[RESENHA] A Menina mais fria de Coldtown - Holly Black - Novo Conceito


Bom dia seus lindos!


Hoje venho com uma resenha que pode lhes causar arrepios!
Vem comigo... 😏


A MENINA MAIS FRIA DE COLDTOWN

Autores: HOLLY BLACK
Título: A Menina Mais Fria de Coldtown
ISBN: 9788581634036
Selo: NOVO CONCEITO
Ano: 2014
Edição: 1
Número de páginas: 384
Formato/Acabamento: 16x23x2,5
Peso: 0.52 kg
Preço Sugerido: R$ 39.90
Área Principal: FICÇÃO
Assuntos: FANTASIA
Sinopse:No mundo de Tana existem cidades rodeadas por muros são as Coldtowns. Nelas, monstros que vivem no isolamento e seres humanos ocupam o mesmo espaço, em um decadente e sangrento embate entre predadores e presas. Depois que você ultrapassa os portões de uma Coldtown, nunca mais consegue sair.Em uma manhã, depois de uma festa banal, Tana acorda rodeada por cadáveres. Os outros sobreviventes do massacre são o seu insuportavelmente doce ex-namorado que foi infectado e que, portanto, representa uma ameaça e um rapaz misterioso que carrega um segredo terrível. Atormentada e determinada, Tana entra em uma corrida contra o relógio para salvar o seu pequeno grupo com o único recurso que ela conhece: atravessando o coração perverso e luxuoso da própria Coldtown.A Menina Mais Fria de Coldtown, da aclamada Holly Black, é uma história única sobre fúria e vingança, culpa e horror, amor e ódio.


Há muito tempo que tinha vontade de ler este livro, acho que desde seu lançamento. Mas por uma série de fatores, acabei demorando bastante para adquirir e ler. O que devo confessar me arrependo muito. 

O livro traz uma história completamente original, mesmo sendo sobre um tema deveras batido, como vampiros. Holly Black criou um enredo sublime, e totalmente diferente de tudo que já tinha lido sobre o tema, que aliás adoro. Um enredo tão bem realizado, que me fez visualizar e fazer parte da história, enquanto lia. Uma história que adoraria ver nas telonas, pois bem produzido seria maravilhoso, ou quem sabe até mesmo uma minissérie, que bem realizada seria fantástica. 

Quem passa aqui pelo blog, sabe que meu fraco são os romances, que raramente leio fantasia, mas quando me jogo em uma trama assim, com essa gama de sentimentos, ações e adrenalina, me jogo com vontade! 😊

Eu achei uma playlist criada por fã, e gostei. Vou deixar o link aqui, caso queiram conferir.

Tana é uma personagem vibrante, guerreira, que não exita em se colocar em perigo para salvar aqueles a quem ama, aqueles em quem confia, ou se sente responsável. Uma lutadora que briga até o fim para ter a chance de fazer a sua escolha, ou melhor que luta para fazer a sua escolha ser aceita e ser posta em prática. Mesmo quando tudo está contra ela, mesmo que as adversidades sejam muitas, e que suas decisões tenham sempre que ser tomadas por impulso ou em apenas segundos. Segundos que fazem toda a diferença entre morrer ou viver da maneira que se deseja. Nem sempre concordei com suas escolhas, nem sempre achei que ela teria chance, mas o tempo todo estava lá torcendo por ela. Sofrendo com ela e desejando que ela tivesse o que eu achava que ela merecia. 

Imagem retirada do Pinterest
Gavriel, é uma caixinha de surpresas. Aquele personagem dúbio, que te deixa com um pé atrás o tempo todo. Que dificilmente você consegue decifrar, que está o tempo todo oscilando entre o bem e o mal, e você não sabe qual desses dois irá ganhar no final. Lindo como um anjo. Forte de uma maneira aterradora, sempre sedento, sempre envolto em mistério. Um salvador ou um aproveitador? Aqueles olhos vermelhos carmesim, ora em agonia, ora quase humano em sua tristeza e bondade. Uma personalidade única, conflitante e que nos deixa ora em arrepios e ora fascinados. Mesmo com um pouco de medo, queria ter a chance de conhecer um Gavriel algum dia... 😋

Aidan o jovem inconsequente, pra quem a vida é um grande circo, no qual pra estar em evidência ele é capaz de coisas hediondas. O tipo do cara que não tenho vontade nenhuma de conhecer, mesmo que às vezes ele tenha momentos bondosos e acertados. Um ex-namorado pé no saco que dificulta bastante a vida de Tana, e com quem a meu ver, ela teve paciência demais.

Lucien, um vampiro ancestral que nos causa repulsa e verdadeira raiva no decorrer da história. Brinca o tempo todo com os sentimentos das pessoas, e até mesmo de Gavriel sua criação. Um vampiro que faz de tudo para ter o poder, até mesmo se voltar contra aqueles que diz amar. Um personagem antipático, prepotente e totalmente do mal.

Os personagens secundários como os pais de Tana, sua irmã Pearl, sua melhor amiga Pauline, Midnight e seu irmão Winter, Vanessa, Jameson e outros, são bem construídos e desenvolvidos. Todos têm sua importância durante a trama. Não estão ali como mero coadjuvantes, o que faz toda a diferença, durante a história.


