[DIVULGAÇÃO] Dicas de Presentes Para o Dia das Mães da NVersos Editora



      Olá, eu sou a Kênia Cândido do Blog Histórias Existem Para Serem Contadas e a colaboradora do Blog Doces Letras.
      Hoje eu trago  dicas da  NVersos Editora para presentear no dia das mães.
      Venha conferir:




Ficha Técnica:
Autora: Daisy Prescott
Número de Páginas: 320
Estrutura: 14 x 21
ISBN: 978-85-8444-010-8
Maggie Marion é uma mulher na faixa dos 40 anos que escreve artigos sobre gastronomia e agora está voltando à vida normal depois de um período difícil de sua vida, no qual teve de enfrentar um divórcio conturbado e a morte dos pais. Com a aproximação do reencontro de vinte anos da turma da faculdade, ela decide convidar quatro de seus amigos mais íntimos dessa fase de sua vida para passar um fim de semana em sua casa de praia na Ilha Whidbey. O que ela não esperava era que, neste reencontro, seus melhores amigos, o artista Quinn Dayton e a autora de romances eróticos nas horas livres Selah Elmore, fossem bancar o Cupido. Os dois armam uma surpresa que deixará o fim de semana, e a vida dela, muito mais interessantes. Selah avisa Maggie que levará uma pessoa misteriosa, mas logo ela descobre que se trata de Gil Morrow, um antigo amor da época de faculdade. O romance se desenrola baseado neste reencontro, com os personagens relembrando momentos marcantes, brincadeiras espirituosas e as nuances que levaram cada um a fazer determinadas escolhas, que pautaram os rumos de suas vidas. Enfrentando seus próprios medos e fantasmas, Gil decide que esperou tempo suficiente para conquistar a mulher que sempre amou e, contando com a ajuda do casal Ben e Jo, Gil faz Maggie se lembrar de que ter mais de 40 anos não significa que ela esteja velha para uma segunda chance. O que acontece quando a geração de Clube dos Cinco e Caindo na Real fica frente a frente com a de O Reencontro? Venha passar um final de semana com essa Geração X, enquanto eles compartilham risadas, lágrimas, altos e baixos da vida, histórias antigas e novos recomeços.



Ficha Técnica:
Autor: Josiah Howard
Páginas: 348
Formato: 17 X 23 cm
ISBN: 978-85-64013-71-1
O currículo de Cher é extenso. Tão extenso que essa obra homônima se resume a analisar um período de sua vida. A artista, uma das mais longevas e múltiplas a cruzar a ribalta da mídia.  Se formos nos ater apenas às premiações da multi-artista, Cher vendeu mais de 100 milhões de álbuns solo e 40 milhões de discos como parte da dupla com Sonny, seu ex-marido. Vencedora do Oscar e de três Globos de Ouro ela é também considerada um ícone gay. Em 1998, foi agraciada pelo GLAAD Media Awards (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation) com o Vanguard Award, prêmio oferecido aos membros da comunidade do entretenimento que fizeram ganhos significativos na promoção da igualdade de direitos para gays e lésbicas.
Não bastando tudo isso, a cantora também se aventurou na empreitada de apresentar um programa de variedades na televisão norte-americana, exibido na CBS nas noites de domingo entre fevereiro de 1975 e janeiro do ano seguinte. Durante o período, Cher viveu uma das fases mais turbulentas de sua vida pública, tendo, entre outras coisas, comparecdido a um tribunal para testemunhar em um caso de homicídio; encerrado formalmente seu relacionamento romântico e comercial de dois anos com o magnata da mídia David Geffen; respondido a uma ação judicial de seu pai, John Sarkisian, que pedia US$ 4 milhões por “invasão de privacidade” e outras coisas. Apesar da série de interpéries, a artista crescia, ganhando popularidade e brilho a cada novo obstáculo. Analisando as correntes a favor e contra, e todos os acontecimentos desse momento da carreira de Cher, o biógrafo Josiah Howard, coletou entrevistas e depoimentos de personagens, familiares, diretores e amigos, traçando um retrato da artista tão multifacetado e inclassificável quanto a sua própria vida. O livro ainda conta com um detalhado e vasto acervo de fotos, com  registros dessa época marcante de Cher.



