[RESENHA] O Coração da Esfinge - Colleen Houck - Editora Arqueiro


Bom dia leitores!


Hoje vou deixar minhas impressões sobre o segundo livro da série Deuses do Egito da Colleen Houck.
Vem comigo...


O CORAÇÃO DA ESFINGE

Ficha Técnica:
FICHA TÉCNICA
LANÇAMENTO: 23/08/2016
TÍTULO ORIGINAL: RECREATED
GÊNERO: FICÇÃO/ROMANCE
TRADUÇÃO: ALVES CALADO
NÚMERO DE PÁGINAS: 368 PÁGINAS
ISBN: 9788580416060
EAN: 9788580416060
PREÇO: R$ 44.90
E-BOOK
eISBN: 9788580416077
PREÇO: R$ 24.99
Sinopse:
Lily Young achou que viajar pelo mundo com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar.
Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez.
Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.
Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.
Nesta sequência de O despertar do príncipe, o lado mais sombrio e secreto da mitologia egípcia é explorado com um romance apaixonante, cenas de tirar o fôlego e reviravoltas assombrosas.
LEIA UM TRECHO


Eu amei a Série do Tigre e assim que soube desta nova série da Colleen fiquei mega ansiosa para conferir. Por alguns contratempos acabei não pedindo o primeiro livro para resenhar, o que foi péssimo. Mas, assim que vi o lançamento do segundo não podia deixar passar a oportunidade de me jogar mais uma vez nas aventuras desta autora que escreve super bem. E é claro que logo que der vou comprar o primeiro, porque não vou ficar sem ter a série completa.

Como comentei acima eu não li o primeiro livro, mas me baseando pelas resenhas super elogiosas que li, o livro foi tudo de bom. Neste livro fiquei conhecendo Lily, e devo dizer que ela não me causou uma grande impressão. Em primeiro lugar, já não curti muito a possibilidade do surgimento de um triângulo amoroso, algo que não costumo curtir nos livros, salvo alguns poucos que foram bem explicados e desenvolvidos. Isso me incomodou bastante na Série dos Tigres e ter esta possibilidade rondando novamente, sei lá, já me desanimou um pouco. Mas, este é o segundo livro. Terei que ler o primeiro para me situar melhor e ver como me sinto sobre.

Lily tem algo de especial, como poderes que ela nem mesmo imaginava. Algo de essencial para solucionar os problemas e trazer Amon de volta ao mundo dos vivos. Algo relacionado a profecias, tão antigas quanto o tempo. Isso foi interessante e algo que não me deixou antagonizá-la por completo. Espero que ela consiga amadurecer, melhorar suas atitudes e me conquiste de vez no próximo volume.

Pelo que pude entender Amon se apaixonou por ela e abandonou a sua posição como um dos Filhos do Egito, para estar com ela de uma forma mais próxima e natural. E por conta disto acabou desencadeando grandes transtornos e acabou se dando mal.

Asten, o irmão mais novo de Amon, é adorável. Sua bravura e sua disposição frente aos problemas, o fazem especial. Eu estava realmente tensa quando cheguei à parte em que Asten auxilia Lily durante uma determinada cena que tem a ver com o Juízo Final. Mas, também fiquei confusa em algumas partes, especialmente na última cena, e, portanto, eu preciso de livro 3 para que tudo possa fazer sentido pra mim.

Os personagens secundários e os que foram introduzidos neste livro foram realmente interessantes, e eu não posso esperar para saber mais sobre eles. 

Do início até o fim, todo este livro é embalado com a mitologia egípcia, bem como envolvendo um ou dois elementos da mitologia grega e um pouquito dos folclores da Irlanda e 
Escócia. Foi uma grande aula sobre essas culturas. 

"O AMOR PERDIDO DE UMA MULHER"
(Antigo poema de amor egípcio)
Perdido! Perdido! Ó amor perdido!Ele passa por minha casa e sequer vejo seu rosto,enfeito-me com cuidado; ele não vê.Ele não me ama.Quisera Deus eu estar morta! Tamanho desgosto!Deus! Deus! Deus! Ó Amon poderosíssimo!Serão meus sacrifícios e orações em vão?Ofereço a ti tudo o que possa agradar,Ouve meu grito e traz o amor do meu coração.Doces, doces, doces como o mel em minha boca,Seus beijos em meus lábios, meu cabelo, meus seios;Mas agora meu coração é como o Sul calcinado pelo sol,Onde os campos são desertos, cinzentos e feios.Venha! Venha! Venha! e me beije quando eu morrer,Pois a vida está em teu hálito, a vida que desejei;E com esse beijo, mesmo estando na tumba,Hei de me levantar e as amarras da morte romperei.
Neste livro teremos contato com alguns sentimentos como aceitação, coragem, fé, respeito, para não mencionar todas as emoções envoltas em cenas encantadoras. Trabalhar emoções, descrever cenários como se eles fossem reais, e nos fazer acreditar que o impossível está bem ali ao nosso alcance fazem de Colleen uma das melhores autoras que conheço.

O caminho escolhido por ela para o desenvolvimento da história, onde temos de ver toda a aventura acontecer, os contratempos que sempre parecem querer impedir que o bem seja feito, a compreensão e aceitação que acompanham as aventuras de seus personagens, suas mudanças internas e suas escolhas, acabaram por me conectar a eles e a me fazer torcer para que tudo desse certo.

Com certeza preciso ler o primeiro livro e aguardar o lançamento do terceiro, para me situar melhor na história como um todo e me decidir se esta série me fisgará da mesma maneira que a do Tigre.

Sobre a parte gráfica: 
Eu gostei da Arqueiro ter mantido a capa original. A mistura das cores turquesa, azul e dourado, ficou perfeita. O Olho ficou tão magnífico, como os outros aspectos da capa, que são as esfinges, o triângulo e as asas de Ísis. A capa ficou linda! A diagramação é simples, mas ótima. Letras em negrito, cor das páginas amareladas facilitando nossa leitura. Mais um belo trabalho por parte da Arqueiro.

2 comentários:

  1. Olá Lia, td bem?
    A capa desse livro é muito bonita, e a história tem 2 elementos dos quais amo demais, romance e a questão de nos apresentar uma cultura diferente.
    É uma ótima indicação.

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é muito linda! Como todos os livros da autora, os elementos que você citou estão sempre presentes. Espero que tenha a oportunidade de conferir.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!