[RESENHA] Um Amor Conquistado - Silvia Spadoni - Pedrazul Editora


Bom dia leitores!


Hoje venho compartilhar minhas impressões, sobre um romance de época nacional que gostei muito.
Vem comigo...

UM AMOR CONQUISTADO

Ficha Técnica:
Autora: Silvia Spadoni
Editora: Pedrazul
ISBN: 978-85-66549-48-5
Número de páginas: 208
Idioma: português
Acabamento: Brochura
Sinopse:
1º livro da Série Amores
Ainda criança, Sophia foi levada para a Inglaterra para fugir da perseguição e do terror impostos pela Revolução Francesa. Com medo de ser descoberta, nunca revelou sua origem nobre, mas manteve viva a esperança de reencontrar sua família. Após o falecimento da madrinha, Sophia se vê obrigada a buscar trabalho para sobreviver e, por isso, se candidata à vaga de preceptora de Louise, a sobrinha órfã do conde de Buckington, um nobre conhecido pela sua frieza e arrogância. Uma brincadeira do acaso e ela se vê diante da possibilidade de voltar à França sob a proteção do nobre inglês e de descobrir o que aconteceu com seus pais. Mesmo avisada sobre os riscos, ela decide seguir em frente, ainda que isso signifique fingir ser a noiva do conde de gelo. Edward é um homem frio e arrogante, disposto a qualquer coisa para vingar-se do francês que destruiu seu irmão, até mesmo embarcar para a França em companhia de uma desconhecida apresentando-a como sua noiva. Ele conhece os riscos da empreitada, só não está preparado para os sentimentos contraditórios que invadem seu coração.


Este foi meu primeiro contato com a escrita de Silvia Spadoni. Até sua trilogia entrar para as publicações da Pedrazul editora eu não tinha conhecimento dela, mas logo que li as sinopses e vi que eram romances de época, fiquei com muita vontade de ler. Assim que surgiu a oportunidade, fiz minha solicitação para a editora e hoje trago minha resenha para vocês.

Este é o primeiro livro da Trilogia Amores, que é composta por três livros. A cada livro seremos levados a conhecer a história de um casal diferente, portanto as histórias são independentes entre si, e podem sim, ser lidas separadamente, mas eu aconselho que leiam na ordem de publicação, pois sempre nos dá um gostinho a mais.


Com uma escrita firme, decidida e com um enredo muito interessante, Um Amor Conquistado, conseguiu prender a minha atenção e me proporcionou uma leitura muito prazerosa. Daqueles livros que a gente lê em uma sentada, ou seja em poucas horas.

Seus personagens são bem construídos, o casal principal tem grande poder de empatia e nos leva em uma viagem à França e Inglaterra do século dezoito, de uma maneira fluida, rápida e encantadora. Gostei muito das referências a Revolução Francesa, e seus desdobramentos, o que nos mostra que a autora fez uma boa pesquisa e assim dando mais veracidade aos fatos mencionados. O livro é narrado em terceira pessoa, e com pontos de vista intercalados entre a Sophia e o Conde.

Imagem retirada do Google

Sophia de Breteuil é obrigada a fugir da França ainda muito pequena, juntamente com sua madrinha Marguerite, que era grande amiga de sua mãe. Durante a fuga alguns acontecimentos desastrosos, separam Sophia de seus pais, a quem ela nunca mais tem chance de ver. Ao chegarem a Londres, Marguerite faz de tudo para sobreviver e para criar Sophia como uma verdadeira dama, tal qual ela tem direito de ser. Mas aos poucos as jóias que trouxe da França vão diminuindo, o dinheiro vai ficando escasso, e elas têm que viver de um modo mais humilde. 

Após a morte de Marguerite, Shopia se vê totalmente sozinha em Londres, e tendo que arrumar alguma coisa urgente para sobreviver. É assim que ela acaba chegando ao Conde de Buckington, que precisa urgente de uma nova preceptora para sua sobrinha, de quem é o tutor legal.
Louise, é uma menina adorável, mas que tem deixado seu tio meio doido com a mania de se livrar das preceptoras que ele contrata. Louise é daquelas personagens cativantes, que a gente adoraria adentrar a história e dar muitos e muitos beijinhos. 
" - Devo dizer que, embora não seja inglesa, a senhorita de Breteuil tem referências impecáveis. Foi indicada pela viscondessa de Hamilton, dama de companhia da duquesa de Brewster. Ela não tem experiência, milorde, mas Louise parece gostar muito dela." (Pág. 39).
Apesar de seu ódio pelos franceses, e por seu temperamento de gelo, Edward Philip(o sexto conde de Buckington), devido a algumas circunstâncias fora de seu controle, acaba contratando Sophia e aos poucos vai se surpreendendo positivamente, com sua conduta e boa amizade com sua sobrinha. 

Até que o Conde recebe uma missão de espionagem na qual precisará ir à França, para conseguir algumas informações importantes para a Coroa e ao mesmo tempo ter a chance de concluir sua vingança. Até aí tudo bem, o Conde aceita e já está praticamente tudo resolvido quando surge um problema. Devido a instabilidade que a França está vivendo com as atitudes de Napoleão Bonaparte e o prenúncio de uma possível guerra com a Inglaterra, seria mais adequado que ele levasse uma mulher se fingindo de sua noiva. Quem melhor do que Sophia, uma jovem francesa bela e resoluta para lhe ajudar nesta missão?

