[RESENHA] O Príncipe dos Canalhas - Loretta Chase - Editora Arqueiro


Bom dia leitores!

Saindo do forninho literário, mais uma deliciosa resenha para vocês!
A dica de hoje é de um livro onde o amor nem sempre é a melhor escolha e as escolhas nem sempre são totalmente acertadas...


O PRÍNCIPE DOS CANALHAS

Ficha Técnica:
Título Original Lord of Scoundrels
Tradução Ivar Panazzolo Junior
Páginas 288
Formato 16 x 23 cm
Peso 290 g
Acabamento brochura
Lançamento 04/05/2015
ISBN 9788580413991
EAN 9788580413991
Preço R$ 29,90
Preço E-Book R$ 19,99

Sinopse:
Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent... Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.
LEIA UM TRECHO.

CAPA ORIGINAL
Imagem retirada do site Goodreads

Sobre a autora:
Imagem retirada do site da autora
Loretta Lynda Chekani nasceu em 1949 numa família albanesa. Assim que aprendeu a escrever, passou a pôr no papel as histórias que inventava. Formou-se em inglês pela Clark University, onde trabalhou meio período como professora, ao mesmo tempo que escrevia roteiros. Foi quando conheceu um produtor que a inspirou a publicar suas histórias. Os dois acabaram se casando. Com o sobrenome do marido, Loretta Chase vem publicando romances históricos desde 1987, pelos quais ganhou vários prêmios, inclusive o RITA, da Associação Americana de Escritores de Romances, por O príncipe dos canalhas.

CURIOSIDADE
A editora Arqueiro, irá lançar mais alguns livros da autora, e eu já estou mega ansiosa para conferir todos! lol

Imagem retirada do site da autora.

Entre os que serão lançados teremos The Last Hellion, que faz parte da mesma série de O Príncipe dos Canalhas, onde poderemos ter vislumbres dos protagonistas.

Imagem retirada do site da autora.
E a série The Dressmakers, uma série onde em cada livro teremos a história de uma das irmãs, e onde iremos encontrar roupas fabulosas, homens lindos e extremamente tortuoso e mulheres ambiciosas.


Pelo que eu me lembre, nunca tinha lido nada de Loretta Chase antes.
Mas já tinha escutado falar muito nesta autora e em seu jeito peculiar de escrever.
Por isso assim que vi que a Arqueiro iria publicar um de seus livros mais aclamados pelos leitores americanos, fiquei ansiosa para conferir.

Como sempre acontece, quando gosto muito de uma história, tive dificuldade de fazer esta resenha. Foram dias, com a história ali, passeando nos meus pensamentos, e nada de conseguir juntar as ideias e colocá-las no papel... Fora a ressaca literária. Quase uma semana sem conseguir ler nenhum outro livro, o que para uma blogueira faz muita falta...

Como a sinopse já nos conta um bocado da história, o que colocarei abaixo é somente uma ideia geral do livro + minhas impressões + passagens que foram determinantes para que ele se tornasse um dos romance de época favoritos.

Jessica Trent chega a Paris para resgatar seu estúpido irmão, Bertie, que está aos poucos se denegrindo, e perdendo sua fortuna, por se associar com um grupo que tem má fama entre a sociedade parisiense, e o líder deste grupo é Sebastian, marquês de Dain.

Sebastian aprecia seu papel de devasso, endiabrado e prepotente, e gosta de ser conhecido como Lorde Belzebu, um apelido que ganhou faz tempo e que já incorporou ao seu caráter.
Dain, foi hostilizado por seu pai desde o seu nascimento, por ser considerado feio e estranho. O pai de Dain chegou ao absurdo de considerá-lo uma "abominação". Amaldiçoado e desprezado quando criança, dotado de um "nariz grosseiramente grande" e "membros mal proporcionados" herdados do lado de sua mãe italiana.
Dain tinha sido sempre o proscrito por causa de seu grande corpo e sua pele morena. Para compensar esta falta de estima e amor em sua vida, Dain resolve nunca se envolver ou cuidar de outra pessoa e viver somente para seu próprio prazer dissoluto.


Quando Jessica encontra a causa da potencial queda de seu irmão, ela se apaixona instantaneamente. Ela é inexplicavelmente atraída para o grande, escuro e desmedidamente bruto Lorde Dain. Ela não sabe o que fazer sobre isso.
Dain é igualmente atraído por Jessica o que é inaceitável para ele, justamente por ela ser uma senhora bem-educada, solteira por sua própria escolha e uma intelectual. Essas qualidades são totalmente contrárias ao que Dain acha que merece ter em uma mulher. Ele está mais acostumado as cortesãs que habitam o seu mundo.

