[MINHAS IMPRESSÕES] Série Fallen - Lauren Kate - Galera Record


Bom dia seus lindos!
Hoje venho compartilhar as minhas impressões sobre uma série que demorei para ler, mas que curti muito!

Vem comigo...
 Para ler as sinopses e adicionar no Skoob, favor clicar nos títulos abaixo:

FALLEN || TORMENTA || PAIXÃO || ÊXTASE || APAIXONADOS


Se você não curte SPOILER, favor não ler abaixo.


Como o próprio título da postagem diz, aqui vou deixar minhas impressões sobre a leitura da série. Não é uma resenha. Por conta disto, meu aviso de spoiler acima. Vou colocar minha opinião sobre cada livro e minha opinião da série como um todo. Vamos lá!

"Mas o Paraíso está trancado e enclausurado...
 Precisamos fazer a jornada ao redor do mundo
Para ver se uma porta dos fundos talvez esteja aberta."
- Heinrich von Kleist, "On the Puppet Theater"
Lucinda Price, a Luce, é uma jovem atormentada por acontecimentos estranhos e sem explicação que lhe acompanham desde que era pequena. Sempre se sentiu diferente. Sempre com a impressão que lhe faltava algo. Que precisava realizar algo, mas nunca conseguindo entender exatamente o motivo. Até que na idade de 17 anos um trágico acontecimento a deixa em apuros e muda completamente sua vida. Ela é mandada para um reformatório, a Escola Sword & Cross. Um local triste, melancólico e meio sinistro. Se sente perdida já que terá que ficar longe de sua melhor amiga Callie e de seus pais. O ambiente se mostra estranho e hostil nos primeiros dias, mas aos poucos algo começa a se modificar. Alguns detalhes vão surgindo e começam a desencadear lembranças, de outras vidas. Neste reformatório ela conhece Daniel Grigori e tem a incrível sensação que já o conhece de algum lugar. Que os dois têm alguma ligação muito forte e profunda. É lá que ela tem seu primeiro contato nesta vida com os anjos Gabbe, Cam, Arianne, Roland e Molly. Alguns se tornarão seus amigos durante a árdua jornada que ela terá que empreender e outros serão difíceis mesmo quando parecerem estar ajudando.

Imagem retirada do Site DeviantArt

Eu amei esse livro!
Eu ouvi e li em algumas resenhas que acharam a personagem chatinha. Sinceramente não foi isto que senti pela personagem. Luce se comporta exatamente como qualquer adolescente de 17 anos que estivesse passando por todos os problemas e loucuras que ela passa. Sua vida é completamente atípica, confusa, e como ela também me sentiria perdida algumas vezes. Também tomaria decisões precipitadas e erradas, e com certeza me sentiria irritada com tantas meias verdades, coisas mal explicadas, e tanta má vontade de Daniel em esclarecer as coisas.
Nós sabemos os motivos para ele ser assim com ela. mas ela não sabe e desta forma em minha opinião ela agiu conforme o que lhe era mostrado. A achei uma jovem corajosa, amiga, verdadeira, e muito sofrida. Um sofrimento e uma solidão interior que me tocaram muito em diversos momentos durante a leitura.  Também tive uma forte impressão que Lucinda não era uma simples mortal. Algumas passagens, alguns toques bem suaves me deram a sensação que ela era algum ser sobrenatural, não sabia explicar mas era o que eu sentia ao terminar a leitura. Cheguei a comentar sobre esta sensação com duas amigas, e estou torcendo que elas leiam e compartilhem comigo suas impressões também.

