[RESENHA] Um Brinde aos que Vão Morrer - Tuca Hasserman - Amazon


Bom dia seus lindos!


Mais uma resenha de livro nacional chegando pra vocês!
Hoje vou falar de um livro que me deixou completamente surpreendida!
Vem comigo...


UM BRINDE AOS QUE VÃO MORRER 


Se existisse concurso para Miss Universo Manipulação, Quilly Jensen sem dúvida seria coroada. Ela decidiu que se casaria com um homem rico e teria uma vida de rainha. Sim, muitas mulheres bonitas e inteligentes já tiveram essa mesma ideia. Mas quantas conseguiram? Porque não basta ser linda, sexy e brilhante. É necessário saber enxergar o outro por dentro. Quilly tem esse dom. Ela vai enredando em sua teia aqueles de quem deseja obter vantagem e informações de um modo que eles nem sequer percebem o que estão fazendo. E a partir daí ela se movimenta, como num muito bem elaborado tabuleiro de xadrez.Obstáculo é uma palavra que Quilly Jensen traduz como oportunidade de aprendizado. Por isso, o fato de seu alvo – o advogado e empresário milionário Jorge Azevedo – ser casado e ter uma amante não a desencoraja nem por um segundo.
Porém, cada ação tem sua consequência neste mundo. E as atitudes de Quilly irão desencadear situações terríveis, e por vezes letais, para muitos ao seu redor. E é aí que ela demonstra ainda mais a sua força, o seu poder. Porque nenhum amigo ficará sem seu apoio; e nenhum inimigo dormirá em paz. Experiente, bela, sensual, cínica, irônica, debochada. Essas são algumas palavras que a definem. E que despertam a paixão dos homens e o ódio das mulheres.Neste romance policial, narrado sempre em primeira pessoa, você encontrará um perfeito manual de sedução. E uma anti-heroína que lhe despertará todo tipo de emoções, porque além de tudo ela não se deixa levar pela hipocrisia humana.
Talvez você venha a amá-la. Talvez venha a desprezá-la. Mas uma coisa é certa: você nunca mais irá esquecê-la.
LEIA UM TRECHO || SKOOB || AMAZON

Ilustração de capa de Olivia Lobo Goular
Confira este e outros trabalhos em www.olilobo.com

TUCA HASSERMAN


Tuca Hasserman tem formação em Língua e Literatura Portuguesas pela PUC-SP, e é profissional de letras há mais de 25 anos. Seu primeiro livro, o romance policial "Um brinde aos que vão morrer", foi lançado pela Arx na Bienal Internacional do Livro de 2006, em São Paulo, Brasil. Na sequência ela escreveu três romances da tradicional série Sabrina: "Ecos do passado" e "A cartomante" (pseudônimo Sophia Kaplan), e "O príncipe e a plebeia". Após um longo período sabático (durante o qual retirou um "n" de seu sobrenome) ela retorna com seu novo livro, o thriller "Os olhos atrás de você", e o relançamento de “Um brinde aos que vão morrer”.
Tuca não se restringe a um gênero apenas. Ela transita pelo romance e pelo horror e mistério com a mesma intensidade. Aliás, "restrição" não é uma palavra que se encontre em seu vocabulário.
Tuca ama animais, é apaixonada por gatos e se sente muito abençoada pela vida, por ter um dom tão maravilhoso como o da escrita. E sente um prazer imenso ao manter comunicação constante com seus leitores, a quem dedica profundo carinho.
Curiosidade: Vocês lembram da Nova Cultural? Faz algum tempo, que a editora acabou mas sei que muitas lembram. Foi através desta extinta editora que adentrei o mundo dos romances e foi lá também que fiquei conhecendo a escrita e o talento da autora. A Nova Cultural publicou seu romance O Príncipe e a Plebeia e apesar de não me lembrar exatamente da história, posso dizer com certeza que gostei. Inclusive fiquei super a fim de ler de novo. 


Surpreendente! Esta é a primeira palavra que me ocorreu, quando comecei a fazer esta resenha. Tuca Hasserman trouxe um enredo novo, inteligente e completamente diferente de tudo que eu já tinha lido dentro deste gênero. Foi uma das leituras mais surpreendentes que já fiz nos últimos anos.

