Gabrielle Venâncio - Autora Destaque do mês de Julho - Modo Editora

Boa noite, 
hoje venho falar a vocês sobre a autora Gabrielle Venâncio Ruas, que é a autora destaque do mês de Julho, da Modo Editora!
Gabrielle, é a autora do livro Angellore, Divina Conspiração.
Vamos conhecer um pouco sobre a autora e sua obra?


Com certeza, a experiência de se publicar o primeiro livro é, de longe, uma das melhores que já experimentei a vida toda.

Desde muito jovem eu sempre sonhei em ser escritora e em algum dia poder fazer disso prioridade na minha vida. Descobri minha vocação aos 9 anos, e aos 12 comecei meu primeiro romance (que não cheguei a publicar) intitulado Os Sete Medalhões – A Lenda, o qual só fui terminar aos 18 anos. Eu ainda era muito imatura literariamente falando, e após perceber que eu ainda precisava amadurecer muito como escritora, decidi guardar esse projeto na gaveta e buscar por uma evolução literária.

Ingressei na faculdade de letras e me joguei de cabeça nos meus estudos, no mundo da leitura e em tudo aquilo que estivesse relacionado à literatura, numa busca por aprimorar meus conhecimentos. Então, quando me senti preparada, iniciei Angellore e pela benção de Deus e receptividade ao meu trabalho, recebi um “sim” da Modo Editora e desde então me encontro numa etapa maravilhosa da minha vida.

Mas me sinto feliz não unicamente pelo fato de estar realizando um sonho, como também, por ver que meu trabalho foi reconhecido, e que todo o esforço que tive ao longo da minha vida e empenho foram mais do que válidos e me ajudaram a conquistar o espaço que eu tanto almejei. 
 
A receptividade dos leitores com relação à Angellore também vem sendo muito boa, na verdade, mais do que eu poderia esperar. Eles estão cativados pela história e intrigados com o tipo de enredo que existe por trás da capa (muito linda, por sinal), o que é uma recompensa e tanto para mim, e uma alegria enorme.

Eu adoro conversar com cada um dos meus leitores, falar sobre o livro e ouvir suas expectativas, é incrível. Atualmente divido meu tempo entre a faculdade, um estágio, a confecção do segundo volume de Angellore e a etapa de publicação do primeiro, além da divulgação e da administração das redes sociais do livro, mas apesar do cansaço e da correria, é realmente tudo o que eu sempre quis.

Só posso agradecer a Deus por ter abençoado tanto o meu caminho e por editoras como a Modo, que acreditam e apostam no trabalho dos novos escritores, e, principalmente, os nacionais.

Ela não é uma fofa? Adorei saber como udo começou e vocês?
Agora vamos saber um pouco mais sobre seu livro...


SINOPSE:
Olívia Giacomelli é uma investigadora de polícia especializada em complexos casos de assassinato. Competente, ela sempre conseguira resolver com êxito cada um deles, nunca encerrando um crime sem solucioná-lo. No entanto, uma sequência de mortes misteriosas vinha ocorrendo desde 2007 sem que o assassino deixasse rastro. Sophie, uma jovem universitária perseguida por sombras sinistras, tenta superar a ausência da família que morrera num terrível acidente de carro no reveillon de 2008. Em busca por respostas, os caminhos de Sophie e Olívia se cruzam e ambas irão se deparar com uma realidade aterradora. Elas se veem em meio a uma batalha invisível que desde sempre era travada por seres imortais: os Angellores. Agora, elas estão num terreno obscuro e assustador, precisarão se arriscar para descobrir a verdade que mudará suas vidas para sempre.

Resenha de Angellore – A Divina Conspiração/ Sussurro Noturno – Vol. I
Por: Felipe A. S. Moreira

