[RESENHA] A Primeira Chance - Abbi Glines - Editora Arqueiro


Bom dia leitores!


Como estamos nesta linda terça-feira? Espero que estejam todos bem e animados!
A resenha de hoje é sobre uma história de incertezas, medos e  possibilidades.
Vamos conferir?

A PRIMEIRA CHANCE

Ficha Técnica:
Lançamento: 01/10/2015
Título original: Take a Chance
Tradução: Flavia Souto Maior
Gênero: Romance / Ficção
Número de Páginas: 224
ISBN: 9788580414592
EAN: 9788580414592
Preço: R$ 24.90
E-Book
eISBN: 9788580414608
Preço: R$ 16.99
Sinopse:

Harlow é uma jovem incomum. Filha de um astro do rock, a garota bonita e inocente nunca se aproveita da fama do pai e prefere levar uma vida sossegada. Mas seus dias de tranquilidade terminam quando ele sai numa longa turnê de nove meses e ela vai passar esse tempo na Flórida com sua meia-irmã Nan.

O problema é que Nan a odeia. Acostumada a ser o centro das atenções, ela morre de inveja de Harlow, que, além de ser a queridinha do pai, atrai os olhares masculinos por onde passa.

Harlow não entende por que Nan a maltrata tanto, mas acha melhor se esconder atrás de seus livros e passar o maior tempo possível no quarto para não correr o risco de provocar sua ira. Porém seus planos vão porágua abaixo quando ela esbarra com Grant Carter de cueca na cozinha.

Grant cometeu um erro terrível ao passar uma noite com Nan, sua ex. Ela conhece seus pontos fracos e sabe seduzi-lo, mas ele se arrepende por ter caído em tentação. E logo no dia em que conhece Harlow, a garota que faz seu coração acelerar.

Grant está desesperado para conquistá-la, mas será que destruiu suas chances antes mesmo de conhecê-la? Só o que Harlow quer dele é distância. Afinal, que tipo de pessoa se envolveria com uma criatura amarga feito Nan?
LEIA O PRIMEIRO CAPÍTULO.
Sobre a Série:

A Série Rosemary Beach é composta por cinco séries que se agrupam, são elas:
01 - Too Far / 02 - Perfection / 03 - Chances / 04 - Tripp / 05 - Mase

Como os leitores podem perceber a histórias se entrelaçam e alguns livros nos deixam pistas sobre o enredo ou a linha que será seguida em outros livros. Em minha opinião o leitor deve manter esta ordem abaixo (retirada do site Goodreads), para que consiga se situar melhor.
  • 1. Fallen Too Far (Rush & Blaire) / Paixão sem Limites - Resenha
  • 2. Never Too Far (Rush & Blaire) / Tentação sem Limites - Resenha
  • 3. Forever Too Far (Rush & Blaire) / Amor sem Limites - Resenha
  • 4. Rush Too Far (Rush & Blaire) / Rush sem Limites - Ainda não li.
  • 5. Twisted Perfection (Woods & Della) / Estranha Perfeição - Resenha
  • 6. Simple Perfection (Woods & Della) / Simples Perfeição - Resenha
  • 7. Take A Chance (Grant & Harlow) / A Primeira Chance - Esta resenha
  • 8. One More Chance (Grant & Harlow) / Ainda sem título em português e sem previsão de lançamento 
  • 9. You Were Mine (Tripp & Bethy) / Ainda sem título em português e sem previsão de lançamento 
  • 10. Kiro's Emily (FREE novella) / Ainda sem título em português e sem previsão de lançamento 
  • 11. When I’m Gone (Mase & Reese) / Ainda sem título em português e sem previsão de lançamento 
  • 12. When You're Back (Mase & Reese) / Ainda sem título em português e sem previsão de lançamento 
  • 13. The Best Goodbye (Captain) / Ainda sem título em português e sem previsão de lançamento 
  • 14. Up In Flames (Nan) / Ainda sem título em português e sem previsão de lançamento 
  • 15. Title TBA (Dean) (less) / Ainda sem título em português e sem previsão de lançamento 

Eu adoro esta série e gosto da maioria dos personagens. Até o momento o meu personagem preferido é o Woods. Ele é o meu queridinho. A única personagem da qual não consigo sentir outra coisa que não asco, é a Nan... E a dita cuja mais uma vez nos mostra suas garras. Oh mocinha difícil de tragar...

Neste livro iremos conhecer a história de Harlow e Grant, dois personagens que já me despertavam interesse nos outros livros. Harlow é irmã de Nan, a possuída, e sofre na mão dela. Nan está sempre aprontando pra cima de Harlow e com isto infernizando a sua vida. Grant é irmão por consideração de Rush. Um cara que ainda não se encontrou completamente na vida e que tem medo de se envolver e ficar dependente de alguém. Os dois não poderiam ser mais diferentes entre si e em suas personalidades. Ambos têm sua parcela de incertezas e medos.
Imagem retirada do Google
Harlow Manning é calma, introvertida, amável, amante da leitura e tem grande força interior. Mas também tem seu lado inseguro e tem medo de deixar que as pessoas se aproximem muito. Ela também não quer se envolver, se apaixonar. Até que Grant entra em sua vida e tudo começa a mudar.

