Resenha - Book Tour - Contos de Meigan


Boa noite,
hoje venho trazer para vocês a resenha de Os Contos de Meigan...


Participei do Book Tour a convite da Raphaela do blog Doce Encanto.

Doces Letras - Apoiando nossos autores para uma literatura nacional de melhor qualidade!




Título: Contos de Meigan - A Fúria dos Cartagos
Autoras: Roberta Spindler - Oriana Comesanha
Editora: Dracaena
Gênero: Ficção,Infanto Juvenil
ISBN: 9788564469501
Nº de páginas: 618

Sinopse -

Meigan é um mundo diferente do nosso, morada de seres especiais e poderosos que se denominam magis.
Na aparência são exatamente como nós, mas as diferenças não podem ser ignoradas por muito tempo.

Os magis tem uma relação especial com a natureza e seus elementos, moldando-os a sua vontade e apoderando-se de sua força.

Esses elementos, chamados mantares, não se limitam apenas aos conhecidos fogo, terra, ar e água.
Existem muitos outros, como as sombras, o tempo e até mesmo o controle sobre o próprio corpo.

Ter a capacidade de decifrar, entender e interagir com a natureza é um dos principais requisitos para a evolução de um magi.

Para tanto, deve-se, primeiramente, entender que tudo faz parte da mesma manifestação natural e que toda matéria e energia estão inseridas em um processo dinâmico e universal.

Para saber mais sobre o livro acesse: Tumblr - Skoob - Facebook
Para comprar, acesse o site da Editora Dracaena.


Sobre as autoras:

Roberta Spindler nasceu em Belém do Pará, em 1985. Graduada em publicidade, trabalha como editora de vídeos. Escreve desde a adolescência e é apaixonada por literatura fantástica. Autora de Contos de Meigan, também publicou nas antologias Psyvamp e Deuses, da Editora Infinitum, e Tratado Secreto de Magia – Vol. II, da Editora Andross.
Contatos da autora: Facebook - Skoob - Twitter


Oriana Comesanha tem 25 anos, nasceu em Belém do Pará. É formada em psicologia pela Universidade Federal do Pará e trabalha na área de psicologia jurídica. Começou a escrever ainda jovem, atividade que originou o livro Contos de Meigan – A fúria dos Cártagos, e atualmente divide seu tempo entre a paixão pela profissão e pela literatura. Tem alguns contos ainda não publicados, além de publicações em sua área de interesse profissional.
Contatos da autora:  Skoob - Twitter
Resenha - Por: Lia Christo


Introdução -

Tudo começa com a criação dos seres puros, chamados de Monarcos, que nasceram diretamente do poder dos Mensageiros.

Cada um deles foi agraciado com um dom extraordinário, que obedecia os limites do mantar de seu criador.

Eles viviam em pequenas sociedades chamadas tribos.

Sabe-se da existência de 8 raças primitivas de Monarcas. E elas eram tão diferentes umas das outras, que não se reconheciam como um mesmo povo.

As 8 tribos eram formadas por:

Gaus, Moltis, Portilus, Rouren, Lukin, Lihuns, Rowen e Thyrem.

Duas tribos( Gaus e Portilus) resolveram usar seus poderes, para dominar e subjugar as outras.

As lutas duraram quase dez gerações. Os filhos de Rouren foram quase dizimados.

As duas tribos que iniciaram as guerras, acabaram fugindo, após serem derrotadas pelas outras tribos, que se uniram contra eles.

E o silêncio e a paz voltou ao reinar.

Este tempo de paz, foi chamado pelos Monarcos sobreviventes de Nurbin, ou seja descanso.

Estas tribos começaram a co-existir com mais sabedoria e passaram a compartilhar seus conhecimentos.

Em pouco tempo começaram a surgir uniões entre as raças e os filhos destas eram chamados de mestiços.

Os primeiros mestiços foram chamados Yurk-dio-rem e tinham aptidões em dois mantares; a Terra e  o Ar.

E foi destas misturas, que surgiu o povo denominado magis( iluminados).
Este povo já não conseguia controlar todos os seus mantares , com a mesma eficiência , que seus antepassados, os Monarcas, controlavam os seus.

A história -

O livro conta a história de Maya Muskaf e a sua jornada, rumo as suas origens e ao mesmo tempo ao desconhecido.

