DIVULGAÇÃO] A Lei dos Puros de L.C. Del Rio - Editora Asas de Prata



     Olá, eu sou Kênia Cândido do Blog Histórias Existem Para Serem Contadas e colaboradora do Blog Doces Letras.


O livro do escritor L.C. Del Rio lançado no final de Novembro e desvende os segredos de um futuro com um governo mundialmente corrupto.
     Venha conferir:


 

       O enredo se passa em um cenário distópico, na verdade a própria Terra em meados do século XXI, ou seja, daqui a uns quarenta anos aproximadamente. Um poder global terá se estabelecido sem a necessidade de confrontos bélicos e dominará todas as sociedades do planeta, a partir de um evento denominado “O Manifesto de Berlim”. 
     As nações terão deixado de existir e passam a obedecer à recém criada “União Universal dos Povos Livres”, conhecida também como o “Sistema”, dirigida por um “Conselho de Sábios”. Um sistema de castas é estabelecido e as pessoas são divididas entre “Puros”, “Prometidos” e “Gentios”. Embora com fundo religioso, a divisão serve apenas para garantir o poder para a classe dominante.





Título: A LEI DOS PUROS: O PODER DA ESPERANÇA
ISBN: 9788592051402
Idioma: Português
Encadernação: Brochura
Formato: 15,5 x ,5
Páginas: 514
Ano de edição: 2016
Edição: 1ª

      A descrição detalhada do cenário onde o romance se desenvolve é feita logo no início do livro, à página 9, logo após a Introdução, no item “DISTOPIA”.
      A trama é baseada nas aventuras dos dois principais heróis, Luiza e Cauê, garotos de aproximadamente 19 anos, respectivamente filha e neto do líder dos rebeldes, um velho cientista que abandonou seu laboratório na Universidade de Brasília e seu projeto no acelerador de partículas Sírius”, de Campinas-SP, para prosseguir com suas pesquisas de forma clandestina. Para tal vale-se da ajuda de um colega argentino, que desenvolve parte do projeto em Buenos Aires.
     O primeiro capítulo começa com Luiza fugindo pela neve, nos contrafortes da Cordilheira dos Andes, tentando livrar-se de seus captores que a haviam interceptado no aeroporto de Ezeiza, enquanto Cauê tenta contato com o cientista argentino pelas ruas de Buenos Aires.
     Os Puros que perseguem os nossos heróis também são jovens, designados pelos figurões do Sistema e as suas paixões e romances são igualmente descritas e acompanhadas pelos leitores. Neste livro os “maus” não são satanizados, o que permite ao leitor inclusive fazer a sua torcida por eles. Muitos são os personagens inseridos progressivamente no romance, fazendo com que a história se torne cada vez mais atraente e cativante e permitindo que outros heróis se revezem no protagonismo das ações e na preferência dos leitores. Traições e mudanças de lado também ocorrem, como seria de se esperar na vida real.
      As ações se passam alternadamente na Argentina e no Brasil, obedecendo a uma sequência cronológica que mantém sempre viva a atenção do leitor. Além de Buenos Aires e dos Pampas Argentinos, incluindo Entre Rios, Correntes e as Missões Jesuíticas, as aventuras percorrem Brasília, o Quilombo de Cavalcante, as cavernas de Terra Ronca, as estâncias do Rio Grande do Sul, a Usina de Itaipu, em Foz do Iguassu, e as regiões ainda desconhecidas da Amazônia. Todos os locais onde as aventuras se passam são identificados e descritos exatamente como são hoje em dia ou como poderão vir a ser daqui a quarenta anos. As armas e aparelhos voadores criados pela imaginação do autor são coerentes com a evolução esperada para a tecnologia atual, evitando-se as divagações tão a gosto das ficções que nos chegam de fora.
      As descrições dos duelos, das armas, das táticas e técnicas militares, dos saltos de paraquedas, dos detalhes da pilotagem dos aparelhos e das invenções fictícias dos cientistas baseia-se na experiência e no conhecimento do autor.
       A série pretende uma proposta nova: mostrar que os heróis brasileiros são tão bons como quaisquer outros e que eles também podem “salvar o mundo”.

    . Sobre o autor:

      Físico e praticante de artes marciais, além de paraquedista e piloto de helicópteros, L. C. Del Rio transfere todo o seu espírito arrojado para os livros que escreve. Na série “A lei dos Puros”, o autor mistura romance e heroísmo com bom humor, duelos, combates e aventuras, tendo como resultado uma trama envolvente e atual. Também é proprietário deste website, para críticas, sugestões ou se você tiver um livro para publicar, entre em contato


   .  Gostaram do lançamento?
    . Então antes de ir embora, deixa seu comentário. Vamos adorar lê-lo.
    . Bjos e até a próxima...




Kênia Candido:
Eu sou dona do blog Histórias Existem Para Serem Contadas. Mineira completamente apaixonada por livros, filmes e seriados de TV.

3 comentários:

  1. Oi Kênia, tudo bem?

    Ando um pouco cansada de distopias, mas leria por causa da proposta do autor de ter heróis brasileiros, e por essa capa lindíssima <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi.
      Eu não curto muito distopias, mas realmente esta parece ter uma proposta diferente.
      Bjus

      Excluir
  2. Duas coisas nesse livro chama atenção: capa e temática ai só falta uma boa resenha para ajustar expectativas e eu decidi se leio ou não!

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!