[RESENHA] A Transformação de Raven - Série Noites em Florença #1 - Sylvain Reynard - Editora Arqueiro


Bom dia leitores!
Que tal começar o fim de semana, com uma super dica de leitura?


Se você gosta de livros que envolvam romance, sensualidade, história, arte e sobrenatural, este é pra você.


A TRANSFORMAÇÃO DE RAVEN

Ficha Técnica:
Título Original: The Raven
Tradução: Fernanda Abreu
Páginas: 448
Lançamento: 12/03/2015
ISBN: 9788580413861
EAN: 9788580413861
Preço: R$ 39,90
Preço E-Book: R$ 24,99

Sinopse:
Florença, o berço do Renascimento. Um lugar culturalmente fervilhante, perfeito para quem quer esconder segredos ou está em busca de uma segunda chance. Como a doce Raven, que se muda para a cidade na tentativa de esquecer os traumas do passado e se dedicar à sua maior paixão: a restauração de pinturas renascentistas.
Um dia, voltando para casa do trabalho na Galleria degli Uffizi, sua vida muda para sempre. Ao tentar evitar o espancamento de um sem-teto, Raven é atacada. Sua morte parece iminente, mas seus agressores são impedidos e brutalmente assassinados. Assustada e prestes a perder os sentidos, ela só consegue vislumbrar uma figura sombria que sussurra: Cassita vulneratus.
Ao despertar, Raven faz duas descobertas perturbadoras: uma semana se passou desde o ocorrido e ela se transformou por completo. Quando volta ao trabalho, mais uma surpresa: alguém conseguiu burlar o sofisticado sistema de segurança da galeria e roubar a inestimável coleção de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia.
Em busca da verdade, Raven cairá diretamente nos braços do Príncipe de Florença – tão belo quanto poderoso, tão sedutor quanto maligno –, que lhe apresentará um submundo de seres perigosos e vingativos, cujas leis ela precisa aprender depressa se quiser se manter viva e salvar os que a cercam.
A transformação de Raven marca o início da série Noites em Florença, cujos personagens foram apresentados em O príncipe das sombras.
LEIA UM TRECHO.

Capas originais

O Príncipe das Sombras, foi publicado pela Arqueiro antes deste. Em O Príncipe temos a introdução à série. Caso queira conferir a resenha que fiz sobre ele, é só clicar na capa abaixo:




"Eu sou o monstro, escondendo-se na escuridão."

Em sua primeira incursão no romance paranormal, Sylvain Reynard mais uma vez consegue me envolver com uma história eloquente, rica e vibrante, sobre duas pessoas improváveis ​​de conviverem em um mesmo mundo, e junto a isto os perigos que espreitam nas sombras das ruas de Florença. O pano de fundo para o livro é a bela cidade de Florença (Itália), com passagens pela Galeria Uffizi. 

Já faz algum tempo desde que eu terminei de ler os livros de Gabriel e foi bem agradável poder mergulhar novamente no estilo de Sylvain, que sempre coloca em suas histórias uma jornada exuberante com notas de redenção, amor, sacrifício e religião, animados pela beleza da arte e da história. O estilo de escrita tem um quê de lírica, e com um ritmo de história que vai ganhando impulso gradualmente. 

O livro é narrado em terceira pessoa e com isso podemos acompanhar melhor o que se passa na mente dos dois personagens. Eu gosto muito de livros narrados assim.

Nosso herói, ou melhor anti-herói, é um vampiro secular que governa o submundo de Florença. O príncipe, como ele é conhecido, é um homem que valoriza a disciplina, detesta pessoas indulgentes e enterra segredos como um meio de fortalecer o poder e influência que tem sobre os de sua espécie. Ele é ao mesmo tempo temido e desejado. Um ser charmoso, bonito e sensual em seu exterior, mas que esconde um terror e uma grande crueldade em seu interior. E gostei muito desta dualidade.


Um conjunto de ilustrações de valor inestimável da Divina Comédia de Dante estão em exposição na galeria onde Raven passa seus dias restaurando arte renascentista. 
Raven é uma heroína única.  Que eu me lembre este é o primeiro romance paranormal que eu li, onde a heroína é de uma beleza atípica (ela é gordinha devido a problemas de saúde), ligeiramente deficiente e totalmente ingênua quando se trata de elementos paranormais. No entanto, ela é forte, inteligente e apesar de alguns problemas emocionais, ela não decepciona. Apesar de alguns deslizes, eu gostei da personagem. E por este motivo achei lindo quando William ( o príncipe) se interessa por ela.

Uma noite, durante a sua ida para casa a pé, ela se depara com o pior tipo de perigo, quando ela defende um homem sem-teto, que está sendo espancado e sangrando nas mãos implacáveis ​​de seus atacantes. Antes que ela mergulhe para a escuridão, à beira da morte, Raven está consciente o suficiente para perceber que o pior está por vir, mas de repente, alguém ou alguma coisa atrapalha tudo. Seus atacantes gritam e ela apaga de vez. Raven acorda sem memória da semana anterior. Não só isso, mas ela olha e se sente diferente. Tanto assim, que ao voltar para o trabalho, ninguém a reconhece. Pior ainda, o seu desaparecimento coincide com um roubo na Galeria Uffizi, a tornando a principal suspeita no caso.

O que se segue é uma história de suspense de dois mundos em colisão, duas pessoas muito diferentes se unindo. O Príncipe relutantemente ajuda Raven, mas cada vez que ele corre para resgatá-la, ele a puxa mais um pouco para um mundo que ela não deveria conhecer.