Sophia é uma personagem adorável! Forte, decidida, e que tem um bom coração. Seu maior sonho é voltar à França e descobrir o que aconteceu com seus pais, e tudo o que ocorreu desde que foi obrigada a fugir de lá. Sendo assim, que melhor oportunidade, do que aceitar participar de uma missão com o Conde de gelo fingindo ser sua noiva?
 - Precisamos de uma jovem educada que acompanhe nosso novo adido à França fingindo ser sua noiva - continuou Cavendish - Ela será o disfarce, a camuflagem da verdadeira missão, afinal nenhum francês imaginaria um nobre inglês levando a noiva numa missão de espionagem. Mas não conseguimos encontrar nenhuma jovem que preenchesse as condições e tivesse interesse em participar, mesmo porque a situação envolve certo risco... mas a senhorita..." - (Pág. 56)
Nem preciso dizer que a partir deste ponto, as situações se complicam, o casal começa a se enxergar com outros olhos, e mesmo com alguns contratempos, intrigas e risco de vida, eles caminham para o sucesso da missão e quem sabe o seu final feliz.

Sophia e Edward, são turrões, enérgicos e muito arraigados a suas convicções. Seu relacionamento não é tranquilo, estão sempre se estranhando e teimando um com o outro. 
É só depois de terem que viajar sozinhos e enfrentar todas as situações complicadas e adversas que surgem em seu caminho, é que começarão aos poucos a se entenderem e saberem reagir ao sentimento que vai tomando conta de ambos.
" - Estou à espera - disse ele, sentando-se de frente para ela. Seus joelhos se tocavam levemente e Sophia, além de toda a preocupação com sua causa pessoal, lutava contra outra: a cabine do lorde estava impregnada pelo cheiro dele, um odor agradável, amadeirado, que a inebriava e a fazia olhar para os olhos dele como uma criança atraída por um brinquedo ilícito. E havia seus joelhos que tremiam e ele notaria, pois estavam tocando a perna dele. Pernas que estavam firmes como rochas. Ele, contudo, parecia apenas preocupado com ela, talvez, curioso. " - (Pág. 75)
A capa é bonita, tem uma diagramação simples, porém eficiente. As cores das páginas aliada ao tamanho da fonte e espaçamento das linhas, me proporcionaram uma boa leitura. Uma boa publicação por parte da editora.

Meu único adendo é que eu gostaria que a história tivesse um pouquinho mais de páginas e que o relacionamento dos mocinhos tivesse mais desenvolvimento. De resto foi tudo muito lindo!
" Talvez fosse o champanhe, ou a tensão dos últimos dias ou simplesmente paixão... O fato é que Sophia o aceitou com calor. Os braços dela o envolveram, os lábios se abriram, ela colou seu corpo ao dele num movimento involuntário, mas absolutamente necessário.  Os olhos dele lhe fizeram a pergunta que a boca não ousou formular. Ela sabia que deveria dizer não, mil vezes não, mas seu corpo não permitiu, tampouco seu coração. Ela simplesmente lhe ofereceu os lábios e essa foi a resposta perfeita." - (Pág. 115).
Com uma trama recheada de mistérios, reviravoltas, e uma boa dose de drama, Um Amor Conquistado, conseguiu me prender do início ao fim e me tornou totalmente cativada por sua história e totalmente ansiosa para a leitura do próximo livro da trilogia.



Próximos livros da Série: Um Amor Inesperado(Maio) e Um Amor Apaixonado(Junho).


6 comentários:

  1. ai que legal, eu nunca tinha ouvido falar dessa autora, mas depois da sua resenha fiquei curiosa, ainda mais por ser um nacional..
    gostei tb do fato que cita a rev francesa e que a autora teve que pesquisar sobre isso (pelo o que vc disse) traz mais veracidade a historia e faz com que ela fique melhor, pq a gnt ve o esforço..
    ah, tb gostei eh claro do romance que o casal principal tem, adorei a premissa e adorei que tem um misterio acerca dos pais da protagonista
    esse eh um livro que eu ja anotei na minha listinha! obg pela indicaçao <3

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ludimila. Seja bem-vinda ao Doces.
      Espero que você tenha a oportunidade de ler. Eu gostei da leitura e recomendo. Obrigada por sua visita. Bjus

      Excluir
  2. Oi, Lia. Eu ainda não li o livro mas já estou de olho neste lançamento e nos próximos da editora. Como uma apaixonada por romances de época que sou, tenho certeza que gostarei de cada segundo do livro.
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriã.
      Eu também amo romances de época e estou amando a oportunidade de conhecer e ler estes novos autores. Espero que tenha a oportunidade de conferir.Bjus

      Excluir
  3. Oi Lia! Que bom que passei por aqui hoje, estava querendo muito detalhes desta história e depois de ler a resenha fui fisgada. Vou ler com certeza.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida.
      Que bom que gostou da resenha. Espero que consiga ler e que faça uma boa leitura.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!