[RESENHA] Ruby in the Dust - O Amor numa Xícara de Chá - Julie Farrell - Editora Charme


Olá leitores!


Hoje vou compartilhar com vocês, as minhas impressões, sobre um romance que aborda um tema delicado, difícil, mas de uma maneira muito fofa!
Vem comigo...

RUBY IN THE DUST - O AMOR NUMA XÍCARA DE CHÁ


Ficha Técnica:
Autora: Julie Farrell
ISBN-13: 9788568056042
ISBN-10: 8568056040
Ano: 2014 / Páginas: 362
Idioma: português
Editora: Charme
Sinopse:
Nicky tem um segredo. Ela fugiu de Hamburgo aos quinze anos, e encontrou refúgio na pacata Maidenhead, onde seu café, Ruby in the Dust, tornou-se um sucesso. Mas agora, conforme Maidenhead se moderniza e o Corporista Café engole a cidade, Nicky está perdendo sua renda e tem uma ameaça de despejo. Com todas estas preocupações martelando em seu coração, ela certamente não está à procura de amor.
Quando Alex entra em sua vida com promessas para ajudá-la a transformar seu negócio em algo lucrativo, Nicky se mantém cética. Mas há mais em Alex do que o idiota que ele parece ser. Quando o senhorio desagradável de Nicky desafia Alex a salvar o Café em três meses, Alex não consegue resistir, e eles fazem uma aposta que pode acabar custando caro a Alex.
Pode Nicky colocar o orgulho de lado e trabalhar com Alex para salvar Ruby in the Dust, antes que ele se torne mais um café empresarial? E ela pode superar o seu grave segredo, e se permitir apaixonar por Alex, mesmo que isso signifique enfrentar seus medos mais profundos?
Aconchegue-se com uma xícara de chá, e desfrute do calor do Ruby in the Dust!


Ruby in the Dust, já estava entre meus desejados faz muito tempo, mas por um motivo ou outro, acabava ficando para depois. Até que ao firmar parceria com a Editora Charme este ano, resolvi que não dava mais para adiar sua leitura. 

O início da leitura foi um pouco arrastada, custei um pouco a pegar o ritmo, mas a partir do momento que isto aconteceu, não consegui mais parar. O livro tem uma história fofa e envolvente, e foi uma daquelas surpresas que nos pegam de jeito. 

Ruby in the Dust nos conta a história de Nicky e Alex, duas almas desgarradas, sofridas, mas que bem lá no fundo ainda nutrem um pouco de esperança, que de alguma forma a calmaria e a felicidade um dia lhes encontre.

Nicky fugiu da Alemanha, quando tinha apenas 15 anos, por causa de algo que lhe machucou muito, lhe fez sofrer demais, e veio tentar a sorte na Inglaterra, onde acabou montando sua estrutura de vida em Maidenhead, uma pequena e pacata cidade, onde se sentiu segura para guardar o seu segredo. Lá ela acabou montando um café o Ruby in the Dust, que por um bom tempo foi um sucesso! Mas a cidade começou a crescer e se modernizar, com isso apareceu o tal Café Corporativo, uma cafeteria com tudo de mais moderno que há, mas ao mesmo tempo bastante impessoal. Para complicar ainda mais a situação de Nicky, ela está vendendo pouco, está devendo três meses de aluguel, e seu senhorio é um homem frio e calculista, que não lhe dá uma trégua.

Alex é um gênio. Um cara lindo, muito lindo, super inteligente, mas com muitos problemas emocionais e de relacionamento com sua mãe. Abandonou a faculdade de medicina na reta final, anda entediado, bebendo muito e sem rumo.  Ao sofrer um acidente de moto, ele começa a repensar sua vida, fica desesperado para se ligar a alguma coisa, a algo que o traga de volta à normalidade. 

É aí que entra em campo o Destino, aquele moço caprichoso, fazendo com que os dois acabem se conhecendo e que façam a diferença na vida um do outro. Alex vai ao Ruby in the Dust, com seu melhor amigo, e assim que coloca os olhos em Nicky, sente uma vibração diferente. Por sua vez Nicky, acha que Alex é um cara antipático e pedante, mas nós sabemos muito bem onde isto irá parar.

Nicky não está à procura de amor. Devido a alguns traumas do passado, tem receio de se envolver seriamente com alguém. Alex, está em um momento crucial em sua vida, e por isso também não está procurando nenhum envolvimento. Ao presenciar o senhorio fechando o cerco a Nicky, ele o reconhece como um amigo/desafeto da época do ensino médio e resolve fazer uma aposta com ele. Ele pede três meses de prazo para fazer o Ruby in the Dust voltar a ter lucro e conseguir a grana dos três meses de aluguel, e em troca o tal amigo, esquece a dívida da Nicky e para de pressionar ela. Será que Alex e Nicky vão conseguir trabalhar juntos? Será que essa aposta vai dar certo? Apesar de estar cética sobre a aposta, Nicky acaba deixando seu orgulho de lado e resolve aceitar trabalhar com Alex para salvar o Ruby in the Dust. 