Por causa de uma misteriosa doença, Maya teve uma infãncia infeliz e solitária.
Vivia muito só. Quase não podia sair e nem brincar com outras crianças.
O soldado Jamier, que era o seu guarda-costas na época, era praticamente seu único amigo. Ele sempre a tratava com carinho, e até conseguia faze-la sorrir, o que era raro.

Tudo o que Maya queria, era retornar a sua terra natal. Rever sua mãe e quem sabe, conseguir resolver suas diferenças. Mas, ao atravessar o portal, e se juntar a uma caravana que ia para lá, ela se depara com um cenário de terror.

Vários portais destruídos e tudo levando a crer, que os Cártagos(os inimigos), de alguma maneira conseguiram entrar em seu reino e estavam caminhando para Katur(a capital) de seu reino, onde vive sua mãe.

É então que ela se vê em meio a batalha, perde seus guardiões e com eles seu guarda pessoal e grande amigo Jamier.

A partir daí, é que toda a história se desenrola com situações alarmantes, surreais e tensas por demais...

De repente Maya se vê na iminência de morrer e não consegue usar seus poderes, nem mesmo para se salvar.

As autoras conseguiram criar com maestria um mundo totalmente novo e diferente. E fiquei pensando haja imaginação!
E o que achei muito legal, é que você nem percebe que o livro foi escrito por duas pessoas. Tudo fica tão bem definido, bem coeso, que você acha que foi escrito por uma pessoa só.

Os personagens são bem interessantes, e com o decorrer da história vamos nos sentindo próximos e ficamos torcendo para que tudo de certo com eles.

O livro tem 618 páginas e confesso que ao recebe-lo, fiquei assustada achando que não daria conta de ler...
Mas, para minha surpresa e satisfação, apesar da leitura ser bem diferente do meu estilo abitual, fluiu bem.
A história é bem dinâmica, e prende a nossa atenção com fatos e acontecimentos que se tranformam a todo instante.

O final é emocionante e surpreendente. Ficamos com a sensação de que acabamos de atravessar um portal, e leva um tempo pra nos sentirmos de volta a Terra. 

Eu recomendo o livro para leitores que gostam de livros distópicos, com muita aventura, emoção e inumeráveis surpresas.

E uma última informação...  Contos de Meigan participará da 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo! As autoras estarão no estande JR78 durante todo o evento, sendo que no dia 17/08, das 17 às 18 horas, haverá uma sessão de autógrafos. Apareçam!

Por hoje é só. Espero que tenham gostado e que deixem aqui seus comentários. Bjus















11 comentários:

  1. Também estou no book tour. A propósito, sou a próxima! rsrsrsrs
    Depois que a resenha estiver pronta, te aviso pra vc ver se tivemos a mesma opinião. Pela sua deu para sentir que o clima é excelente. Vamos ver...
    BJS!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha Lia,confesso que o estilo do livro não me atraiu de primeira,mas vou apostar nesta leitura diferente.

    bjss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  3. Te indiquei um meme (http://contandolivros.blogspot.com.br/2012/08/meme-voce-e-o-que-voce-le.html) , espero que goste e responda!! Obrigado, gostei da postagem.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. UAU! Mais de 600 páginas???
    Adoro livros grossos e pela sua resenha, acho que iria gostar desse.
    Vou colocar na lista!

    Bjs
    Bia

    ResponderExcluir
  5. Oi!!! Adorei a resenha, mas não sei se estou no momento certo para este tipo de leitura.
    a dica está anotada.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Ola adorei a resenha, fiquei muito curiosa com o que acontece depois que o guardião morre, só fiquei assustada com as páginas..

    beijos

    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ô LIa, pensei o mesmo que você quando recebi o livro..."Será que dou conta?"
    Ainda não o li, por conta de outras obras que chegaram a mais tempo que ela, porém já estou ansiosa, principalmente depois de ler sua resenha. Ótima resenha por sinal!
    Parabéns!!
    Bjos
    Ni
    @Ciadoleitor

    ResponderExcluir
  8. Alisson Almeida, obrigado pelo meme. Assim que possível estarei postando aqui.

    ResponderExcluir
  9. Oi Nizete, obrigado pela visita, espero que volte mais vezes. Quanto ao livro leia sim, pois você irá se surpreender...

    ResponderExcluir
  10. Meninas, obrigado pelos comentários. Bjus

    ResponderExcluir
  11. Que bom que vc gostou do livro Lia!!!!
    Mto obrigada por ter participado do Book Tour e por ter feito esta resenha Mara!

    A Ro Spindler e a outra autora tem futuro, né???

    Beeijao!

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!