Dain é um bruto, mas a autora fornece um motivo para este comportamento que nos deixa mais do que propensas a desculpar sua impertinência, muitas vezes infantil. Ao mesmo tempo, ele nunca é cruel. Ele é mais um homem confuso pisoteando ao redor, levando as pessoas para longe dele, antes que elas possam debochar de seu enorme tamanho ou de seu nariz grande e portanto desta forma machucá-lo. Ao mesmo tempo percebemos que Dain tem um grande potencial dentro de si. Que ele é capaz de amar, de perdoar e de fazer alguém feliz!
E sentimos isto nos pequenos gestos, e em algumas de suas falas. E aos poucos temos a revelação de um homem que tem dificuldade para expressar seus pensamentos e emoções.

O primeiro encontro de Jessica e Dain é numa loja de antiguidades, e foi neste momento que a autora me ganhou. Simplesmente foi ali, durante aquela cena, aqueles diálogos que fui completamente conquistada pela escrita e pela história de Loretta Chase.

Nesta loja, nossa heroína acaba comprando uma peça que além de bela é muito valiosa e pela qual ela acabando pagando pouquíssimo... Esta peça de antiguidade fará parte de toda a história, e por causa dela e através dela muitas situações primordiais para a história irão se desenrolar.

Uma das coisas mais tocantes e deliciosas neste romance, é a maneira como Dain se recusa a ser manipulado por Jessica e fica furioso ao sentir que está atraído por ela. Pela primeira vez, uma mulher que não é uma cortesã, consegue prender sua atenção e fazer seu coração palpitar mais forte. Jéssica é muito bonita para ser um prêmio para alguém como ele que foi tido durante toda sua vida como uma abominação, muito grande e feio. Ainda mais desconcertante para Dain é quando ele percebe que Jessica parece estar atraída por ele também.


Quando eles são pegos em uma posição comprometedora, Dain se recusa a reparar a reputação de Jessica ao se casar com ela. Ele a deixa em uma situação constrangedora e da qual ele acha que ela não irá se recuperar e pela qual deixará de se interessar por ele de uma vez por todas.
Por isso, a cena em que ela  entra em um dos antros que ele frequenta e atira no braço dele e exige um acordo financeiro por arruinar sua reputação, foi uma das melhores para mim. Eita mocinha porreta!


O Príncipe dos Canalhas, brilha nos diálogos e nos episódios memoráveis.
Jess e Dain têm alguns dos melhores diálogos que eu já li, e eles têm um jeito todo deles de inserir insultos amistosos no meio de trocas sinceras de amor, que fazem toda a diferença.

A beleza desta história, é que muito tempo depois que eu fechei o livro, eu ainda podia me lembrar dos pequenos acontecimentos - e se eu os descrevesse aqui,  seriam spoilers - pequenos momentos que me pareceram tão especiais .

Quanto a parte técnica do livro, só tenho elogios. A Arqueiro nos presenteou com uma capa linda! Uma diagramação e revisão ótimas e uma publicação impecável.

Dain e Jess parecem reais para mim e senti como se os conhecesse há muito tempo!
Suas discussões, alfinetadas, e diálogos me fizeram rir e suspirar  por várias vezes. Este livro é muito bem escrito. Loretta fez com que eu me sentisse participando da história e acompanhando de perto Jess e Dain, em sua confusa, difícil e deliciosa caminhada para encontrar o seu final feliz.

Super recomendo!

Bjus

23 comentários:

  1. Oi linda, adorei o post sobre esse livro estava querendo comprar um livro bom mas a maioria que eu achava já tinha lido eu me interessei por esse!
    Estou seguindo!
    Beijos!
    http://adolescentecharmosaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mikaela, seja bem vinda ao Doces Letras!
      Obrigada por sua visita e comentário!
      bjus

      Excluir
  2. Oi Lia!!

    Nunca tinha ouvido falar da autora, as capas da Editora me ganharam sabe, ainda vou ler estes livros, dá vontade de entrar dentro da história.
    Muito ruim quando agente não consegue colocar no papel tudo que agente quer do livro. Sua resenha está ótima, gostei de Sebastian hehe, adoro personagens instigantes, e o apelido é ótimo!
    Parabéns pela resenha, espero ler em breve, vai para os desejados..

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mila, obrigada!
      Eu amo romances históricos e de época, então sempre estou a cata de autoras do gênero...kkkk
      Se tiver oportunidade leia, porque a história é ótima.
      Bjus

      Excluir
    2. Oi Lia, eu li e Amei!!
      Nossa, li em 2 dias hehe
      Valeu pela dica!

      Beijos

      Excluir
  3. Oie, Lia.