Grant é um personagem interessante, eu sempre gostei dele. mas eu detestava sua escolha de estar com Nan, a cada vez que ela estalava os dedos como se fosse um cachorrinho. Por isto quando iniciei este livro, eu estava ansiosa para vê-lo crescer e aprender a apreciar um relacionamento que fosse bom, que viesse do coração e não apenas físico...
Grant sempre foi ignorado por seus pais. E em minha opinião foi isto que o fez um típico playboy, daqueles que encontram prazer em transas de curta duração. Ao mesmo tempo há nele uma necessidade intrínseca de consertar o que está errado, quer seja com pessoas ou situações e é essa necessidade que conseguiu me explicar um pouco a sua afinidade com Nan. Porque vamos ser honestos, quem realmente consegue aturar Nan? Na cabeça maluca de Grant, Nan precisa de conserto e essa sua tendência para consertar o mundo é realmente enraizada nele. Ele quer ser desejado, precisa se sentir necessário e precisar ser o herói das situações.

Harlow vai ficar na mansão de Kiro, seu pai, enquanto ele está viajando em turnê. Kiro acha que ela estará mais segura em Rosemery, já que Rush vive por lá e pode ficar de olho nela. Mesmo tendo que ficar com Nan na mesma casa, Harlow acha que pode aguentar, principalmente se mantendo sempre em seu quarto, com seus livros. O que irá se mostrar não ser nada fácil na prática. Ainda mais quando Grant aparecer. O clima entre eles muda, e ambos irão sentir uma forte ligação.
" - Eu quero ficar perto de você. Quando estamos juntos, todo o resto desaparece e eu não consigo me concentrar em mais nada além de você. Foi isso que me assustou, mas resolvi que era inútil ter medo desse sentimento. O que temos é especial. Você é especial." - Grant - Pág. 100
A história está repleta de angústia, comportamentos intensos, uma química fervente e um grupo de amigos muito leais uns aos outros. Eu gostei muito de rever Rush, Blaire e todos os outros. Foi bom para matar as saudades.

Um personagem novo e muito interessante, deliciosamente interessante, surge neste livro, e posso afirmar que já gostei dele e fico feliz de saber que ele também terá sua história. Mase é irmão de Harlow e Nan por parte de pai, e um fofo. Super amoroso e protetor com Harlow, e sempre pronto a estar por perto quando ela precisa de seu apoio. Abbi é amor gente! kkk
" Esperei que ele dissesse algo. Mas Grant ficou calado. Inúmeras emoções passaram pela mente dele. Eu sabia que ele estava magoado. Também sabia que se sentia traído, e eu odiava ser a responsável. Mas, pela primeira vez na vida, me coloquei em primeiro lugar. Desejei Grant Carter e suas palavras doces e mágicas. Me permiti tê-lo e esquecer dos fatos." Harlow - Pág. 217
O final é um cliffhanger. A história de Grant e Harlow ainda está inacabada. Apesar disso, não é nada desesperador, pra quem já está acostumada e acompanha a série. Bom, não é desesperador mas estou ansiosa pelo próximo do mesmo jeito.

Sinceramente não sei explicar o que tem nos livros da Abbi Glines que nos vicia. É só iniciar a leitura para se ver logo completamente envolvida e desesperada para saber o final. Mesmo sabendo que as histórias são simples, clichês e tudo o mais, eu não consigo me separar do livro até finalmente ler a última frase. E confesso que às vezes retorno a alguns capítulos ou trechos para reler, como se os quisesse manter por mais tempo em minha mente e coração. Coisa insana não? kkkk

Quanto a parte técnica do livro, mais uma linda capa e uma publicação no capricho da Editora Arqueiro.

Primeira Chance é mais um romance sedutor, envolvente e com uma boa carga dramática desta série que já se tornou uma das minhas queridinhas. Super recomendo. Bjus


8 comentários:

  1. Oi, Lia!
    "Nan, a possuída" eu ri. Realmente tem uns personagens por aí que só podem estar possuídos pelo capiroto.
    Gente, eu não sabia que tinha esse bando de livro dessa série. Um dia, quando a minha lista de leitura diminuir, eu leio hahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Nan parece possuída mesmo... Só lendo pra entender... kkkkkk
      Pode ler a série sem medo, é uma delicinha.
      Bjus

      Excluir
  2. Lia adorei a informação da ordem que deve seguir os livros porque eu estava totalmente perdida. Ajudou demais.
    Também fiquei surpresa com a quantidade de livros, não imaginava que era enorme.
    Agora sua resenha... Menina eu preciso desse livro.Sua resenha mostra que a leitura envolve e mexe com as emoções.

    Bjão

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kênia, tem que ler logo amiga! Leitura viciante... kkkk
      Obrigada pelo carinho.
      Bjus

      Excluir
  3. Menina fiquei super interessada nesse livro eu li paixão sem limites a alguns anos e fiquei com uma saudade da escrita da Abbi. Adorei sua resenha simples, direta e sem spoiler.
    http://livrandocommar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Raquel, tudo bem?
      Seja muito bem vinda ao Doces!
      A escrita da Abbi é viciante mesmo...
      Bjus

      Excluir
  4. Oi Lia! Eu também sou fãs dos livros da autora, li todos desta série e sempre são leituras deliciosas e envolventes. Meu queridinho é Rush, e vê-lo tão presente em todos os livros é deliciosos. Grant foi uma surpresa agradável, nos livros anteriores eu tinha outra visão dele, bem controversa e finalmente consegui entendê-lo. Que venha o próximo.


    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cida, como disse na resenha eu também curto muito os livro da Abbi. Os acho viciantes.
      Também acho legal o lance de poder ter contato com todos os personagens durante as várias histórias.
      E que venha o próximo!
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!