[RESENHA] Como Agarrar uma Herdeira - Julia Quinn - Editora Arqueiro


Bom dia seus lindos!
Chegando resenha fresquinha para vocês!
Hoje vou falar sobre mais um romance de época da Julia Quinn que ganhou meu coração.

Sinopse:
Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente.
Ficha Técnica:
Título Original: TO CATCH AN HEIRESS | Número de Páginas: 304 
ISBN: 9788580417593 | EAN: 9788580417593 

Como Agarrar uma Herdeira é o primeiro livro da duologia Agentes da Coroa. Cada um dos livros conta a história de um casal diferente. O elo entre eles são os dois personagens masculinos que são grandes amigos e trabalham para a Coroa. 

Quem já leu os Bridgertons sabe muito bem o quanto a série nos encantou e nos deixou apaixonados por seus personagens. Eu fui uma das leitoras que me tornei fã da escrita da autora e das histórias desta família tão especial. Por isso quando a Editora Arqueiro nos trouxe a série Agentes da Coroa, com toda certeza eu precisava conferir. Julia Quinn é aquela autora que sempre consegue nos fazer sorrir e suspirar com suas histórias, e para quem ama romances de época como eu, ela é sempre uma leitura das mais agradáveis. 


Caroline Trent, ficou órfã muito jovem, ainda criança e desde então foi trocada de mãos entre vários tutores, sem nunca encontrar um lar onde pudesse encontrar amor e ter esperança de dias melhores. Tudo que encontrou em seu caminho foram tutores aproveitadores, ávidos por colocar as mãos em sua herança e muitos dissabores. Mesmo assim nunca deixou de acreditar que algum dia iria se ver livre de tudo aquilo. Aos vinte anos, está a seis semanas de tomar finalmente posse de sua herança. Depois de passar por um incompetente guardião após o outro, ela está ansiosa para ganhar o controle de seu próprio futuro. Depois de quase ser fatalmente comprometida pelo filho de seu atual guardião, tudo que ela pode fazer é fugir e tentar ficar escondida até seu aniversário, a salvo de caçadores de fortunas e guardiões gananciosos.

Blake Ravenscroft sempre primou pela honra e pelo que era certo. Cresceu tranquilo fazendo parte da nobreza e tendo em Marabelle sua melhor amiga e no decorrer dos anos, sua noiva amada. Blake trabalha secretamente para o Departamento de guerra da Inglaterra, mas ele está pronto para terminar sua carreira depois de perder sua parceira, amante e noiva de longa data na linha do dever. Capturar o guardião de Caroline (que passa a ser um traidor/contrabandista) e a espiã maligna Carlotta De Leon deve ser a sua última missão. Não surpreendentemente, Blake acaba se deparando com Caroline e a confunde com Carlotta. Você provavelmente pode adivinhar o resto da trama a partir daí.
 Blake cobriu a distância que os separava e roçou a boca delicadamente contra a dela. A jovem não se moveu, mas ele ouviu um arquejo baixo de surpresa escapar dos lábios dela. O barulhinho - o primeiro que ela fizera o dia todo a não ser pela tosse - o encantou, e Blake a beijou com ardor e traçou o contorno dos lábios macios dela com a língua. (Pág. 52)
Quando Blake se depara com Caroline em fuga e a confunde com uma temível espiã, ele não poderia imaginar o quanto sua vida ia se tornar intensa e complicada e muito menos que essa jovem dama ia conseguir de uma forma inusitada e nada adequada, afetá-lo de maneira tão forte.

Caroline por sua vez, se aproveita do mal entendido e faz de tudo para confundir e atormentar Blake, enquanto estiver em seu poder, já que para seu próprio interesse, ela precisa ficar sumida até colocar as mãos em seu dinheiro. Ela faz da vida dela um completo desacerto, o confunde, embaraça e ao mesmo tempo faz com que Blake fique cada vez mais intrigado e interessado nela. 
 Caroline sentiu uma pontada de tristeza. Certa vez Blake descrevera os olhos dela como sendo da cor da água dos trópicos. Era uma lembrança que Caroline teria que carregar pelo resto de seus dias, já que estava se tornando óbvio que ela não ficaria com o homem. (Pág. 225)
Uma das coisas que mais gostei na trama, foi a maneira como Caroline está sempre disposta a ver o melhor das situações e fazer com que tudo acabe dando certo. Ela consegue a amizade e lealdade dos empregados de Blake, fazendo até mesmo que eles fiquem do lado dela e se ressintam da maneira meio fria e brusca com que ele a trata de início. Algo que é muito fofo de ler.

Sobre a parte técnica do livro: A capa está linda e totalmente condizente com a história. A revisão está ótima, a diagramação é simples mas eficiente e as fontes usadas aliada a cor das páginas me proporcionaram uma deliciosa leitura.


De uma forma gostosa e divertida Julia Quinn vai tecendo sua história fazendo com que estes dois personagens que vivem às turras, consigam ir nos enredando em suas brigas, seus diálogos espirituosos e divertidos, e nos deixando completamente cativos deste romance lindo!

Se você curte romances de época como eu, esta história vai te pegar de jeito!
Bjus

Lia Christo:
Carioca da gema, romântica incurável, leitora compulsiva, perseguidora de sonhos, e louca pela vida!

5 comentários:

  1. Oi, Lia!
    Eu me diverti demais com esse livro. Ri do começo ao fim com as loucuras da Caroline.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu.
      Caroline é uma pimentinha... rsrsrsr
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia
    Eu me apaixonei pelo livro, porque gostei da veia cômica da Julia, foi um livro que me fez dar muitas gargalhadas e gosto muito de rir.
    Realmente um livro gostoso e divertido.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisela.
      O livro é muito engraçado mesmo.
      Bjus

      Excluir
  3. Oi, Lia! Ah, Julia Quinn... Nunca li, mas ela já me conquistou só pelo que li sobre! Hahaha Morrendo de vontade!

    Beijão!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!