Daniel Grigori é um sonho tornado realidade! Um jovem lindo, misterioso, envolvente e que tem uma força interior como jamais senti em nenhum personagem! Lutar pelo seu amor, da forma como ele luta, com tanta determinação, é algo lindo de se ler! Mesmo que no começo do livro, ele se comporte de uma forma meio antipática, e tenha dado o dedo do meio para Luce, logo na primeira vez que se vêm. Mesmo assim, fiquei apaixonada pelo personagem e esta paixão se manteve fiel até a última linha escrita do ultimo livro lido.
"Daniel colocou as mãos dela em seu peito e as segurou contra seu coração.
 - Vou contar a verdade - disse. - Você não vai acreditar em mim, mas merece saber. Mesmo que isso talvez possa matá-la.  
 - Certo. - Um afiado nó de dor se apossou das entranhas de Luce, e ela podia sentir seus joelhos começando a tremer. Ficou feliz quando Daniel a fez sentar.
 Ele andou de um lado para o outro, então respirou fundo:"
(Daniel e Luce - Pág. 313)
Tudo começa a fazer um certo sentido pra Luce. Ela e Daniel começam a se conectar novamente. Daniel e os outros anjos percebem que nesta encarnação algo está diferente entre eles. Talvez finalmente a tão sonhada brecha tenha surgido. Talvez se eles fizerem tudo certo, poderão se livrar da maldição que recai sobre eles. O desfecho me deixou mega ansiosa para correr para o próximo livro, pois a ansiedade em acompanhar o amor deles e a luta deles para ficarem juntos, foi enorme!

Ao terminar este primeiro livro me senti arrependida de não ter lido esta série antes. A autora escreve bem, impõe um bom ritmo à leitura, me fez visualizar cada local onde tudo se passa, e a maneira como ela conduz os mistérios e as descobertas em torno da personagem Luce, me prenderam do início ao fim.

 Pois, se eu enxertar minhas asas nas suas
    A aflição há de adiantar o voo em mim.
  - George Herbert. Easter Wings 

O título deste livro é perfeito! Tudo que acontece nele é realmente uma tormenta na vida de Luce e de alguns de seus novos amigos na Escola Shoreline, o local para onde Daniel a envia, com o intuito de mantê-la segura e assim poder trabalhar melhor em prol de descobrir mais detalhes que possa fazer a diferença na luta deles.

Luce fica conhecendo os Nefilim, que são  filhos ou descendentes de anjos caídos com mortais. Lá ela faz novas amizades, e mesmo que nem tudo esteja as mil maravilhas, ela vai aos poucos se entrosando de uma forma melhor que na escola anterior e também passa a aprender um pouco mais sobre seus talentos e sobre os anunciadores. As tais "sombras" que a perseguem desde que ela era pequena e das quais ela sentia muito medo. Conforme vai aprendendo mais sobre elas, passa a entender melhor as suas funções e os perigos que elas podem representar para aqueles que não souberem usá-las.
 "Mas assim que a porta se fechou, Luce foi até o parapeito da janela, subindo na parte plana onde ela e Daniel se sentaram na noite anterior. Tirar da cabeça o que havia acabado de ver era impossível. Tinha que convocar novamente aquela sombra. Mesmo que trouxesse ainda mais problemas. Mesmo se visse algo de que não gostasse.
(Luce - Pág. 301)
Eu fiquei com muita peninha do Daniel neste livro! Tanta coisa pra fazer, tanto pra lutar, e quase sem tempo pra estar com sua amada. E ainda por cima, ter que se deparar com algo que ele jamais poderia imaginar que Luce fosse fazer com ele. Por muitas vezes fiquei com vontade de colocá-lo no colo, tal a aflição que eu sentia ele passar com tudo que estava acontecendo.


Eu gostei muito da interação da Luce com a Shelby e com o Miles, dois personagens que irão acompanhá-la até o final e que se mostrarão ótimos e verdadeiros amigos para ela. Neste livro também passei a gostar mais do Cam, e sentir pena dele em alguns momentos, pois comecei a perceber que ele não era tão ruim quanto queria fazer parecer.

