[RESENHA] Ultrapassando Fronteiras - JC Ponzi - Amazon


Olá leitores!
Finalmente trazendo uma nova resenha pra vocês!


Depois de vários dias sem conseguir produzir, eis que hoje acordei e a coisa deslanchou! Uhulll
Hoje venho deixar minhas impressões sobre uma história linda e emocionante.
Vem comigo...

ULTRAPASSANDO FRONTEIRAS


Ficha Técnica:
Autora: JC Ponzi
Formato: eBook Kindle
Tamanho do arquivo: 1309 KB
Número de páginas: 320 páginas
Idioma: Português
ASIN: B071KLZMSG
Sinopse: 
Melissa Campbell é médica e mora em Nova York. É casada com Eric Van Holden, um advogado cuja carreira está no ápice do sucesso. O casamento, que parece um conto de fadas aos olhos da sociedade, na verdade anda bastante fragilizado desde que a única filha do casal faleceu em um trágico acidente.Quando as coisas estão começando a melhorar, um novo acontecimento faz com que Melissa perceba que não conseguirá superar as dores do passado se não deixar para trás a realidade que conhece.Cheia de uma coragem que ela não sabia possuir, Melissa abre mão da sua vida de luxo e se une à organização Médicos sem Fronteiras, na esperança de esgotar toda a sua energia ajudando os refugiados de guerra, visando, dessa forma, aplacar a própria dor.O que Melissa não imaginava era que naquele lugar improvável e tão cheio de mazelas, ela iria encontrar o anjo que salvaria sua alma.


Ultrapassando Fronteiras foi uma das boas surpresas que tive este ano. Ainda não tinha lido nada da autora, e ao me tornar parceira dela este ano, foi o primeiro ARC recebido para resenhar. E devo dizer que todos os elogios feitos à sua escrita são totalmente válidos.

O livro é narrado sob vários pontos de vista, o que a meu ver deu mais fluidez e dinamismo à história.

Em uma história comovente, com uma grande carga dramática, algumas pitadas de humor, muita ação, boa dose de adrenalina e muito romance, vamos acompanhar a trajetória de uma mulher que após sofrer uma grande perda, uma perda irreparável, luta para se auto descobrir e achar o seu lugar no mundo. 

Melissa é uma mulher jovem, mas que já trás uma grande carga emocional. Formada em Pediatria, abandonou a profissão após passar pela perda de sua unica filha ainda tão pequenina. Sua filha partiu desta vida, deixando em seu lugar um vazio imenso que Melissa luta para preencher sem sucesso. Seu casamento com Erick, o qual ela está junto desde a faculdade, não anda muito bem das pernas. Melissa está se entregando cada vez mais a depressão, e com isso acabou deixando seu marido de lado e seu casamento já mostra sinais de que não irá durar muito.

Ela resolve lutar por seu casamento, pois acha que deve esta nova chance ao Erick, por tudo que já viveram e sofreram juntos. Aos poucos tenta se animar, se cuidar mais e volta com força total à vida de seu marido. É então que algo como uma grande dádiva acontece lhe dando grandes esperanças de que tudo irá dar certo e que uma nova chance está sendo dada ao seu casamento. Mas eis que novamente o destino, aquele menino caprichoso, lhe causa uma nova perda. Um novo dissabor, e desta vez ela sente que talvez não consiga mais se recuperar. 

Mesmo tendo o apoio de Patrick, sócio e melhor amigo dela e de seu marido e de Priscila sua melhor amiga, ela sente que precisa se afastar. Fugir um pouco das lembranças e de tudo que a faz sofrer. Patrick sempre foi apaixonado por Melissa, desde a época da faculdade, mas respeitou sua escolha. Mesmo assim sempre se manteve atento a ela, e por perto para o que ela precisasse. Priscila também é médica e é daquelas melhores amigas, que todas sonhamos ter. 

Resolvida a se afastar de tudo e dar um tempo para se recuperar, ela acaba aceitando um dos maiores desafios de sua vida. Algo que poderá transformar para sempre a sua vida. Ela resolve aceitar um convite de um médico conhecido, para se juntar aos Médicos sem Fronteiras. Uma instituição muito séria e conceituada que ajuda milhares de pessoas por este mundo afora.