Tenho que dizer que fiquei surpreso quando terminei de ler o livro, pelo fato de ele ser mais curto do que eu esperava, fiquei com uma sensação de que poderia acontecer mais coisas (que vão acontecer na continuação), mas isso eu vou explicando pouco a pouco.
A técnica da autora durante o livro está muito bem apurada, tanto nos capítulos de Sophie, quanto nos de Olívia e do narrador “misterioso”. Os capítulos que curti mais foram os da Olívia, mas não tenho críticas a fazer sobre os outros.
Enquanto a história se desenvolvia, fiquei com a impressão de que todas as cenas se passavam à noite, de tão sombria que a trama era. Sinceramente, se eu morasse na BH de Angellore, teria medo de sair à noite. É tudo muito mais misterioso, assustador e tenso, o que dá uma boa carga de suspense à história. E por falar em suspense, em Angellore ele chega a ser agonizante. Embora eu já tivesse várias informações sobre a trama, todo capítulo que terminava eu ficava me perguntando quando a autora iria fazer as revelações e, apesar de elas demorarem a aparecer, isso foi positivo porque eu ficava tenso quando lia os capítulos da Olívia, vendo ela se aproximar da verdade, mas, ainda sim, sem nenhuma grande descoberta.
Bom, eu estou falando dos capítulos da Olívia, mas o mais importante da trama são os capítulos da Sophie. O fato de ela conseguir ver sombras e vultos deram a ela uma personalidade muito interessante, passei a me preocupar mais com ela, e a introdução de Kati, Nicolae e Fernando à narrativa caiu muito bem. Katsuyo é, basicamente, o alívio cômico, algo necessário na atmosfera da história. E sua falta de vergonha, por assim dizer, torna ela um tanto caricata, pelo fato de ela se envolver facilmente com personagens masculinos. O lance do Voyage ano 100 a.C. foi um dos poucos momentos em que eu ri. Não estou falando de Angellore em si, mas em livros em geral, porque fazer humor em livros é uma coisa difícil.
Mas acho que o personagem que ganhou mais contornos nessa história foi o Nicolae. De sujeito estranho e arrogante, inicialmente, ele passou a uma atmosfera meio vilanesca e psicótica. Em nenhum momento ele deixa de ser misterioso, o que me faz perguntar se os outros leitores demorarão a descobrir quem ele realmente é, mais do que a Sophie. À medida que os dois vão se comunicando, Nicolae se torna o senhor "fala certa na hora certa", o que sem dúvida vai fazer as leitoras femininas se derreterem por ele. Principalmente porque as cenas entre ele e a Sophie são bem mais voltadas para o lado carnal do que os típicos romances adolescentes e suas ceninhas novelescas.
Fernando demorou a mostrar alguma importância na trama, apesar de ser o contrapeso correto dos capítulos de Sophie. O que é fácil de entender já que primeiro ela precisava descobrir sobre os Angellores e etc. Ele ajudou Sophie, mas acho que ele poderia ter feito algo mais, brigado com o Nicolae, tentado ser mais protetor, talvez. Apesar disso, o personagem é bom e espero que tenha mais desenvolvimento nos próximos livros.
Voltando a falar de Olívia, temos a introdução de Daniel, que à primeira vista me pareceu um Lorde da escuridão infiltrado, mas isso é outra história... 
Mas a grande jogada do livro e pra mim a parte mais bacana é quando a autora entrelaça as narrativas em sequências: as interseções entre Olívia, Sophie e o narrador “misterioso”, fazendo com que uma cena acabada numa das narrativas seja retomada de outro ponto de vista.
As cenas de ação também têm grande destaque dentro da trama: as lutas comuns, os confrontos com os khaos e os duelos dos angellores. O primeiro tipo é bastante simples, mas me deixou curioso quanto ao estilo de luta dos angellores. Acho que são as sequências mais "realísticas" e verossímeis.
O segundo tipo, embora confuso por estar sempre envolvendo uma cena de fuga de Sophie, é interessante e o mais cinematográfico, por assim dizer. Enquanto lia essas partes, imaginava tudo como a cena de um filme.
E o terceiro, mais decisivo e singular tipo é o duelo de anjos. Nesse tipo a autora mostra claramente sua influência de animês e mangás, justamente por isso, são cenas difíceis de serem imaginas por uma mente acostumada à filmes. As armas dos angellores foram bem escolhidas também. 
Do mais, o climax final é todo baseado em duelos. Depois das revelações temos uma cena entre Nicolae e Sophie e mais uma vez ele usa seu repertório de frases perfeitas para ocasiões oportunas, A relação entre os dois é muito mais do que água com açúcar porque mistura-se com o pecado carnal, isso foi uma adição interessante. 
No fim, acho que Angellore – Sussurro Noturno servirá como um bom introdutor ao universo dos angellores e que venha o livro 2!

Beijo,
Felipe A. S. Moreira

Para adquirir o livro, basta acessar o site da editora Modo!

Eu ainda não li o livro, mas a história parece ser bem interessante, e caso tenha oportunidade, com certeza, vou ler e resenhar aqui no blog!
bjus



10 comentários:

  1. Já tinha visto algumas blogueiras falando sobre o trabalho dessa autora. É uma pena que a divulgação de seu livro ainda seja tão tímida. Precisa-se investir mais nos autores brasileiros. Eles merecem. BJS!

    ResponderExcluir
  2. Realmente Elimar, precisamos sim ajudar a divulgar nossos autores...

    ResponderExcluir
  3. Verdade meninas,por isso faço questão de divulgar muito o autor nacional!!!

    Doida para ler Angellore!!!

    bjsss

    Bianca

    www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  4. Este é um livro que desejo muito ler.
    Muito sucesso para mais esta escritora nacional.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Eu mesma não conhecia a autora aou a obbra. As editoras deveriam investir mais nos talentos nacionais.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oieeeeee!!! o/
    Sou a Laisy do blog Perdidas na Biblioteca! Lembra de mim né?! Rs..
    Fiz um post falando do evento que eu simplesmente adoreeei e estou te convidando a ir lá visitar o post e tbm o blog! *-*
    Espero que goste do post! :)
    Bjão e adorei te conhecer!

    http://perdidasnabiblioteca.blogspot.com.br/2012/08/evento-encontro-dos-anjos.html

    ResponderExcluir
  7. O livro da Gabrielle é bem interessante e realmente a divulgação é muito tímida, mas enfim foi por isso que o levei também para o evento. Pena que a editora teve problemas para entregar.

    ResponderExcluir
  8. Eu estou doida para ler esse livro, ja comprei o meu ^^

    beijos
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. oi,
    adorei sua resenha
    Tbm tenho parceria com a Gabrielle
    quero muito ler esse livro. Irei comprar assim q puder.
    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

    bjos

    ResponderExcluir
  10. Oi Michele, obrigado pela visita. Mas, a resenha não foi feita por mim e sim pelo Felipe A.S. Moreira. Realmente a resenha dele ficou muito boa. Bjus

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!