[RESENHA] Amanhã eu Paro! - Gilles Legardinier - Editora Arqueiro


Olá leitores!


Hoje vou compartilhar com vocês, as minhas impressões sobre um livro diferente e com uma proposta irreverente.
Vem comigo...

AMANHÃ EU PARO!


FICHA TÉCNICA
LANÇAMENTO: 10/04/2017
TÍTULO ORIGINAL: DEMAIN J’ARRÊTE!
TRADUÇÃO: FERNANDA ABREU
NÚMERO DE PÁGINAS: 304 PÁGINAS
ISBN: 9788580417050
EAN: 9788580417050
PREÇO: R$ 39.90
E-BOOK
eISBN: 9788580417067
PREÇO: R$ 24.99
Sinopse:
Como todo mundo, Julie já fez muitas coisas idiotas na vida. Ela poderia contar sobre a vez que resolveu descer a escada enquanto vestia um suéter e caiu nos degraus, ou quando tentou consertar um plugue ligado na tomada segurando o fio com a boca, ou quem sabe falar de sua fixação pelo novo vizinho que nunca viu: Ricardo Patatras.
Julie tem o irritante hábito de fazer as maiores loucuras quando está apaixonada. E essa obsessão a leva a prender a mão na caixa de correio do vizinho enquanto espiona uma misteriosa carta... E o pior, ainda é flagrada pelo próprio dono da correspondência.
Mas isso não é nada, nada mesmo, se comparado às maluquices que ela vai fazer para se aproximar desse homem e descobrir seu grande segredo. Movida por uma criatividade sem limites, intrigada e atraída por um desconhecido que mora tão perto, Julie assume riscos cada vez mais delirantes, sem perceber que pode cair na própria armadilha.
Com mais de 3,5 milhões de livros vendidos, Gilles Legardinier mostra em Amanhã eu paro! uma história original e irreverente que com certeza fará o leitor morrer de rir.


Amanhã eu Paro! é um livro de muito sucesso na França e em alguns outros países da Europa, mas confesso que pelo menos eu, nunca tinha ouvido falar nele até o encontro com livreiros, que a Editora Arqueiro promoveu em Março. A capa aliada a sinopse já tinha me despertado a curiosidade e depois da apresentação dele no encontro, fiquei com muita vontade de conferir. 
Eu não tinha a mínima ideia do que iria encontrar, mas pelo tema e o que foi dito, esperava que fosse algo nos moldes dos livros de Sophie Kinsella de quem sou fã. Apesar da escrita inteligente e irreverente do autor e de termos um bom enredo, o livro não funcionou muito bem pra mim.

A proposta do livro é de ser engraçado. Bom, esta é a proposta, mas pra mim não funcionou muito bem. Infelizmente não consegui achar muito divertido e por muitas vezes o achei cansativo. O começo foi lento, meio arrastado. Custei um pouco para pegar o ritmo, mas a partir da metade, peguei o embalo e a leitura passou a fluir bem.  Mas entendam, esta é a minha experiência. Para saber como funcionaria pra vocês, só lendo. E se eu recomendo a leitura? Sim recomendo. Pois leitura é algo único. Nem sempre o que funciona para mim, vai agradar vocês e vice versa. Por isso leia e depois me conte como a história funcionou para vocês.


Amanhã eu Paro! nos conta as aventuras e trapalhadas de Julie Tournelle, uma jovem de 28 anos, que mora sozinha, trabalha em um banco e que não se sente muito feliz com sua vida e com as escolhas que fez. Vamos acompanhar a nossa mocinha, em busca do verdadeiro amor e de conseguir chamar a tenção e ganhar de vez o coração de um certo vizinho. Julie é uma personagem inconstante. Ora nos cativa com suas boas ações e seu coração mole e ora nos irrita com suas esquisitices e maluquices que chegam a beirar a burrice. Apesar de ser bonita e inteligente, muitas vezes tem um comportamento nada adequado a uma mulher de vinte e tantos anos, parecendo mais uma adolescente desvairada. Já em outras ocasiões nos emociona com suas atitudes caridosas e altruístas. Um contraste gritante, que por muitas vezes me incomodou e em outras me agradou. 

Ricardo Patatras é um homem lindo, porém misterioso. Durante a maior parte da história não consegui ter ideia de quais eram seus reais objetivos. Ás vezes parecia estar realmente interessado em Julie, mas na maioria do tempo o que parecia era que ele a estava usando de alguma maneira escusa. Confesso que não consegui criar empatia com o personagem, e isto é algo raro em se tratando de mocinhos. Mas, todo o mistério tem sim um motivo justo e importante, e quando nos é mostrado, conseguimos perdoar um pouco sua indiferença e ambiguidade com nossa mocinha. E ficamos na torcida para que ele consiga ter sucesso em sua empreitada.

