[RESENHA] Angus - Origens - Orlando Paes Filho - Novo Conceito



    Olá, eu sou Kênia Cândido do Blog Histórias Existem Para Serem Contadas e colaboradora do Blog Doces Letras.


 Hoje eu trago a resenha de um livro digital bem curtinho chamado Angus – Origens, escrito pelo Orlando Paes Filho e publicado pelo selo Novas Páginas  da Editora Novo Conceito.


. Dados Sobre o Livro:

- Autor: Orlando Paes Filho
- Editora: Novo Conceito
- 1ª Edição
- ISBN: 9788581634852
- Ano: 2016
- Páginas: 66
- Sinopse:  Conheça a aventura épica que conta a origem do clã de Angus MacLachlan!Uma terrível batalha entre Bretanha e Irlanda. Um conflito entre duas religiões: a pagã, do deus Cernunnos da Irlanda, e o Cristianismo, da Pictávia e da Escócia.Neste obscuro cenário, uma espada sagrada é entregue nas mãos de um grande guerreiro: Oengus MacLachlan. Ele e seus ancestrais enfrentarão a mais devastadora invasão que tentará destruir a Cristandade na Bretanha. O futuro de grandes reis está em perigo, assim como o futuro de toda a Cristandade.
SKOOB | ADQUIRA E-Book Gratuitamente na AMAZON


Muito Bom!

      Angus – Origens é um livro digital muito curto. Na verdade uma introdução da trilogia Angus MacLachlan, porém contém uma história incrível que vale a pena ler.

      O livro inicia-se  no ano 547 d. C.  na ilha de Erin em uma manhã, com os homens de Connacht gritando seus gritos de guerra. Todos tinham uma enorme expectativa de vitória sobre Crimthainn do Ui Neill, pois antes da partida, haviam  sacrificado mais de mil mulheres e crianças ao Deus Cernunnos.

     Após o Mago Eogan ter realizado o sacrifício, o  Rei Ailill Inbanda ficou confiante da vitória e os guerreiros comandados por Murchad, Tourlough, Colla e Artgat desembarcaram dos navios nos quatro pontos estratégicos.
     Todos estavam sedentos por sangue, riqueza e mulheres. Contudo desejavam acabar com o povo cristão  localizado na Bretanha porque  não acitavam o Deus Celta Cernunnos  que o povo da Irlanda venerava.

     No entanto o Senhor da Guerra Crimthainn do Ui Neil e os Reis Oengus, Cruithne e Aidan estavam cientes da invasão e possuíam uma arma secreta para a batalha contra os pagãos.

Não tem como revelar mais sobre a história, porque o livro contém pouquíssimas páginas. É apenas um prelúdio para entrar na trama do  livro  Angus - O Primeiro Guerreiro.

     A narrativa contém uma visão detalhada do cenário de guerra, trouxe um momento marcante e deixou a leitura eletrizante. Confesso que gostei bastante do enredo, além de encontrar algumas ilustrações na edição.

     Enfim,  é uma aventura bem interessante e nem preciso falar que estou desejando ter a oportunidade de continuar a leitura dos livros seguintes.
“ Os quatro comandantes levaram os quatro elmos que forjei no fogo de Cernunnos, impregnados de sangue. Sangue que foi oferecido ao nosso deus. Cernunnos nos garantirá a vitória contra os cristãos, grande rei. Ele pisará com suas quatro patas o povo cristão da Bretanha!” 
“ Todos olharam nos olhos do rei, tendo os próprios marejados, pois não havia naquele instante mais diferença entre rei, cavaleiro, soldado ou povo.”
“O rei Cruithne sorriu discretamente: “Crianças”, pensou consigo. Era um orgulho ter Oengus interessado em sua filha Fortrenna, “a indomável”, divertiu-se o rei com seus pensamentos.

     . Sobre o autor:



      Orlando Paes Filho nasceu em 1962, em São Paulo. Aos quatorze anos iniciou a prática da escrita de forma particular. Concebeu neste período diversas sagas e passou a desenvolvê-las ao longo de sua vida. Muito jovem, frequentou a Biblioteca do Mosteiro de São Bento de São Paulo. Lá, durante décadas e sob orientação constante dos monges, conheceu e estudou as fontes primárias que seriam o alicerce de suas obras, romances históricos de Cavalaria Medieval. Em 2003, lançou sua primeira série Angus MacLachlan que esteve nas listas dos livros mais vendidos no Brasil. Sua literatura de romances históricos alcançou outros países, figurando nas listas dos livros mais vendidos na China, Rússia, Taiwan, Austrália, Grécia, Romênia, Hungria, Espanha, Coréia e países da América Latina. O autor participa anualmente da Frankfurter Buchmesse, a maior feira literária do mundo, na Alemanha, expondo suas obras literárias.


    . Já leu Angus- Origens?
    . Então antes de ir embora, deixe seu comentário. Vamos adorar lê-lo.
    . Bjos e até a próxima...


 

Kênia Candido:
Eu sou dona do blog Histórias Existem Para Serem Contadas. Mineira completamente apaixonada por livros, filmes e seriados de TV.

3 comentários:

  1. Oi Kênia!
    Eu li essa introdução e deu para conhecer pouco sobre essa guerra entre cristãos e pagãos. Que resenho o primeiro Guerreiro foi a Ana Carolina.
    Boa leitura!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi Kênia.
    Gostei da maneira como você nos introduz à história e pelo que você escreve, a história deve ter todos os elementos que agradam a quem curte fantasia.
    Bjus

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!