[BLOGAGEM COLETIVA] Profundo e Intenso - Editora Arqueiro



Bom dia leitores!
Hoje vamos falar de um dos mais recentes lançamentos da Editora Arqueiro e que traz em sua história uma situação triste, difícil e constrangedora para sua heroína.


A pornografia de vingança(em inglês, revenge porn) é uma expressão que remete ao ato de expor na internet fotos e/ou vídeos íntimos de terceiros sem o consentimento dos mesmos, geralmente contendo cenas de sexo explícito que mesmo quando gravadas de forma consentida, não tinham a intenção de divulgá-las publicamente. Após o fim do relacionamento, uma das partes divulga as cenas íntimas na internet como forma de "vingar-se" da pessoa com quem se relacionou.

No Brasil, conforme levantamentos estatísticos, a pornografia de vingança foi um dos crimes virtuais que tiveram um aumento significativo de reclamações ajuizadas. Em um crescimento gradativo de ocorrências, a agressão reivindica respostas por meio da atuação do Poder Público, seja sob a perspectiva de processar e julgar de forma adequada esses crimes, seja por práticas de informação e conscientização da sociedade a respeito das sérias consequências que exposições no ambiente virtual têm sobre a vida das vítimas. Tendo em vista os valores impostos pela sociedade machista em que vivemos, as mulheres vitimadas pela conduta sofrem as mais diversas formas de preconceito e humilhação, acarretando numa desestabilização em suas vidas sociais, afetivas e profissionais.
No Brasil, o ex-jogador de futebol e atualmente senador Romário apresentou em outubro de 2013 um projeto de lei que transforma em crime a divulgação indevida de material íntimo. Em junho de 2015, Google começou a aceitar pedidos de usuários para remoção de buscas que tenham relação com pornografia de vingança.
Fonte: Wikipédia.

Caroline Piasecki vê sua vida se transformar em um pesadelo quando o ex-namorado espalha fotos dela nua na internet. Desesperada, ela tenta fazer com que as imagens sumam da rede e, ao mesmo tempo, tem que se defender da multidão de pessoas que a julgam.Um dia, quando um cara que ela mal conhece sai em sua defesa, tudo muda de repente. 
Para saber mais sobre os livros, comprar ou ler um trecho, clique nos títulos: Profundo e Intenso.

Infelizmente esta é uma realidade mais presente do que podemos imaginar. O acesso a internet, que hoje já se faz desde a infância se tornou algo banal em nossas vidas. Nem sempre conseguimos incutir em nossos filhos e nossos jovens em geral a necessidade de se cuidar e se proteger nas redes. Devemos sim monitorar o que nossos filhos estão fazendo, de que maneira estão se expondo e fazê-los entender o quanto uma exposição errada pode ser muito prejudicial para a vida deles e de toda a família. Felizmente nunca passei por esta situação e nem tenho contato com alguém que já tenha sofrido isto. Mas, vou citar aqui algo que aconteceu na escola da minha filha, como exemplo da importância que é monitorar nossos jovens: 

Foi criado um aplicativo chamado Secrets. Lá fora ele é usado para auto-ajuda, mas aqui no Brasil as pessoas estavam usando para difamar e se vingar das outras. As pessoas estavam expondo as outras colocando fotos(nudes) e mandando mensagens vulgares para as outras. Até que as pessoas começaram a dar parte e o aplicativo acabou sendo tirado do ar para os brasileiros. Pois então... Na escola da minha filha postaram fotos de algumas alunas que tinham enviado fotos íntimas para os namorados. As meninas foram expostas e a coisa se tornou viral. Muito triste este comportamento e deve ter sido muito triste também para as meninas envolvidas e seus familiares.

Para nossa sorte no Brasil, já temos a "Lei Carolina Dieckmann" que foi criada depois que o caso da atriz ganhou proporção por aqui.