Neste segundo volume da série, me deparei com fortes e intensas emoções. Cada vez fica mais complicado para Luce distinguir o bem do mal, o ruim do bom e o certo do errado. Tantas revelações, tantas descobertas, tantas confusões de sentimentos, que tem horas que parece que Luce simplesmente vai implodir de tanta tensão e tantas novas informações que são arremessadas pra ela sem que ela tenha como se defender. Será o amor de Luce e Daniel é tão forte assim? Terão eles a força necessária para se manterem juntos? O final? Simplesmente aterrador...

 Se a princípio, nos desencontrarmos, não desanimes.
          Se não me achares aqui, procura-me ali;
           em algum lugar estarei esperando por ti.
 Walt Whitman, Canção de Mim Mesmo

As viagens de Luce através dos anunciadores, contou com uma figura misteriosa e estranha, que a princípio ela teve asco, um certo medo, mas aos poucos foi se acostumando com sua presença e acaba achando que ele é um amigo, o que foi algo bastante equivocado. Desde o princípio eu tinha praticamente certeza de quem poderia ser o tal companheiro, e ao descobrir que estava certa vibrei muito rsrsrs
 - Ótimo. - Daniel vasculhou com os olhos o topo da montanha, tentando imaginar Luce ali. Olhou rapidamente ao redor, em busca de vestígios dela. No entanto, não havia nada. Apenas terra cinzenta, rochas negras e o vento cortante; nenhuma vida.
 Parecia-lhe o lugar mais solitário do planeta.
(Daniel - Pág. 181)
Após uma intensa batalha travada no quintal da casa dos pais de Luce, ela acaba ficando totalmente esgotada e desesperada. Tem um ato impensado e se joga dentro de um anunciador em busca de suas vidas passadas. Daniel fica louco tentando de todas as maneiras chegar até Luce. Fica desesperado sem saber se ela está a salvo, e ao mesmo tempo com medo que ela acabe piorando toda a situação. Os outros anjos, e até mesmo Shelby e Miles, resolvem segui-la para trazê-la de volta a salvo.

Neste livro ficamos a par de mais alguns mistérios e pude observar a força e a grandeza do amor de Daniel e de todo o seu sofrimento. Foi angustiante vivenciar algumas passagens com ele. E também compreendi melhor algumas coisas que ainda estavam em suspenso pra mim.


Paixão foi o livro que menos curti da série. Eu sei que as viagens da Luce, através dos anunciadores, se fazia necessário para que ela aprendesse mais sobre si mesma e o amor que sentia por Daniel. Tudo que ela passa neste livro a fortalece, a faz amadurecer um pouco mais e ao mesmo tempo lhe dá a certeza que ela precisava para confiar em si mesma e no amor que unia os dois através de milhares de anos. Também será crucial para que ela possa vencer os desafios e consiga ajudar Daniel na luta contra a maldição. Mesmo assim o livro foi lento e cansativo, levei uns 3 dias para conseguir ler todo ele. Os outros eu li em um dia.

 Todas as demais coisas à ruína se arrastam,
 Apenas o nosso amor não conhece declínio...
 - John Donne, "O Aniversário"

Minha leitura de Êxtase, iniciou de forma lenta, tranquila, e aos poucos a emoção e a ansiedade foram tomando conta. Gostei muito de todas as explicações que a autora deu para tudo que vinha acontecendo nas vidas de Luce, e as consequência de cada escolha feita. A maneira como suas vidas passadas puderam influir e fazer com que ela finalmente chegasse ao entendimento de quem ela realmente era, algo que já desconfiava desde o primeiro livro, mas não achava estar certa.

Aos poucos fui voltando ao ritmo de leitura. Neste quarto livro a ansiedade já não era tão grande e a leitura estava mais lenta e tranquila. Ao mesmo tempo que estava gostando das descobertas e dos desdobramentos, estava com tristeza de terminar a série. Já estava me sentindo nostálgica. Gostei de como as coisas foram evoluindo até o seu desfecho, mas fiquei o tempo todo com medo da autora fazer algo que pudesse me decepcionar no final. Graças ao Deuses da literatura, isto não ocorreu.

