Bjus

      Excluir
  2. Olá Li.
    Já tinha visto essa capa de livro, que por sinal é linda. Mas não tinha lido nenhuma resenha sobre ele.
    Assim como você eu não sou muito chegada em distopia, mas pela sua resenha esse livro me chamou muita atenção e assim que tiver um tempinho pretende lê-lo.
    A resenha está maravilhosa.
    Beijinhos

    http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suelen, tudo bem?
      O livro me surpreendeu positivamente e se tiver chance leia sim, pode ser que você também goste. Bjus

      Excluir
  3. Gosto de romances, gosto de distopia, gosto de triangulo amoroso ainda mais quando ficamos divididos..hahaha Tortura né?

    Anotei e Adotei!
    Ótima resenha querida.
    bjoca
    Ni
    Cia do Leitor

    Postagem nova no blog Cia do Leitor http://ciadoleitor.blogspot.com/2014/04/livros-nacionais-e-suas-sequencias-07.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ni, obrigado pela visita. Se gosta de distopias, com certeza gostará deste. Bjus

      Excluir
  4. Oieeee, essa é a segunda resenha da madrugada que leio sobre este livro e só são coisas boas. Fico cada vez mais e mais curiosa sobre ele. Espero que minha antecipação não estrague a obra.

    Beijos, http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ray, o livro é bom sim. Vale a pena ser lido.
      Obrigado pela visita e comentário.
      Beijinho.

      Excluir
  5. A capa é linda! Mas é distópico! Assim como vc não sou fã do gênero! Raros foram os distópicos que me prenderam. A história deste parece mais original, porém ainda assim fico com receio. Mas se vc que não é adepta ao gênero gostou é bem provável que eu goste. Se tiver oportunidade de ler irei me aventurar também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi, acho que vale a pena. Eu não curto muito distopia, mas achei este livro interessante.
      bjus

      Excluir
  6. Eu estou estacionada com a leitura deste livro Lia, falta alguma coisa. Ele é arrastado, não senti ainda empatia por nenhum personagem, vou tentar terminá-lo. Você parece ter gostado , então vou ver se chego em algum lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ver, eu também não me animei muito a primeira vez que peguei, aí larguei e quando peguei de novo fluiu bem e gostei da história.
      De repente você também vai gostar. Bjus

      Excluir
  7. Estou louca para ler esse livro (e a trilogia também) *--*
    Adoro distopias <3
    Depois dessa resenha, fiquei com mais vontade de lê-lo, amei a sua resenha!

    Beijos invernode1996.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Monique.
      Leia sim, vale a pena conferir.
      Bjus

      Excluir
  8. Oi Lia,
    tudo bem?
    Esse gênero de distopia cada vez mais me conquista. Os livros que li, me surpreenderam, as histórias são fantásticas. Adorei essa resenha que fez!!!!! Fiquei super animada com esse livro, nunca li nada no espaço, super diferente e você disse que é adrenalina pura, então, já coloquei na lista.
    E a capa realmente é linda!!!!!
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila, não foi um dos melhores livros que li, mas sendo uma distopia que é um gênero que não curto muito, o livro conseguiu me surpreender e gostei da história.
      Bjus

      Excluir
  9. Fiquei chocada com algumas coisas que acontecem, mas na minha cabeça imaginava coisas bem piores.
    Gosto de distopias, mas geralmente acabo me decepcionando, felizmente ADOREI o livro

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pah, tem uns lances meio chocantes mesmo, mas nada que me fizesse deixar a leitura. Eu não curto muito distopia, mas acabei gostando do livro.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!