    Estou louca com esse livro. Acho a capa maravilhosa. Também não li nada da Loretta e estou bem animada. Mulher tu ficou de ressaca literária eu não posso ficar assim. Já sofri que nem você para escrever uma resenha. Amo demais o livro e fico perdida. Espero em breve poder ler a história de Dain e Jéssica.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula, fiquei de ressaca mesmo... Esta semana que comecei a ler outro livro e isto pra gente é péssimo né??? kkk
      Acho que você vai gosta muito deste livro. Depois me conta o que achou.
      Toda vez que gosto muito de um livro este bloqueio acontece.
      Bjus

      Excluir
  4. Não conheço essa autora, mas amei a capa... obrigada pela dica.
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Willow, eu já conhecia, mas este é o primeiro livro dela que leio e já fui conquistada por sua escrita.
      Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  5. Oi, Lia! Td bem?
    Conheci seu blog agora, já estou seguindo e curtindo a pagina. Estou o achando lindo! Há mto tempo quero ler esse livro, pois quero testar uma leitura e um romance histórico, genero que nunca li! Amei a resenha, bjs ^^^

    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan, tudo bem?
      Seja bem vindo ao Doces Letras!
      Pode se jogar na leitura sem medo!
      Abraço.

      Excluir
  6. Olá Lia,

    Li algumas resenhas desse livro e todas foram positivas, a sua não foi diferente, não estava na minha lista de desejados, mas que sabe eu leia. Parabéns pela resenha.


    Abraço.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marco.
      Se você gosta de históricos com pegada hot, e um pouco de ação, acho que vai gostar deste.
      Abraço.

      Excluir
  7. Oi Lia,
    a sua resenha só me deu mais vontade de ler, ele já está em meus desejados tem um tempo e espero ler em breve.
    Beijos
    www;estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi,
      Leia sim flor, o livro é uma delícia!
      Bjus

      Excluir
  8. Oi Lia, tudo bem?
    Eu não imaginava que esse enredo oferecesse tantos elementos interessantes.
    E sua resenha está tão completa e empolgante que é impossível não se render aos príncipe dos canalhas, preciso conhecer esse Dain que consegue ser bruto sem ser cruel.
    E seus comentários quanto aos diálogos criado pela autora me deixaram curiosa pra conferir.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paty, o livro foi uma grata surpresa.
      A autora fez uso de vários elementos que combinados ficaram perfeitos.
      História boa, que flui fácil e muito gostosa!
      Vale a pena conferir.
      Bjus

      Excluir
  9. Oi Lia, sua linda, tudo bem
    Eu já li algumas resenhas desse livro, todas elas apaixonantes, tanto que o livro está no top dos meus desejados. Mas a sua resenha conseguiu trazer o lado humano deles, vocês colocou não a história, mas os personagens na minha frente. A cada palavra sobre ele, eu só queria colocar ele no colo e lhe dar muito amor!!!!!! Que pai cruel que ele teve. Isso não se faz com uma criança. Mas que atitude imperdoável a que ele teve com ela, ainda bem que ela vai dar um show!!!!!!! Adorei sua resenha e adorei esse livro, preciso dele!!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila, Dain é um menino levado, mas que só precisa de muito amor!
      Leia e depois me conte suas impressões da história.
      Um dos melhores que já li.
      Bjus

      Excluir
  10. Oi Lia! amada esse livro está bombando, né? Com te disse antes, estou numa fase muito de livros policiais, mas estou bem curiosa por esse livro, e você trazendo o lado mais humano dos personagens, deixou a resenha muito instigante e me fez querer ler o livro, outro dia passando pela Amazon, eu até o comprei, mas deixei para depois, coisa de leitora meio compulsiva, kkkkkkkkkkkkkkkkk. mas irei lê-lo em breve, e aí te digo o que achei dele. bju
    www.amorascompimenta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eykler, este livro é muito fofo amiga.
      Você deveria ler ele logo.
      Tenho certeza que vai apreciar o casal.
      Bjus

      Excluir
    2. Lia, querida, preciso de um romance que me tire um pouco dos dramas lacrimejantes e das realidades dolorosas que adoro ler... Quero um canalha que me atraia, hahaha, um livro que me jogue no tempo, me faça sentir como era ser uma mocinha com reputação a zelar em outras épocas... como é o proibido e o arrebatador... Ai, que delícia de história, que paixão na sua resenha!
      Já para a lista.

      Beijo!

      Minha nova resenha: As Pontes de Madison:
      As Meninas que Leem Livros

      Excluir
  11. Manu sua linda!
    Pode se pegar com esse canalha sem medo, que ele é dos bons!!!
    Adorei seu comentário! hahahahahaah
    Bjus

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!