Foi muito bom finalmente ver que estava certa sobre a Lucinda! A hora em que ela se descobre, se lembra de tudo, foi linda demais! Uma das melhores cenas da série. Senti muita tristeza com algumas perdas. A de Gabe então, foi a mais sentida! Também queria muito que a Dee, não precisasse morrer para ser fazer útil, mas ao mesmo tempo achei muito bem bolada toda a sua importância para a quebra da maldição.
 Os pés dela deslizavam na rocha enquanto seu corpo se erguia em um esplendor de leveza. Por um instante, o mundo zumbiu com harmonia incandescente.
 Agora chegou a hora de você despertar.
 O ar ao redor de Luce pareceu estremecer, transformando-se de branco em cinza borrado. Depois, muito ao longe, ela avistou o rosto gargalhante de Bill. As asas negras estavam abertas e eram mais largas que o céu, mais amplas que mim galáxias, enchendo a mente dela, preenchendo cada reentrância do universo, engolfando Luce com fúria infinita.
(Luce - Pág. 263)
A autora  soube desenvolver muito bem o enredo. Soube misturar muito bem todos os elementos, como humor, amor, tristeza, amizade, esperança, fazendo com que a história ficasse no ponto, inclusive me proporcionando momentos muito tocantes.  Todos os personagens secundários foram muito bem desenvolvidos, todos com características próprias e distintas uns dos outros. E todos eles foram importantes em algum momento da história. Todos fazendo a sua parte para que se chegasse ao desfecho.

Imagem retirada do Google

O final foi lindo, perfeito e emocionante! Gostei demais da maneira como tudo foi conduzido, mas, mesmo assim fiquei achando que poderia ter mais. Mais história e mais e mais páginas (é sou insaciável quando a história me agrada). rsrsrsr

 A vida é tão breve, a arte tão demorada de aprender, o esforço tão árduo, a conquista tão fugaz, a alegria temerosa se esvai tão rapidamente... Com isso refiro-me ao Amor, que com sua impressionante faina assola tão gravemente minha alma que, quando penso nisso, sequer sei se estou desperto ou a dormir.
 - Geoffrey Chaucer, O parlamento das aves

Apesar deste livro ser o 3.5, eu só o li depois que terminei toda a série. Não senti nenhuma dificuldade ou diferença por ter agido desta maneira.
Apaixonados é um livro fino, rápido e fácil de ler. Traz em si 4 contos sobre personagens, os quais eu tinha uma certa curiosidade de saber mais. Foi muito bom, poder ler mais sobre alguns dos anjos que tanto contribuíram na luta pela quebra da maldição. Também gostei muito de ler um pouquinho mais de Miles e Shelby, um casal que ficou fofo juntos. Todos os contos se passam no mesmo dia, no local onde a Luce da era medieval vive e em locais próximos. Só senti falta de um conto falando sobre Cam. Pesquisando, descobri que há pouco tempo foi lançado um livro sobre ele e seu amor, e com certeza irei comprar para conferir.

"O AMOR ONDE MENOS SE ESPERA"
Conto 1

Este conto é sobre Miles e Shelby e a história se desenvolve durante a passagem deles por uma das vidas de Luce. Estava sendo comemorado o dia dos namorados. Foi tão fofinho, a maneira como eles vão percebendo que estão se gostando e ver o amor dos dois desabrochando... Adorei!

"LIÇÕES DE AMOR"
Conto 2

Neste conto ficamos conhecendo a história do primeiro amor do anjo Roland. Na época ele ainda era bem imaturo e estava se descobrindo. Foi uma história simples mas sofrida. Onde Roland por ser um anjo e ela ser uma mortal, não deixou que as coisas evoluíssem de forma natural, escolhendo abandonar sua amada, mesmo sofrendo com essa escolha por toda a sua existência.