Sabe aquela história, que nem o título e nem mesmo a sinopse conseguem te fazer saber o que esperar? Aliás, eu pensei lendo a sinopse que já sabia o que ia encontrar na história, mas ledo engano. A leitura me levou por muitos caminhos, e nenhum deles adentrados antes. 

O livro é narrado em primeira pessoa pela personagem Quilly, mas também teremos algumas partes narradas por outros personagens o que dá uma dinâmica maior a história. Como li em e-book não tenho como falar da parte gráfica, mas gostei muito da capa, e está com ótima diagramação.

Nossa heroína/vilã, nos conta sua história, sua trajetória de vida de uma forma tão espontânea e crua, que no início da leitura eu não conseguia digerir muito bem. Não foi fácil aceitar e entender as motivações de Quilly pra ser quem ela era, pois nunca em minha vida conheci alguém assim. Então não foi muito fácil criar uma empatia com a personagem principal. Mas, não pensem que isto foi ruim... Em se tratando da Quilly, isto não fez nenhuma diferença.

Quilly tem seu jeito próprio de ver a vida, de entender os seres humanos e sua fraquezas e sabe usar muito bem de várias artimanhas para se manter por cima e sempre a frente dos acontecimentos. Sempre dá um jeito de se sair bem das situações e nada, nada mesmo que ela faz ou fala é por acaso. Quilly sempre sabe muito bem o que quer. E o que ela quer? Ela irá conseguir? Você vai ter que ler para saber e entender esta personagem multifacetada.
"Não gosto de gente. De um modo geral, vejo o ser humano como algo bem decadente. Lógico que há e sempre houve os que valem a pena, mas a maioria de nós chafurda na mediocridade."
Nunca antes tinha me deparado com uma história onde os fatos são narrados de uma forma tão crua e simples como nesta. Quilly é uma jovem linda, inteligente, de bem com a vida e que está na faculdade de jornalismo,  Mas, ela não quer apenas se formar e ser uma jornalista de sucesso, ela quer muito mais que isso e vai fazer coisas impensáveis para conseguir concretizar seus objetivos.

Neste romance policial, teremos contato com as cruezas da vida, com personagens bem desenvolvidos e com uma narrativa que te faz ter várias e várias emoções a cada virar de página. Tuca sabe conduzir muito bem seu enredo, nos levando a ler sem parar, até conseguirmos chegar ao desfecho desta história perturbadora e real!

Se você curte histórias com suspense, enredo inteligente, diferente e muita ação, esta com certeza é uma ótima pedida.
Mais que recomendo!
Bjus




10 comentários:

  1. Muito bom,

    como sempre digo: literatura nacional de qualidade tem bastante, o que falta é mais leitores ávidos por consumi-la e o devido interesse em lançar e divulgar das grandes editoras.

    Muito boa sua resenha, abraços.

    Alessandro Bruno
    http://www.rascunhocomcafe.com/2015/11/opiniao-o-mundo-esta-ficando-mais.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alessandro, obrigada.
      Realmente tem muito bons autores nacionais. Basta darmos uma chance.
      Abraço.

      Excluir
  2. Olá,
    Pela capa e título não imaginava o gênero do livro, mas parece mesmo ser uma obra bacana, só não despertou muito meu interesse.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Inês, tudo bem?
      Se tiver oportunidade dê uma chance, você poderá se surpreender.
      Bjus

      Excluir
  3. Uau!
    Adorei essa resenha, gostei especialmente da personagem principal, manipuladora demais!!!
    Enfim pelo o que li da sua resenha e gostei bastante, quero ler!

    Vlog :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor.
      Espero que goste da leitura.
      Bjus

      Excluir
  4. A capa é maravilhosa. Gostei da resenha,gosto de romance policial. Quero muito conhecer Quilly tão manipuladora, tão sagaz uma anti-heroína rsrs... mas vale a leitura o suspense nos instiga a viajar pelo romance.Bjs e boa leitura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel, tudo bem?
      Quilly é isto mesmo uma anti heroína, mas daquelas que não sabemos se amamos ou não.
      Uma leitura que vale muito a pena.
      Beijokas

      Excluir
  5. Eu adorei Lia. Estava bem curiosa pela resenha porque a capa já tinha me conquistado. Sabendo da sua opinião, vou colocar o livro na lista de desejados. Quero conhecer essa história.

    Bjão

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, pode ler sem medo. Tenha certeza que será uma leitura surpreendente.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!