Deixo abaixo um apelo singelo da autora Robin York:



Por acaso vocês já tinham ouvido falar sobre isso? Conhecem alguém que tenha passado por este tipo de situação?
Eu gostaria muito de conhecer a opinião de vocês!
Bjus



17 comentários:

  1. Oi, Lia!
    O que a internet traz de bom, traz de ruim também, com essa revenge porn. O pior de tudo é que geralmente que sofre é a mulher...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Mês das Mulheres em Dobro
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Luiza, sempre sobra pra gente.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia, tudo bem? Também falei sobre isso lá no blog hoje. É um tema que deve ser discutido. Infelizmente isso ainda acontece e muito. Aqui no Brasil é crime, e ainda assim é comum, imagina em outros? Por isso é importante fazer o alerta. A gente precisa denunciar, não pode se calar e em hipótese alguma deve culpar a vítima. Não sejamos cúmplices de um ato tão cruel, que humilha e tira a vida de muitas pessoas, principalmente mulheres.
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Gih, não devemos nos calar e sermos coniventes com este tipo de crime, que geralmente causa muitos dissabores as vítimas.
      Bjus

      Excluir
  3. Oi Lia.

    Tema forte de ser abordado e super interessante. É importante alerta mesmo para todos os brasileiros um ato de maldade. Já o livro eu anotei a dica estou bem ansiosa pela leitura.

    Bjão amiga.

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, com certeza temos que estar sempre alertas para proteger nossos filhos e nossa família.
      Bjus

      Excluir
  4. acho super válido a editora abrir um espaço para promover essa discussão!
    os casos de exposição pública de algo intimo tem ganhado mais força com as redes sociais e internet em larga escala, ao passo de que as leis precisam ser ajustadas e prever punição, como no caso da nossa lei brasileira, o mais bacana é que essa divulgação maciça leva o diálogo e principalmente a informação!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Thaila, achei muito legal por parte da editora a possibilidade de participar e poder debater um assunto tão importante quanto este.
      Bjus

      Excluir
  5. Oi Lia!
    Cabe aos pais estar sempre monitorando os filhos. Digo aqui que temos que estar de olho 24 x 7 que se usa no atendimento de suporte de Telecom 24 horas por 7 dias da semana. Acredito que mesmo assim vejo os pais dessas jovens como devem ter ficado com essa difamação na mídia. Li muito sobre a vingança pornô para colher matéria para a postagem da BC e fiquei chocada com o que encontrei. Gostei da iniciativa da Arqueiro em promover essa Blogagem Literária. Adorei sua apresentação.
    Beijos amiga! Saudades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Irene, também gostei muito de participar, e concordo com você sobre monitorarmos nossos filhos.
      Obrigada querida pela visita e estou com saudades também.
      Bjus

      Excluir
  6. Excelente matéria! Parabéns pela adesão ao tema da blogagem. bjs Sandra www.projetandopessoas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sandra.
      Temos sempre que estarmos antenados e focados em colaborarmos de algum jeito com os assuntos importantes para as mulheres.
      Bjus

      Excluir
  7. Oi Lia,

    apesar da história não ser muito do estilo que estou procurando para ler, os livros me chamaram bastante atenção. Vingança pornô é um tema delicado, mas de extrema importância e que precisa ser debatido. Bem legal a autora ter colocado o tema em seus livros, isso ajuda a abrir a cabeça das pessoas e as fazerem perceber o quanto isso é errado e pode até destruir a vida de uma pessoa.

    Beijos!
    Participe do Sorteio Mês das Mulheres, são 10 livros e muitos marcadores
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ana, achei muito legal e válido a atitude da autora e gostei muito de poder participar.
      Bjus

      Excluir
  8. Oi Lia,

    Como você disse, isso infelizmente é comum. A gente só fica sabendo de alguns casos quando ganham notoriedade, mas é bastante comum, principalmente entre os mais jovens. Não consigo me imaginar numa situação dessas, seria desesperador, porque por mais que tenha como investigar, a internet dá uma sensação de impunidade muito grande.

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Lia,

    Esse tema é complicado e isso é bem mais comum do que imaginamos. Não consigo me imaginar numa situação dessas, seria desesperador. A internet tem algumas leis sim, mas a sensação de que o que acontece nela fica por isso mesmo é muito grande.

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Denise, a coisa é bem complicada e infelizmente mais comum do que a gente pensa. Obrigada pela visita e vamos torcer para que esta blogagem faça as pessoas pensarem um pouco.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião. O Doces Letras, é feito para vocês, e sua opinião é muito importante para mim.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!