Você terá a oportunidade de rever os Emersons (Gabriel e Julianne). E com o mistério do roubo foi ótimo poder ver duas linhas de histórias diferentes se fundirem com um único toque. Eu teria gostado de ver alguma ação a fim de reforçar a crista emocional que vemos entre os nossos dois protagonistas. Eu acho que teria sido uma boa ação para abastecer a parte de suspense da trama, mas mesmo assim, estou ansiosa para ver o que acontece a seguir com Raven e o Príncipe enfrentando as conseqüências de suas decisões.

Sylvain, mais uma vez criou personagens interessantes, profundos, mas com falhas que podem ser encontradas em pessoas reais. Eles nos levam a uma viagem através de Florença, permitindo-nos uma visão diferente da cidade e com uma leve introdução em arte. Na verdade, eu adoraria ir para Florença agora e ver algumas dessas obras de arte famosas que foram mencionadas durante a história. 

Em minha opinião não é necessário ler O Príncipe das Sombras antes de ler  A Transformação de Raven,  embora eu ache que seria melhor apreciado se forem lidos em sequência. Sensual, sedutor e inteligente, A Transformação de Raven é escrito com elegância e vividamente no estilo único de contar histórias, que é a marca registrada de Sylvain Reynard.

Sobre a publicação só tenho a elogiar. A capa é bonita e tem a ver com a história. Fontes, cor das páginas e toda a diagramação estão impecáveis como sempre.

Se você gostou da série Gabriel ou curte um bom romance sobrenatural, este livro é uma ótima escolha para a sua próxima leitura. 













Bjus doces.

21 comentários:

  1. oiiii!! Vim conferir o post novo porque eu sempre esqueço de comentar mesmo eu vindo sempre que eu lembro. Como eu sigo um monte de blogs eu nunca sei quando cada um vai postar um texto novo e tal kkk eu fico todo perdido.. Enfim, aqui estou eu e adorei o post. Abraços, Guto!

    lumenseries.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma loucura mesmo Guto! kkkk
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  2. O livro parece bem interessante. O que me chamou mais a tenção foi o lugar onde se passa. Fugindo um pouco dos EUA.
    Eu gosto de estórias que envolvam o sobrenatural, então acho que iria gostar dessa também.

    Beijo,
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você curte sobrenatural, tem tudo para se agradar dessa Raíssa.
      Bjus

      Excluir
  3. Oii!!!

    Achei uma história incrível. Fiquei bem curiosa com essa leitura. Quero ler!

    beijos

    http;//mundo-restrito.blogspot.com.br
    @rs_juliete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliete, leia que o livro é muito bom.
      Obrigada por sua visita e comentário.
      Bjus

      Excluir
  4. Gente do céu! Nunca tive muita curiosidade com essa série, mas o pouquinho que saquei da história pela resenha já foi suficiente pra me deixar curiosa aqui, principalmente com a relação dos personagens. Assim que puder vou ler também *-*

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem tag do skoob no blog, vem ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, até agora estou gostando e ansiosa pelos próximos.
      Se ler me conta o que achou.

      Excluir
  5. Oi
    Gostei da resenha e parece ser um livro legal, não li nada dessa autora mais só vejo elogios. Gostei de saber que a protagonista tem uma beleza diferente das que normalmente encontramos em livros. Quem sabe futuramente eu leia ele.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, eu gosto da escrita da Sylvain. E achei muito legal o lance da protagonista.
      Bjus

      Excluir
  6. Me pareceu um pouco com uma releitura de Dan Brown - então é claro que amei! Sério, Lia, não vejo a hora de ler. E a resenha ficou ótima!

    Beijão, Guta!
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Guta. Se você gosta de livros meio sombrios, densos, e com romance vai gostar desse. Bjus

      Excluir
  7. Oiiiêê!!!
    Nossa, acho que essa é a primeira resenha que vejo do livro, acho que vou compra-lo tambem, a capa esta muito linda, adorei essa fonte da capa,
    Bjks

    Passa Lá No Meu Blog: http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Netinho, tudo bem?
      A capa ficou boa mesmo.
      E a história é muito legal.
      Bjus

      Excluir
  8. Olá Lia,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, achei a premissa interessante e fiquei bem curioso, ótima resenha e dica...bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marco.
      Se tiver a oportunidade leia e passe por aqui pra me contar o que achou.
      Bjus

      Excluir
  9. Nossa, show sua resenha. Sinceramente quando vi a capa desse livro e li a sinopse o livro não me interessou muito, mas a resenha em si mudou em parte essa ideia. O que mais me agradou foi o fato da personagem ter seus próprios defeitos físicos... É tão raro termos personagens assim hoje em dia.

    Começo a pensar seriamente na possibilidade de lê-lo.rs

    http://conchegodasletras.blogspot.com.br/2015/04/tag-chocolate-literario.html?showComment=1428785605484#c1555263969226419126

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, seja bem vinda ao Doces Letras.
      Eu gosto demais da Sylvain, e adorei o livro!
      Se chegar a ler passe por aqui e me conte o que achou!
      Bjus

      Excluir
  10. por favor quero muito o segundo livro .estou a espera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou ansiosa pela continuação.
      Obrigada pelo comentário.

      Excluir
  11. Adorei todos os livros de SR, adorei também a sua resenha, compartilho de suas opiniões gostei muito da sua análise e sua escrita é impecável, o que infelizmente é muito raro hoje em dia.
    Parabéns

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!