A Menina mais fria de Coldtown, tem um ritmo alucinante, que nos envolve de tal maneira que não conseguia largar o livro. Algo que fazia em agonia devo dizer. E ao qual voltava rapidinho logo que tinha uma chance. Foi assim que devorei o e-book em menos de 24 horas. Uma leitura que não vou esquecer tão cedo. Personagens que me fizeram pensar bastante sobre o que realmente nos torna humanos. Me fez questionar, até que ponto algo cruel e obscuro pode estar a espreita dentro de nós, esperando apenas uma brecha para sair e tomar posse de nossas ideias.

Durante toda a história, desde o momento em que Tana acorda na banheira de uma casa de fazenda, até o seu desfecho, que nos deixa desejando mais, temos a oportunidade de ir conhecendo melhor a personagem. Sua vida desde criança, sua família, seus amigos, melhor amiga, todos aqueles que estarão sempre intrinsecamente ligados a ela, e que fazem com que ela tenha sempre a força necessária para seguir em frente, mesmo quando sua vontade era simplesmente se sentar no chão, abraçar os joelhos e chorar. Desistir nunca fez parte de seu vocabulário. Mesmo quando nada parecia dar certo, mesmo nos piores e angustiantes momentos, a sua gana de viver, sua garra e coragem estavam lá. Eu não sei, ou melhor eu sei que muito do que ela realiza, eu não teria a menor coragem e nem vontade de fazer. Acho que por isso a personagem me fez admirá-la tanto.

Imagem retirada do Pinterest
- Ok - disse ela, sonolenta e com frio, sentindo os tremores começando a voltar. - Você pode ficar. Eu quero que fique. Por favor, fique. - Ela cerrou os olhos e fez a única pergunta que tivera medo de fazer esse tempo todo. - E se eu não voltar atrás? Se eu não for mais humana? (Tana para Gavriel)
Holly Black tem a partir de hoje minha total atenção e com certeza preciso ler mais de suas histórias. Aprender mais sobre seus universos irreais e tão absolutamente bem realizados.
Se eu recomendo esta leitura? O que você acha?
Bjus

Lia Christo:
Carioca da gema, romântica incurável, leitora compulsiva, perseguidora de sonhos, e louca pela vida!

14 comentários:

  1. Oi, Lia!
    Eu comprei esse livro, mas com o tempo perdi o interesse e passei ele pra frente.
    Lendo sua resenha, me bateu um cadinho de arrependimento por ter feito isso, mas nada que um ebook não resolva.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiza, eu era doida para ler, por conta de ter vampiros, mas sempre ficava pra depois. Até que resolvi comprar e me arrependi de não ter lido há mais tempo.
      Acho que vai gostar.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia.

    Para falar a verdade, umas poucas resenhas que li sobre esse livro me desanimaram a respeito de adquirir ou mesmo ler. Mas agora, tudo isso mudou ahahaha!
    Sério, você conseguiu passar muita emoção e convencimento (vez que você não é fã de fantasias), e agora esse livro está posicionado em minha sempre infinita lista de livros desejados hahaha

    Parabéns pela resenha.

    Beijos.
    Alana Marques
    colecionadoresdelivross.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alana, eu super gostei!
      A Holly escreve super bem. Não é aquele romance estilo Bella e Edward, pois ela envolve mais ação, suspense, tensão. Mas shippei o casal do mesmo jeito... kkkkk
      Bjus

      Excluir
  3. Obs: amei o seu cantinho, já estou seguindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Alana! O seu também é muito fofo!
      Bjus

      Excluir
  4. Oi, Lia.
    Parece um ótimo livro, vi ele tão baratinho, mas achei que a história fosse fraca.
    Vou colocar na lista para a próxima compra.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, eu gostei muito da leitura.
      Espero que goste também.
      Bjus

      Excluir
  5. Oi Lia, eu fiz o mesmo que a Luiza, acabei deixando de lado, agora lendo sua resenha deu vontade de ler hehe
    Parabéns pela resenha!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila.
      Eu gostei muito da maneira que a Holly desenvolveu a história. Espero que tenha a oportunidade de conferir.
      Beijokas

      Excluir
  6. Oi Lia, tudo bem

    Eu ainda não li, mas adoro o tema vampiros, fiquei feliz em saber que a autora pega um tema já bem conhecido e consegue trabalhá-lo bem! Fiquei curiosa agora pra ler!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi, se tiver a chance se jogue, porque o livro é bom!!!
      Bjus

      Excluir
  7. Olá flor! Tudo bem?
    Bem, eu sou louco para ler esse livro desde quando o mesmo foi lançado, mas nunca tive a oportunidade, kkk. Adorei conferir a sua resenha, que só me deixou vocais vontade de ler. Adorei sabe é que o livro tem uma escrita bem frenética que nao nsoxdeixa largar o livro kkk. Adoro essa capa, e espero ler em breve. Até mais ver
    Bjs
    http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manoel. Tava sumido...
      Eu adorei e espero que você curta também.
      Abraço.

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!