[DIVULGAÇÃO] Cartilha Caminho Suave - Branca Alves de Lima - Editora Edipro



     Olá, eu sou a Kênia Cândido do Blog Histórias Existem Para Serem Contadas e a colaboradora do Blog Doces Letras.
     Ricamente ilustradas, obras da educadora Branca Alves de Lima, resgatam qualidade de ensino e método educacional de 1948 e continuam a ser usados pelos educadores de hoje.
    Venha conferir:


      Com o compromisso de apoiar e auxiliar no processo de alfabetização, que as edições Caminho Suave, hoje parte do grupo da Editora Edipro, mantém em seu catálogo as publicações atualizadas desta coleção que já alfabetizou mais de 40 milhões de brasileiros. A parceria é um acordo em prol da educação no país para manter vivo todo o projeto da educadora (in memorian) Branca Alves de Lima
    Lançada em 1948, com o intuito de suavizar e facilitar o aprendizado de crianças e adultos no mundo das letras, como seu nome sugere, a coleção foi um grande sucesso por tratar da alfabetização de maneira simples e inteligente. Um dos livros, a famosa e tradicional Cartilha Caminho Suave, já está na 132ª edição. 


. Ficha Técnica:
Livro: Alfabetização pela imagem
Editora: Edipro
Autora: Branca Alves de Lima
Páginas: 128
Formato: 20,5x 27,5 cm
ISBN: 978-85-89987-32-5
. Sinopse:
As edições Caminho Suave são usadas tanto no método principal como no material de apoio a outras estratégias educacionais. Mais do que ajudar o estudante a conquistar uma letra legível e ganhar rapidez ao escrever e raciocinar, estes livros contribuem ao aprendizado e evolução da linguagem escrita da atual sociedade.



       O sucesso do método fácil, verdadeiramente testado e aprovado, fez com que esta cartilha obtivesse a classificação de multifuncional: serve para alfabetizar crianças, jovens e idosos; é muito usada entre estrangeiros, especialmente, pelos japoneses; serve como método de reforço de alfabetização; e é usado amplamente em programas de alfabetização solidária. 
     Além da multifuncionalidade, há ainda a lembrança afetiva que a coleção traz aos que por ela foram educados. Assim, a cartilha pode ser, inclusive, dada como um presente aos que já saíram da escola, mas também às crianças como conteúdo complementar, para pintar e aprender brincando. 
 Indicado como material didático, da Educação Infantil ao Ensino Fundamental, e também como livros de apoio ao ensino de português, a coleção traz um conteúdo ricamente ilustrado e é indicado para todos aqueles que precisam desenvolver ou aprimorar a coordenação visomotora e as demais habilidades essenciais na arte da escrita. 
     Didaticamente estruturado, os livros que vão até a 4ª série (do antigo 1º grau) oferecem o treino da escrita de todas as letras do alfabeto – apresentadas nas versões de fôrma e cursiva –, das palavras e dos números. A coleção, que apresenta consagrado método de ensino, ainda hoje é adotada por professores das redes pública e privada, na alfabetização de idosos, educação solidárias, além dos projetos sociais religiosos ou seculares. 

    . Sobre a autora:
    A educadora formou-se na Escola Normal do Braz (atual Escola Estadual Padre Anchieta), em 1929, e lecionou por quinze anos no ensino fundamental I, com extraordinários resultados. Publicou, em 1948, a Cartilha Caminho Suave, com a intenção de contribuir “para a extinção do analfabetismo em nossa Pátria”. A cartilha foi um fenômeno editorial. Mais de 48 milhões dos brasileiros adultos foram alfabetizados com ela.

    O que acharam do livro e da proposta de aprendizado?
    Contem para nós.
    Bjos  e até  a próxima...


Kênia Candido:
Eu sou dona do blog Histórias Existem Para Serem Contadas. Mineira completamente apaixonada por livros, filmes e seriados de TV.

2 comentários:

  1. ahh que legal! eu gostei desse formato de livro e compraria com certeza pra minha sobrinha!
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana.
      Bem-vinda ao blog.
      Tbm achei o formato bem interessante.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!