Ficha Técnica:
Autora: Norma Bengell
Organizadora: Christina Caneca
Páginas: 366 páginas
Formato: 16 x 23 cm
ISBN: 978-85-64013-68-1
Norma Bengell foi tudo. A atriz, de pouco destaque atualmente, mas sempre relevante, atravessou as décadas como uma das mais bem sucedidas artistas, do país, tendo atuado, dirigido, e assumido posições políticas sempre na vanguarda de sua época. Do começo como manequim na Casa Canadá até os filmes italianos com o renomado diretor Alberto Lattuada e o affair com o ator Alain Delon. Dos primeiros filmes, com Oscarito, em O Homem do Sputnik. Da chegada ao festival de Cannes, com o elenco de O Pagador de Promessas até a sua participação na bossa nova e nas revoluções de 68. Do primeiro nu frontal da história do cinema nacional em Os Cafajestes até o exílio na França, com atuações aclamadas no Théâtre National Populaire e a condecoração pelo então presidente do país, François Mitterrand. Norma foi um ícone, representou todos os papéis que uma personalidade pode ter, literal e figurativamente. A autobiografia da artista, publicada póstumamente, conta todos os momentos que a atriz viveu, suas glórias e decepções, incluindo a importante contribuição para o cinema nacional, tanto como diretora do filme Eternamente Pagu, sobre a militante feminista e uma das mais importantes (e também injustamente desconhecidas) intelectuais do Brasil, quanto com sua participação na retomada do cinema brasileiro nos anos 90, intermediando diretamente com os presidentes Collor e Itamar Franco por apoio financeiro e pela aprovação da Lei Rouanet. Atriz, dançarina, militante, musa, sex symbol, diretora, condecorada, pioneira, Norma foi tudo, e a única coisa que nunca poderá ser é esquecida.



Ficha Técnica:
Autores: Stefan Kornelius
Páginas: 288 páginas
Formato: 16 x 23 cm
ISBN: 978-85-8444-036-8
Nesta fascinante biografia, Stefan Kornelius revela a pessoa por trás da personalidade política, trazendo à tona muitos detalhes intrigantes sobre a trajetória pessoal e profissional de Merkel. Ele habilmente examina o pano de fundo por trás da vida da chanceler e suas convicções ideológicas, a fim de explicar a natureza de seu poder e seu influente papel na a Comunidade Europeia. ANGELA MERKEL fez um caminho notável para se tornar uma estadista. Ela se criou em Templin, uma cidade com guarnição soviética, fascinada pela Califórnia, convencida do poder da liberdade e da força de seus argumentos. Em somente duas décadas, conquistou a posição de liderança entre os governantes do mundo. Viajando como mochileira, testemunhou a decadência do socialismo real no albergue da estação de trem de Tiflis; convidada como chanceler, desfrutou da pompa de um State Dinner na Casa Branca. Os Estados Unidos como nação salvadora com pequenos sintomas de fraqueza; a Rússia amada e Putin, o Eterno, como contraente; a fidelidade a Israel; a luta constante contra os fardos das guerras – o mundo de Merkel está claramente definido. E ele se medirá, em última instância, pelo destino da Europa. 


       Gostaram da promoção?
       Então contem para nós.
       Bjos  e até  a próxima...



Kênia Candido:
Eu sou dona do blog Histórias Existem Para Serem Contadas. Mineira completamente apaixonada por livros, filmes e seriados de TV.

4 comentários:

  1. Oii Kênia, tudo bem?
    Adorei a postagem :)
    Acho super digno dar livros para as mães nesta data tão especial =D
    Infelizmente, só darei livros para a sogra, pois minha mãe não gosta muito de ler, ela prefere bugigangas hahahhaha
    Beijooos
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih. Minha mãe é igual a sua. Tbm não curte muito ler. kkkkk
      Um ótimo dia das mães para vocês.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Kênia,
    Eu estou doida para ler Finalmente Você, acho a capa linda e já li comentários bacanas.
    Pena que minha mãe não é muito de leitura :(

    tenha um ótimo final de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana.
      Finalmente Você é uma delícia de leitura. Eu gostei muito e tem resenha aqui no blog.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!