Melissa parte para um acampamento em Darfur no Sudão, onde irá vivenciar as dores e os terrores de um povo sofrido e que vive em completa agonia inflingida por seus governantes. Todo aquele caos, toda a dor daquele povo, irá mexer muito com ela. Irá reavaliar seus conceitos, a tornará mais forte e mais decidida a fazer o bem, e a tentar encontrar sua felicidade.

Ao chegar lá, ela logo faz uma boa amizade com os outros participantes do projeto. Principalmente com Christopher, um médico lindo, e muito humano. Totalmente enganjado na luta por condições melhores para seus pacientes, mas que também carrega dentro de si algumas dores e desilusões do passado. 

Será que finalmente Melissa irá encontrar a tão sonhada paz que tanto procura? Será que o destino finalmente a deixará ser feliz? E qual destes homens poderá lhe trazer a verdadeira realização de uma vida a dois?

Eu poderia falar muito e muito mais sobre esta história tão linda e que mexeu muito comigo, mas não posso tirar de vocês a chance de conhecer e se emocionar com estes personagens tão vivos e tão fortes, mesmo tendo suas fraquezas. Personagens que nos mostram o quanto vale a pena lutar pelo que queremos. E que sempre é hora de recomeçar e nos darmos uma nova chance!


Eu já perdi um sobrinho ainda bem jovem, e por isso pude entender muito bem a dor de Melissa e o quanto é difícil se recuperar de algo assim. Ela é uma personagem maravilhosa! Uma mocinha como há muito tempo não via. Mesmo tendo suas fraquezas, suas inseguranças e lutando com sua depressão, ela é deicidida e forte quando precisa. Ela soube lutar por sua felicidade, mesmo quando tudo parecia estar perdido. 

Eu tive vontade de socar o Erick muitas e muitas vezes durante a história, acho que nunca fiquei tão aborrecida com um personagem masculino como fiquei com ele. Mas, já pro final do livro, pude aceitar melhor sua presença e entender que nem tudo é perfeito.

Patrick é um homem maravilhoso! Eu queria muito que ele tivesse tido coragem de se declarar mais cedo para a Mel. Queria muito que ele tivesse sido mais corajoso e tivesse jogado a amizade com o Erick pro alto há muito mais tempo!

E o que dizer de Christopher? Gente!!! Que homem é esse? Que personagem lindo! Um homem forte, decidido, aguerrido aos seus conceitos, um lutador por natureza. Sua beleza é muito mais que o físico. Ele é bonito na alma, lá onde é mais importante! Apaixonada por esse personagem!

Podemos perceber que a autora fez uma pesquisa minuciosa sobre os Médicos sem Fronteiras e que soube usar muito bem as informações obtidas inserindo no enredo de forma crível. Dando mais veracidade aos fatos.

P.S.: Parte da renda obtida com a venda deste e-book, será doado para a Instituição Médicos Sem Fronteiras. Mesmo tendo recebido o ARC, eu fiz questão de comprar o e-book e dar a minha singela contribuição.

Conclusão final: Ultrapassando Fronteiras, é uma história linda de superação, de perdão, de amor e de se permitir ser feliz! Uma história cativante e envolvente que nos prende do início ao fim e que me deixou com aquele gostinho de quero mais ao final. Uma história que recomendo e que acho que irá tocar você profundamente!

Frase e Quote que separei para vocês:
 O ser humano não é perfeito, e precisamos aprender a perdoar. A vida é muito dura, não devemos julgar os outros sumariamente. Empatia é um exercício necessário para a convivência, e devemos nos lembrar de que somos todos suscetíveis a erros.
"ESPERANÇA"
 Quando todos os sonhos parecem perdidos... Quanto tudo ao redor parece desabar... Esperança é a força que impele a continuar.




21 comentários:

  1. Oi, Lia!

    Já gostei do livro logo de cara por ser de uma autora nacional e por abordar diferentes perspectivas. Acho que isso faz com que o leitor olhe a obra de uma forma diferente, sabe? E a história parece ser muito bonita, também. Já quero ler!

    Beijos,
    Isa
    http://viciadas-em-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata!
      Obrigada. Fico feliz que tenha gostado da resenha e espero que consiga ler.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia.