Durante toda a história, vamos acompanhar as maluquices e desvairios de Julie, tentando conquistar Ric, como ele fica conhecido na vizinhança e ao mesmo tempo tentando desvendar o grande mistério que o envolve. Pra isso ela fará uso de artimanhas inimagináveis, nada plausíveis, colocará seus amigos em várias roubadas e só se dará por satisfeita ao conseguir descobrir tudo, mesmo que para isso tenha que criar o caos por onde mora.

Além destes personagens principais, temos uma turma de personagens secundários engraçados, loucos, interessantes e até mesmo uma personagem apaixonante que conseguiu me arrancar lágrimas com sua história de vida. Entre os personagens secundários gostaria de destacar esta personagem a Sra. Roudan e dois amigos de Julie, Xavier e Sophie que a ajudam e estão sempre prontos a estar com ela sobre o que der e vier. Também não posso deixar de destacar a Sra. Bergerot, a dona da padaria e uma pessoa que vai ajudar nossa mocinha em suas decisões de mudança. 

Quanto a parte gráfica do livro: A capa é linda! Este gatinho com touca peruana é muito fofo e me conquistou logo de cara. A diagramação está simples, mas caprichada. Em todas as páginas temos o desenho de um gatinho e ao passar as páginas rapidamente temos a sensação que o gatinho vai subindo e vai escapar do livro! Não encontrei erros de revisão. A cor das páginas e a fonte escolhida me proporcionaram uma boa leitura.

O livro tem um tom leve, nos fala sobre amizades, recomeções, oportunidades e de como é importante ter a coragem de mudar, para que algumas situações em nossas vidas possa ter um desfecho diferente. Além de reflexões profundas sobre a morte. Apesar de não ser engraçado como eu esperava, ele tem sim uma boa história que teve lá os seus momentos. 

OBS.: Não é um livro sobre gatos! 

Abaixo deixarei alguns quotes que achei interessantes para compartilhar com vocês:
" Vim a festa para estar com Jérome, para esquecer de tudo, para me divertir, e não me arrependo. Esse tipo de coisa, porém, não impede que o destino continue atento a você. Nunca sabemos em que momento ele vai resolver incidir na nossa vida, nem de que maneira. No meu caso, acontece esta noite, e seu mensageiro é muito esquisito." (Julie - Pág. 07).
" Não sei vocês, mas quando eu era pequena, no meu universo existiam apenas dois tipos de pessoa: as que eu adorava e as que eu detestava. Meus melhores amigos e meus piores inimigos. Aqueles por quem estou disposta a dar tudo, e os que podem morrer secos. Depois, crescemos. Entre o preto e o branco, descobrimos que existe o cinza." (Julie - Pág. 139).
" Sei o que você está pensando: ela ficou maluca. E tem razão. Mas quando não temos mais nada a perder, nós apostamos todas as fichas. Na esperança de me tranquilizar, tento lembrar todos os personagens históricos que conseguiram algum feito impossível pelo simples fato de não terem outra escolha que não tentar. É essa a minha situação." (Julie - Pág. 267).

6 comentários:

  1. Oi Lia
    Que pena que o livro não funcionou pra vc. Eu li o livro super rápido, e eu me diverti muito, dei risadas altas, coisa que há muito tempo não me acontecia lendo um livro. Eu adorei a premissa da história.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa.
      Que bom que o livro te divertiu e te ganhou! Eu curti a leitura, mas não consegui achar engraçado, talvez porque eu tivesse altas expectativas sobre ele, ou quem sabe o meu momento. Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia! Quando vi a capa pensei que seria sobre gatos, mas lendo a resenha percebi que estava enganada. Que pena que não foi uma leitura das melhores para você. No momento eu não cogito ler, quem sabe uma outra hora.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida.
      A capa engana mesmo! rsrsrs Espero que dê uma chance ao livro. Ele tem uma história interessante e diferente. E de repente você vai achar super engraçado.
      Bjus

      Excluir
  3. Oi!! Me apaixonei pela capa achei um amorzinho esse gato. De inicio achei que fosse aobre gatos o livro, depoia da sua resenha apesar de você dizer que não é tão engraçado eu quero ler. Parece ser bom.
    Beijinhooos. ❤
    www.amordeluaazul.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Le. Bem-vinda ao Doces.
      A capa é muito linda mesmo. Foi a primeira coisa que me ganhou.
      Quanto ao livro, leia mesmo, de repente para você ele vai fluir muito melhor.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!