[RESENHA] Você se Lembra de Mim? - Megan Maxwell - Essência


Bom dia seus lindos!

Mais uma resenha quentíssima chegando no pedaço...
Hoje vou falar sobre um livro que mudou totalmente a minha maneira de ver uma autora.
Vem comigo...
VOCÊ SE LEMBRA DE MIM?

Ficha Técnica:
Data de publicação: 03/05/2016
496 páginas
ISBN: 978-85-422-0705-7
Código: 10161649
Formato: 16 x 23 cm.
Apresentação: Brochura com orelhas
Coleção: Outros
Sinopse:
Alana é uma mulher independente que não acredita no amor e tem na profissão sua única razão de viver. Jornalista freelancer, é enviada a Nova York para escrever uma reportagem sobre a metrópole, onde conhece o atraente Joel Parker. Quando ela descobre que aquele homem bonito e sedutor que tem lhe feito companhia nos últimos dias é um militar, como seu pai – uma lembrança que ainda a assombra –, a jornalista desaparece sem deixar vestígios. Apesar de resoluta em sua vontade de se afastar do capitão da Marinha americana para não repetir a história de sofrimento de sua mãe, ela não conseguirá aplacar o desejo de seu coração por Parker. Quem vencerá essa disputa entre razão e emoção? O passado de sua mãe irá assombrá-la ainda mais ou irá ajudá-la a esclarecer muitas questões mal resolvidas?


Quem me conhece e costuma conversar comigo sobre livros, sabe que eu não curti o livro Peça-me o que Quiser desta mesma autora. Achei a escrita rasa, não me senti conectada aos personagens, inclusive achando a mocinha meio chata. Não consegui ler nem até a metade. Dito isto, me vejo aqui para escrever uma resenha de um livro da mesma autora, mas que desta vez me ganhou logo em suas primeiras linhas. Megan conseguiu mudar todo o conceito que fiz sobre ela logo no primeiro capítulo e devo dizer que de agora em diante a verei com outros olhos. Isto é mais uma prova de que as palavras podem te afastar ou te enfeitiçar, dependendo da forma como nos é mostrada.

Em Você se Lembra de Mim? Megan traz a real e emocionante história de sua mãe, mesclada a ficção. Uma viagem ao ano de 1960 onde tudo se deu início até os anos 2.000. Com simplicidade, leveza e maestria ela nos mostra a realidade, tristezas, inseguranças e alegrias passadas de uma forma cativante e envolvente. Duas vidas e duas histórias que se entrelaçam e se complementam de uma maneira harmoniosa.

Neste livro além do que já comentei, teremos a oportunidade de conhecer uma personagem interessante, batalhadora, firme e que não acredita no amor. Não acredita justamente por ter acompanhado a história de sua mãe, e ter muito medo de sofrer do mesmo jeito, por isso Alana tem pavor de se envolver com qualquer homem que seja das forças armadas. E tenta se proteger da melhor maneira possível evitando situações que a possam derrubar.

Mas, eis que o destino nem sempre concorda com nossas escolhas, nem sempre nos deixa seguir os caminhos que queremos determinar. É aí que entra aquela fatídica noite onde Alana fica conhecendo Joel em um bar, onde está com amigos. Bastou algumas horas em companhia um do outro para que centelhas surgissem, a química despertasse e os dois se vissem doidos para passarem uma noite quente de sexo. Infelizmente antes que algo pudesse acontecer Alana descobre que Joel é um Capitão, um Fuzileiro Naval. Já dá pra imaginar que a noite não rolou e que os dois tiverem que passar por muitas situações até que finalmente pudessem se reencontrar de novo e conseguissem se entender.

A primeira história é a da mãe da autora: Uma bonita história de amor entre Carmen com um cabo americano chamado Teddy, na Alemanha. Carmen e sua irmã foram para a Alemanha nos anos 60 para tentar uma nova vida. Lá ela conheceu pessoas diferentes, como Teddy: um soldado americano que se apaixona louca e terrivelmente por Carmen, a rebelde e contestadora espanhola. Começa uma história de um amor bonito, terno e muito real. A outra história é de Alana (uma história fictícia que simula a vida de Megan), filha de Carmen: que em uma viagem de trabalho para Nova York, irá encontrar um fuzileiro naval com o qual terá um affair e uma história romântica, a qual temos que ler até o final para sabermos se o seu desfecho será aquele que nosso coração anseia.


Ainda bem que tive a oportunidade de ler este livro e que dei uma chance a autora, pois se não fosse assim, não teria conhecido Alana, uma mocinha danada de porreta e nem Joel um militar tudo de bom, que não mede esforços para ficar com a mulher que ama. Alana é uma jornalista inteligente, uma mulher divertida e que vai deixar saudades. O romance dos dois é muito fofo. Os diálogos do livro ora nos deixam sentimentais, ora nos deixam sorrindo. Uma historia recheada de fatos reais super interessantes e do lado da ficção que nos mostra o quanto vale a pena lutarmos por aquilo que almejamos.

Quanto a parte gráfica do livro: Eu gostei muito da capa. Tem tudo a ver com a história. A diagramação está impecável, sem erros de revisão. Um ótimo trabalho por parte da editora.

Conclusão: Megan foi tecendo sua história e me levando junto, até um final terno, sensível e emocionante! Super recomendo!
Bjus

7 comentários:

  1. Olá!
    Adoreiii o blog!
    E esse livro deu vontade de ler só de ver a capa! Muito linda né? e pela sua resenha não apenas a capa, mas o livro também é bom! vou colocar na minha meta!
    Abraços!

    Mi
    https://meulivrodocelivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Michelle!
      O livro é muito bom. Espero que curta o tanto que eu curti.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi
    eu já tinha visto essa capa por ai, mas nem sabia sobre o que o livro falava e já quero ler.
    Parece ser bem interessante e que bom que gostou desse livro da autora, nunca li nada dela e achei a premissa interessante.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bom Denise. Se tiver oportunidade se jogue.
      Bjus

      Excluir
  3. Oi Lia,

    Eu e a Megan não temos uma relação muito boa não, mas isso é mais culpa minha do que dela. Gosto de livros sensuais e não eróticos, como é o caso dele, dai pego pra ler achando que vai ser diferente

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Lia,

    O comentário anterior estava incompleto. Tava falando que eu não me dou muito bem com a Megan, mas sempre acabo lendo pra ver se algo me prende. To com esse na fila e torcendo pra dessa vez dar certo.

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Denise, eu também não curti o primeiro livro dela que li, mas para minha alegria este funcionou super bem.
      Espero que funcione para você também.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!