    Amiga pela sua resenha a história é realmente linda. Já entrou na lista de desejados principalmente sabendo que parte da renda vai para a Instituição Médicos Sem Fronteiras. Parabéns pela iniciativa da autora.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kênia.
      Também gostei muito da ideia que ela teve de ajudar a instituição. Obrigada pela visita e fico contente que tenha gostado da resenha. Espero que tenha a oportunidade de ler.
      Bjus

      Excluir
  3. Oi Lia!! Eu não conhecia a obra, mas nossa que resenha linda! Eu já tive vontade de socar personagens diversas vezes, então eu super te entendo <3 E a história parece realmente emocionar! Super curtir a indicação.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi.
      Esse Erick é fogo! rsrsrs Dá vontade de matar a criatura.
      Espero que leia e tenha as mesmas emoções que eu.
      Bjus

      Excluir
  4. Oi, Lia

    Eu nunca li nada da autora, mas já achei o enredo interessante, ainda mais pelo fato de você ter falado que é perceptível o trabalho de pesquisa da autora... acho que isso torna uma história muito mais verossímil.
    Eu acho que leria sim, fiquei no mínimo curiosa para saber como isso vai acabar!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami.
      Espero que leia! A história é linda e tenho certeza que a parte no Sudão vai te tocar. Bjus

      Excluir
    2. Acabou que o livro ficou gratuito hoje e eu fiz o download! \o/ Assim que eu der uma adiantada nas leituras eu vou ler ele!

      Beijo
      - Tami
      http://www.meuepilogo.com

      Excluir
  5. Oi, Lia!
    Não conhecia a obra, mas gostei de que ela aborda Médicos Sem Fronteiras.
    Pela resenha deu pra perceber que o livro realmente mexeu com você... Vou dar uma conferida e ajudar essa ONG.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Lu!
      Espero sinceramente que você goste da história. Eu estou na torcida para que a autora consiga publicar o físico.
      Bjus

      Excluir
  6. Oi Lia, tudo bem ?
    Eu não conhecia a obra e nem a autora, mas a resenha me despertou bastante interesse. Achei a proposta bem diferente de tudo que temos visto nas prateleiras ultimamente, onde vemos só mais do mesmo.
    Fico feliz que tenha conseguido sair do bloqueio e de uma forma que te marcou, pois pela resenha da para sentir isso.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi.
      Espero que tenha a oportunidade de conferir a história e que goste assim como eu.
      Quanto ao bloqueio, ainda estou com ele. A resenha é que já estava pronta faz um tempo, mas só agora chegou por aqui.
      Bjus

      Excluir
  7. Oi Lia! Que resenha topen rsrs Adorei o cuidado com as palavras. Eu ainda não conhecia a obra e tive um certo interesse, mas a capa não tem muitos atrativos para mim.

    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Victor.
      Espero que a capa não te iniba de conferir esta história tão boa!
      Bjus

      Excluir
  8. Oi Lia!
    Que resenha linda e emocionante amiga! Uma história que tenho que conferir e também ajudar a instituição Médicos sem Fronteiras que conheço muito o seu trabalho.
    Um beijo grande
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Irene.
      Acho que vai gostar amiga. E ajudar sempre nos faz bem.
      Bjus

      Excluir
  9. Olá Lia;
    Sabes que já li um livro que falava sobre médicos sem fronteiras e digo que me emocionei muito com a história, então acredito que com Ultrapassando as Fronteiras não seria diferente. O enredo é ótimo, me prendi só com a resenha, pelo visto é um grande livro.
    Beijos.

    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/2017/08/cabine-das-letras.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila.
      É um ótimo livro mesmo! Espero que leia e volte aqui para me contar se gostou.
      Bjus

      Excluir
  10. Olá, Lia.
    Eu já li um livro da autora, que gostei muito, mas a temática era bem diferente da desse livro. E também já li um livro cujo protagonista participava do Médicos Sem Fronteiras e foi bem emocionante. Por isso é um livro a se levar em consideração, principalmente pela parte da contribuição.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil.
      A JC Ponzi escreve bem e tenho certeza que você também vai gostar deste livro! Se algum dia ler, me conte o que achou.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!