[RESENHA] A Caminho do Altar - Julia Quinn - Editora Arqueiro


Bom dia seus lindos!


Hoje chega mais uma resenha fresquinha para vocês!
Vou deixar as minhas impressões sobre um livro que me deixou saudosa, mas ao mesmo tempo muito satisfeita!
Vem comigo...


A CAMINHO DO ALTAR

FICHA TÉCNICA
LANÇAMENTO: 08/06/2016
TÍTULO ORIGINAL: ON THE WAY TO THE WEDDING
TRADUÇÃO: VIVIANE DINIZ
NÚMERO DE PÁGINAS: 320
ISBN: 9788580415735
EAN: 9788580415735
PREÇO: R$ 34.90
E-BOOK
eISBN: 9788580415742
PREÇO: R$ 22.99
Sinopse:
Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. 
O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. 
Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele? 
A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

Curiosidade:
A Editora Arqueiro para a alegria dos fãs da série e da autora, informaram em seu encontro com Livreiros em Março, que pretendem publicar o livro que conta a história de Violet Bridgerton a matriaca da família. Também podemos ter esperança de ter publicado por aqui os epílogos que a autora lançou para cada um dos irmãos.


Este foi o livro que mais me dividiu como leitora. Ao mesmo tempo que estava muito ansiosa para ler, tinha medo da saudade que iria ficar com o final da série. Os Bridgertons se tornaram meus amigos. Aprendi a gostar da família, a torcer por eles e sempre desejar que eles tivessem o seu final feliz! Por isso assim que o livro chegou, comecei a me sentir nostálgica, e a cada página lida a tristeza ficava mais próxima. Mas, eis que Julia faz novamente a sua mágica. Em determinado momento da história me envolvi tanto, que só o que conseguia sentir era a alegria de ver mais um Bridgerton encontrando o seu amor.

A Caminho do Altar conta a história de Gregory, que é o sétimo filho e o quarto entre os homens. Ele sempre foi fácil de lidar, divertido e sempre se sentiu feliz de implicar com sua irmã mais nova Hyacinth. Aparentemente não tinha nenhuma preocupação a não ser a de viver com alegria. Mas, lá no fundo, bem no íntimo ele secretamente desejava encontrar o amor. Não qualquer amor. E sim o amor que transborda e que encanta desde o primeiro olhar. Aquele amor á primeira vista. Mas, cá entre nós... Isto funciona?

A história começa com Gregory Bridgerton, participando de uma festa na casa de sua cunhada Kate. Gregory está à procura do amor verdadeiro, e acha que o encontrou na bela Hermione Watson. Mas, o coração de Miss Watson está envolvido em outros lugares. É aí que entra a melhor amiga de Hermione, Lady Lucinda Abernathy, que acredita que Gregory seria a melhor opção para Hermione, e tenta orientar Hermione em sua direção.

As tentativas de Lucy como casamenteira são desfeitas quando Hermione é pega em uma posição comprometedora com o próprio irmão de Lucy, Richard, e ele e Hermione são forçados a se casar. Gregory fica surpreendentemente calmo sobre o acontecido, e não consegue perceber por que razão. Até que ele descobre que talvez os sentimentos que tem em relação a Hermione não eram o verdadeiro amor.

Lucy percebe que, durante a festa, ela se apaixonou por Gregory. Infelizmente, não há nada que ela possa fazer sobre isso, porque ela é "praticamente noiva". Em uma ajuda dada por Violet, mãe de Gregory apenas alguns dias antes do casamento de Lucy, Gregory percebe que ele ama Lucy. Quando ele descobre que ela vai se casar em poucos dias (e com quem), ele tenta convencer Lucy a fugir com ele para que eles possam se casar.
"Se ele pudesse ter congelado o tempo, teria feito isso. Nunca tinha experimentado um momento tão mágico, tão... pleno. Estava tudo lá, tudo o que era bom, honesto e verdadeiro. Gregory finalmente entendeu a diferença entre felicidade e contentamento, e como era afortunado e abençoado de sentir os dois de forma tão impressionante. O motivo era Lucy. Ela o completava e tornava sua vida tudo o que ele sempre soubera que um dia poderia ser. Aquele era o sonho dele. E estava se tornando realidade, bem ali ao alcance de seus braços." - Pág. 255
Infelizmente os planos são frustrados, porque Lucy não faz o combinado. O que Gregory não sabe e nem mesmo Lucy poderia imaginar é que seu tio Robert, não era bem a pessoa que ela pensava que conhecia. Seu tio Robert revela a ela um grande segredo, o qual a obriga a manter seu noivado com Haselby. Finalmente Gregory percebe que ele não pode deixar Lucy se casar com mais ninguém, que não seja ele, e resolve então radicalizar.

A maneira como a autora introduziu Lucy na vida de Gregory foi inventiva. E ter Lucy treinando Gregory sobre como cortejar outra mulher, por quem ele pensou que estava totalmente apaixonado, nos deu a total percepção de que nem sempre o amor verdadeiro chega até nós da maneira que imaginamos. Também gostei muito dos diálogos inteligentes e espirituosos, entre os protagonistas.

A Editora Arqueiro tem sempre um capricho especial com os romances de época. Desde a capa até os mínimos detalhes são bem trabalhados para que possamos ter uma leitura prazerosa.

A história é cheia de drama, mistério, paixão e todos os elementos que me cativam num romance de época. Lucy e Gregory, são intensamente apaixonantes. Um casal improvável que se torna perfeito um pro outro. Mais uma linda história de amor, escrita com maestria por esta autora de quem sou fã.
Bjus
"Nem sempre o amor chega de forma arrebatadora. Às vezes vai se instalando aos poucos em nosso coração e quando damos por si, ele já dominou todo o nosso ser."(Lia Christo) 

3 comentários:

  1. Oi Lia,

    Adoro livros em que encontramos protagonistas espirituosas e com diálogos inteligentes. Gostaria muito de ler algum livro da autora, está nos desejados!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto!
      E recomendo muito esta série Camila.
      Bjus

      Excluir
  2. Olá Lia tudo bem?

    A a arqueiro acertou demais com esses romances de época, só leio resenhas positivas e tenho uma grande curiosidades, mas vou aguardar um pouco...bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!