[RESENHA] Um Ano na Vida de Um (Total e Completo) Gênio - Stacey Matson - Geração Jovem


Bom dia leitores!

Hoje vou falar sobre um livro diferente, divertido e muito legal!
Vem comigo...


UM ANO NA VIDA DE UM GÊNIO

Ficha Técnica:
Título original: A year in the life of a total and complete genius
Autora: Stacey Matson
Tradução: Sandra Martha Dolinsky
Gênero: Literatura Infantojuvenil
Págs:  264
Peso: 270g
ISBN: 9788581303574
R$:34,90
Sinopse: 
Eu, Arthur A. Bean, vou ser famoso. Não vai ser fácil, eu sei. A sétima série já está ficando em meu caminho. Meu verdadeiro amor, Kennedy, mal me nota, e a sra. Whitehead não entende meu gênio criativo. Além disso, Robbie Zack (aquele perdedor) pensa que eu roubo suas ideias, coisa que eu não faço. Não é trapaça se acontecer de você ler coisas de outra pessoa e, em seguida, ter uma explosão de inspiração. Tenho certeza de que é o que todos os escritores famosos fazem. E eu vou ser famoso. Eu só preciso ganhar o concurso de contos deste ano…
Bem-vindo a um ano na vida de Arthur A. Bean. Ele é irreverente, ultrajante… E se as ameaç as de Robbie se cumprirem, ele está prestes a ter a cabeç a enfi ada no vaso sanitário!
LEIA O PRIMEIRO CAPÍTULO.


Este livro divertido nasceu da tese de mestrado da autora na Universidade de British Columbia. Matson também dirigiu o programa de turismo e teatro do Parliament Hill, e criou os programas de interpretação do Museu Glenbow, Fort Calgary e do Aquário de Vancouver. Além de escrever, Matson gosta de jogar squash, esquiar, tocar piano e… Se vestir de princesa em festas de aniversário infantis!


Quando vi o lançamento deste livro, logo fiquei interessada em conferir. Mesmo sendo um livro infanto juvenil, gostei da premissa, e do fato do livro ter uma narrativa diferenciada, o que aguçou bastante minha curiosidade. fora que é bom nos jogarmos em estilos literários diferentes de vez em quando para sairmos do lugar comum.


Arthur A. Bean, é um pré-adolescente de 13 anos de idade, um garoto que seria considerado comum, não fosse a maneira peculiar que ele tem de enxergar a vida e de se comunicar com as pessoas. Apesar de ter sofrido uma perda irreparável(sua mãe), e seu pai ser ausente na maior parte do tempo, ele consegue nos contar suas histórias de uma forma divertida e inusitada, que acabam por nos arrancar boas risadas.

E isso é surpreendente, dado que ele recentemente perdeu sua mãe. Mas o que é mais incomum (e maravilhosamente refrescante) sobre esta história é a sua falta de narrativa tradicional. A vida de Arthur é revelada através de seu trabalho escolar: atribuições, ensaios reveladores, poemas, desenhos animados, e-mails para alunos e professores e seu diário de leitura, no qual ele conta tudo que se passa com ele.


Arthur quer ser famoso, rico e poderoso, eu já mencionei famoso?😊 Como ele vai fazer isso, a gente fica a se perguntar durante toda a história. O que será preciso pra chegar lá?  Tudo o que ele precisa fazer é ganhar o concurso de contos deste ano. Fácil? Será? Claro que não!Dezenas de obstáculos divertidos estão em seu caminho para reivindicar a vitória. Robbie Zack, um desafeto que cisma com ele, por exemplo, ele acha que Arthur roubou sua ideia para um projeto. Também temos Kennedy Laurel, a menina por quem Arthur está apaixonado e que nos passa a impressão de não estar nem aí para ele e seu primo Luke com quem ele mantém uma boa amizade. Afinal, Arthur vencerá o concurso ou falhará pateticamente?

O ano de Arthur é contado através de sua própria escrita criativa e os intercâmbios escritos com seus professores, Kennedy - a menina de seus sonhos - e Robbie Zack, seu arqui-inimigo. A atitude super confiante de Arthur é ininterrupta. Para Kennedy é graciosa e encantadora, para Robbie é agressiva e conflituosa, e para sua professora simpática é uma capa que está escondendo a dor de sua perda. Como suas alegações extravagantes e atribuições insolentes o levam cada vez mais e mais em direção a problemas na escola ele percebe que talvez, apenas ser ele mesmo pode ser um pouco mais fácil.


A autora soube trabalhar muito bem os assuntos sérios que aborda durante a história. Tais como, bulliyng, depressão, perdas familiares, e outras. Sempre de uma forma lúdica, leve e divertida já que o livro é próprio para uma faixa etária de 10 anos em diante, creio eu.

A Editora fez um belo trabalho gráfico com o livro. Desde a capa, que achei linda, até a diagramação, que diferencia os textos de e-mail, cartas e outros. Um belo trabalho por parte da Geração Editorial.


Esta é uma história incrivelmente engraçada e agridoce, explorando grandes temas, incluindo identidade, amizade, descobrindo tolerância e muito mais. Um infanto juvenil que recomendo!
Bjus

8 comentários:

  1. Que fofuxo. O livro parece ser uma leitura bem gostosinha. *_* E adoro editoras que se dedicam no trabalho gráfico.

    Beijos!
    Tem sorteio rolando, vem ver!
    Sorteio de livro Postando Trechos

    ResponderExcluir
  2. Olá, adorei a dica, ainda não conhecia o livro!
    Bjs

    http://www.modaimagem.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Onw que livro mais fofo!
    Gostei da dica
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que cada pessoa lida com as perdas de uma forma diferente né? E essa foi a forma dele se encontrar: sonhando de novo.Isso é bonito..a moral dele definitivamente deve ser passada para as crianças :)

    gostei muito
    beeijão
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Lia, tudo bem?

    Desde o lançamento do livro eu estou com vontade de ler! Que bom que a leitura agradou e os marcadores são lindos <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Lia!
    Gosto dos livros infantos juvenis porque são sempre bem criativos e nos proporcionam boas risadas.
    E gostei também de ver que o formato da escrita é diferenciado, trazendo uma leitura mais dinâmica.
    Obrigada pela visita feita ao blog e espero sua visita sempre que desejar!
    Desejo uma semana de realizações e muito amor!
    “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Lia amei a dica,este livro já está na lista de presente.Pelo conteúdo da resenha sei que será um bom presente para garotada,precisamos resgatar essa turma que só fica nas redes sociais.E como você finalizou bem a sua resenha;"Esta é uma história incrivelmente engraçada e agridoce, explorando grandes temas, incluindo identidade, amizade, descobrindo tolerância..."vamos levar a leitura com bom conteúdo para nossos jovens.Bjs e boa leitura

    ResponderExcluir
  8. Oi Lia,

    A minha colunista leu esse livro e achou bem interessante. É um livro que você pensar ser leve e tal, mas que traz várias reflexões importantes na voz de um garotinho. Gostei, ótima resenha. :)

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!