"AMOR ARDENTE"
Conto 3

Neste conto ficamos conhecendo o amor complicado e diferente do anjo Ariane, com um anjo caído que é bem próximo de Lúcifer, o inimigo poderoso que sempre tenta atrapalhar a vida de Daniel e Luce. Uma história que me surpreendeu, pois saiu totalmente do contexto da série, e devo dizer que de certa forma a achei meio que desnecessária, pois em nenhum outro momento a autora fala sobre isto ou mesmo nos dá a entender que poderia ter acontecido. 

"AMOR SEM FIM"
Conto 4 

Esse conto é sobre o primeiro e último Dia dos Namorados que o casal Daniel e Luce, conseguem passar juntos em suas vidas anteriores. É um conto bem gostosinho de ler, pois reforça ainda mais a força e a pureza do amor dos dois. Valeu a pena ter mais esta chance para ler sobre eles.

Imagem retirada do DeviantArt
Considerações finais:
Eu custei muito a me interessar por esta série, e depois de terminar de ler, fiquei arrependida de não ter lido na época de seu lançamento e quando ainda estava no auge. Meu interesse só foi despertado quando vi o Trailer do filme, que está em cartaz no momento. Assim que vi o trailer eu surtei e fiquei desesperada para conferir. Não demorou muito comprei toda a série com um precinho ótimo pelo site da Amazon. Somente o livro Apaixonados é que comprei em um sebo, próximo aqui de casa.

Uma série que retrata um amor belo e quase impossível de ser vivido, com fortes emoções, muitas reviravoltas, que fala sobre amizade, esperança, perdoar a si mesmo, e contada com grande sensibilidade por parte da autora. Se eu recomendo? Claro que sim!!!
Bjus

8 comentários:

  1. É engraçado como quando as coisas viram "modinha" a gente perde o interesse, né? E depois nos arrependemos por não termos conferido antes. Eu também gosto muito de Fallen, mas acho que li até o terceiro volume, porque na época ainda estavam lançando os seguintes, e aí sabe-se lá porque eu deixei de lado e não li o resto. Fico feliz por você ter gostado da série! Agora é ver se o filme também é bom ou deixa a desejar né

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Carol, acho que o problema foi este mesmo! Muita falação em torno da série e eu acabei deixando passar. Mas tudo tem seu tempo. E após ler todos os livros senti que valeu a pena sua leitura. Estou doida para conferir o filme.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia, tudo bem?

    Eu li o primeiro e adorei, fiquei super empolgada com a história e realmente a autora escreve bem. Mas infelizmente não curti o segundo e fui me desinteressando, mas ainda quero muito saber o final da história de Daniel e Luce!

    Excelente resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mi. Aconteceu comigo no terceiro livro. Achei mais lento e meio chatinho, mas insisti e acabei conseguindo ler até o desfecho que me deixou satisfeita.
      Bjus

      Excluir
  3. Oie
    Eu não li a série mas sempre fui curiosa para ler, o enredo me chama muito atenção e pela sua resenha parece ser uma série muito boa, fiquei com mais vontade de ler. Ainda não assisti ao filme, mas tenho curiosidade.
    Sua resenha da série ficou ótima e nos passou uma boa visão do enredo.
    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nessa.
      Se tiver oportunidade leia, pois é uma leitura bem gostosa e pra quem curte livros sobrenaturais ou com anjos é tudo de bom.
      Bjus

      Excluir
  4. Me lembro que fiquei na dúvida se comprava essa série ou Hush Hush (duas envolvendo anjos eu não sei se aguentaria, rsrs....). Pessoal me falou que Hush Hush era melhor, então optei por ela e não li essa daí até hoje. Nem terminei Hush, Hush, por falar nisso, rsrs....
    Não tenho muita vontade de ler Fallen, mas o filme vou conferir, com certeza. Nem que seja pra matar um pouco a curiosidade, hehe.

    Um feliz natal pra vc!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Suelen!
      Eu também gostei mais de Hush Hush. Pach é único! rsrsr
      Mas a série Fallen também é boa e curti sua leitura.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!