Nicky é aquele tipo de pessoa, que pode dizer a todos como se consertar, mas não sabe como consertar a si própria. Ela vai tentar de tudo para manter Alex distante, mesmo que seu coração o queira bem próximo. Por sua vez com igual determinação Alex vai tentar de todas as formas derrubar os muros de proteção que ela criou em torno de si. 

Juntos, com muita hesitação e forte determinação, eles aprendem a trazer o melhor um para o outro. Alex vai se fortalecendo, amadurecendo e crescendo muito como homem. Ele acaba descobrindo que para algo dar certo, basta colocar algum esforço. E Nicky descobre que o muro de fortaleza que ela colocou ao redor de seu coração poderia ser derrubado.  Tudo o que ela precisava era encontrar aquela pessoa que a amasse e a aceitasse do jeito que Deus a fez. Sem tirar nem pôr.

Os personagens secundários (em particular a mãe de Alex, os funcionários e clientes do Ruby In The Dust), também são muito bem desenvolvidos, e dão um ótimo acréscimo ao enredo. Os personagens como um todo, são muito reais, cativantes e nos envolvem completamente. Eles enfrentam seus demônios internos e externos, e fazem isso com o apoio, o amor e a amizade dos outros e de suas próprias forças, as quais nem sequer sabiam que tinham.

Nunca li um livro que tivesse um segredo como este. Eu gosto quando os autores conseguem inovar e ousar em seus enredos. Por isso fiquei agradavelmente surpresa e satisfeita pela forma que a autora trabalhou o segredo de Nicky, mas a meu ver, quando Alex finalmente fica a par do que se trata, ele age com muita naturalidade e de uma maneira que a mim soou meio inusitada. Eu esperava que houvesse mais discussão e mais tempo para que ele pudesse entender e assimilar, o que ficaria mais normal e mais crível. Bom, tendo dito isto, vamos as minhas considerações do livro como um todo.


O livro aborda algumas questões como o alcoolismo, bullying, as relações conturbadas entre mães e filhos, ganância, e as eventuais repercussões destes assuntos. Algumas cenas emocionam, outras nos fazem sorrir e até mesmo soltar aqueles suspiros profundos. 

Eu gostaria muito que a autora tivesse escrito um epílogo contando um pouco mais sobre o que acontece depois que eles finalmente ficam juntos. Pois fiquei com aquele gostinho de quero mais!

Ruby in the Dust me trouxe boas reflexões, muita cenas fofas que me tocaram o coração e a certeza de que se a vida não está dando certo, é porque não a estamos conduzindo do jeito certo!


E não há nada mais gostoso do que terminar um livro, com aquela sensação boa de saber que seus personagens irão povoar meus pensamentos por um bom tempo! Gostei muito da forma como a autora soube trabalhar um tema tão incomum e complicado de uma forma leve, bem humorada e cativante! Recomendo.

Alguns Quotes que separei para vocês:
 - Bem, se não é um ditado, deveria ser. Inverno parece triste e escuro mas ele sempre se torna primavera. Este é apenas um sentimento doloroso. Mas o tempo vai melhorar as coisas. (Pág. 241)
 - É. Eu acho que entendo isso agora. Seja o que for que você ache que vai fazer você feliz, não é exatamente como se imagina. Enquanto você está ocupado fantasiando sobre o que poderia fazer você feliz no futuro, você está perdendo o que pode deixar você feliz agora. (Pág. 347).
 Não há términos, lembrou-se, apenas novos começos. Um sentimento de paz fluiu através dela, derretendo o gelo sob seus pés. (Pág. 349) 
Bjus

4 comentários:

  1. Lia
    Fiquei com vontade de ler o livro só para descobrir o segredo da protagonista, fiquei muito curiosa. Também não conheço a autora. É um gênero que gosto apesar de achar que a novidade é mesmo o "tal segredo" e como não sei qual é não posso julgar. Mas você plantou em mim a sementinha da curiosidade...
    abraços Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisela.
      Eu gostei muito do que a autora quis transmitir com sua história. Espero que tenha a chance de conferir e que volte aqui para me contar se gostou.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia! Eu adorei a premissa, bom saber que o incio pode ser arrastado e que depois melhora <3 E nada como ter uma bom segredo pra deixar a gente bem curiosa! Gostei da indicação.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi.
      O ritmo da história é lento. Eu custei um pouco a engrenar, mas ao final estava suspirando e amando o livro. Espero que tenha a chance de ler.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!