[RESENHA] Garota Exemplar - Gillian Flynn - Editora Intrínseca



      Olá, eu sou a Kênia Cândido do Blog Histórias Existem Para Serem Contadas e a colaboradora do Blog Doces Letras.
      Hoje eu vou deixar minha resenha do livro Garota Exemplar, escrito pela jornalista Gillian Flynn e publicado pela Editora Intrínseca.
      Venha e conheça minha opinião.






. Dados Sobre o Livro:

- Título Original: Gone Girl
- Autora: Gillian Flynn
- Editora: Intrínseca
- 1ª Edição
- Ano: 2014
- 448 Páginas
- Tradução de: Alexandre Martins

- Onde comprar: Submarino | Saraiva | Extra 

 . Sinopse:

 Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Garota Exemplar alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?


   O Livro é Extremamente Espetacular!

      Com uma história engenhosa e totalmente inteligente, Garota Exemplar tornou-se um dos livros favoritos da minha estante. Eu sabia da existência do livro, porém não tinha o exemplar dele, aqui em casa quando assisti o filme pela primeira vez.
     Confesso que gostei tanto do filme que no dia seguinte comprei minha versão literária de Garota Exemplar para saciar minha curiosidade, descobrir mais sobre o casamento de Nick e Amy, ter mais informações sobre uma história cheia de reviravoltas e pretendia  lê-lo sem interrupções, por isso eu demorei um pouco para dar início a leitura.
     O livro é divido em três partes, com capítulos alternados entre a visão de Nick e Amy, mostrando como os personagens possam ser reais em uma trama bem construída. Nick Dunne  narra a primeira parte da história, a partir do quinto aniversário de casamento deles. 
     Após lembrar alguns acontecimentos que fez o casal deixar a vida que tinham em Nova York e mudarem para Missouri, Nick levanta da cama e vai para O Bar, onde ele e sua irmã gêmea Margo são proprietários.
    Depois de uma breve conversa com a sua irmã Go, Nick recebe um telefonema do seu vizinho Carl, informando que a porta de sua casa está escancarada e seu gato de estimação está do lado de fora.  Ao chegar em casa, Nick encontra a sala revirada, com  cacos de vidro no carpete, com a mesa de centro quebrada, livros espalhados pelo chão e nenhum sinal de sua esposa Amy.
    Imediatamente, Nick chama a polícia que começam as investigações ao constatar vários sinais indicando uma possível cena de crime. Mas as suspeitas começam a recair sobre Nick quando os investigadores descobrem algumas provas que podem incriminá-lo pelo desaparecimento de Amy.
    Durante a narrativa dos acontecimentos, é muito difícil gostar de Nick, porque o diário de Amy mostra uma história totalmente diferente da que Nick está mostrando. Enquanto ele mostra uma esposa manipuladora, totalmente fria e calculista, Amy revela um início de relacionamento feliz, um casamento com várias tentativas de reconciliação com um marido abusivo e que estava  torrando todo seu dinheiro. Mesmo apavorada, Amy relata estar disposta a ficar ao lado de Nick, pois achava que era uma fase na vida dele e logo voltaria a ter um casamento feliz.
    Entretanto os acontecimentos trazem uma reviravolta perturbadora revelando a real situação do casal porque ambos são mentirosos, cheios de segredos e possuem mentes doentias. Neste ponto, o leitor entra na segunda  parte da história repensando em tudo que leu anteriormente. O tempo todo, a leitura faz questionar qual personagem está falando a verdade, sempre deixando uma dúvida pairando no ar. 
    O desfecho é surpreendente e inesperado, fiquei espantada com a riqueza de detalhes e o rumo que a história seguiu. Superou todas as minhas expectativas e saciou todas as minhas  curiosidades.
    Enfim... É uma história espetacular, extremamente arrebatadora que prende até a última página. Leiam o livro e assistam o filme, os dois valem a pena.
    Recomendo para todos os leitores que adoram um bom thriller com uma ótima dose de suspense.



 “ A coisa que eu mais temia uma mulher com raiva. Eu não era bom com mulheres com raiva. Elas despertavam em mim algo repulsivo.” ( Nick Dunne – pág. 61 )

“ Eu nunca fui uma megera, sempre me orgulhei de minha não megerice. Então me deixa furiosa que Nick esteja me obrigando a ser megera.”  ( Amy Dunne – pág. 99 )

“ A verdade é flexível; você só precisa escolher o especialista certo.  ( Rand – pág. 212 )

 
      Esta resenha consta no blog Histórias Existem Para Serem Contadas.



      Espero que tenham gostado da resenha.
      Bjos, até a próxima...


7 comentários:

  1. esse é um dos poucos livros de suspense que me atraiu, mas como assisti o filme ja estou com aquela sensação que as surpresas acabaram! sei que é uma adaptação da história original, mas preciso esquecer o filme primeiro
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo Thaila. Ás vezes influencia mesmo.
      Bjus

      Excluir
  2. Assisti ao filme e gostei bastante, é surpreendente, e por isso imagino como o livro deve ser bom também! Adorei a resenha :D

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, eu não curti muito o filme, mas depois da resenha da Kênia, senti vontade de ler o livro.
      Bjus

      Excluir
  3. Oi, Kênia!
    Eu não tenho muito interesse no livro, mas talvez eu assista o filme.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza.
      Eu não curti muito o filme, mas vou dar uma chance ao livro.
      Bjus

      Excluir
  4. Oi Kênia, tudo bem?
    Eu vi esse filme e menina, fiquei surtada hahhaha. A história é ótima não é mesmo? E muito surpreendente. Eu não descobri o final :P
    O livro até me interessa, mas como já conheço a história pelo filme, meio que estou deixando ele de lado, pois tenho outras histórias para conhecer primeiro :3
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!