RESENHA - O Visconde que Me Amava - Série Os Bridgertons - Julia Quinn - Editora Arqueiro


Boa noite leitores!
Trazendo para vocês, mais uma resenha.


Desta vez darei as minhas impressões sobre um livro histórico, que como todos sabem são os meus preferidos.
Mais uma vez, aproveito para agradecer a Editora Arqueiro, por ter ouvido os leitores e ter a coragem de trazer estes autores para o Brasil.

Conheça o Livro:

Ficha Técnica:
Título Original: The Viscount Who Loved Me
Tradução: Ana Resende
Páginas: 304
Lançamento: 14/08/2013
ISBN: 9788580411973
EAN: 9788580411973
Preço: R$ 29,90
Preço E-Book: R$ 19,90

Sinopse:
A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva. Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele. Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração. Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.
LEIA UM TRECHO

SITE - SKOOB - FACEBOOK - ARQUEIRO - GOODREADS

Sobre a autora:

Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons. É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico. 





"Sem dúvida mais um histórico para os meus favoritos! Um livro que nos deixa completamente apaixonados pela escrita da autora, por sua história e principalmente por seus maravilhosos personagens!"

Anthony Bridgerton, tinha dezoito anos quando seu pai, por quem ele tinha um amor maior que a vida morreu e Anthony herdou o viscondado. Ele exerceu suas responsabilidades como Visconde, e chefe da família Bridgerton, admiravelmente. No entanto, isso não o impediu de tornar-se conhecido como um libertino(de acordo com Lady Whistledown que manteve a todos bem informados de suas façanhas em sua Revista da Sociedade). Agora, aos vinte e nove anos de idade, ele choca seus irmãos quando ele anuncia: "Estou pensando em me casar." Ele faz uma lista mental de seus requisitos para uma noiva, sendo o principal deles uma mulher por quem ele não se apaixone. 
Edwina Sheffield é considerada "o diamante da temporada." Ela e sua irmã mais velha, Katharine, estão tendo a sua temporada juntas, porém ninguém vê Kate, uma vez que colocam os olhos em Edwina. Edwina tem dezessete anos, loira, olhos azuis, mignon, é linda por dentro e por fora. Kate, quatro anos mais velha que ela, também é adorável, mas é alta e mandona. Edwina anunciou que ela não vai se casar com alguém que não tenha a aprovação de Kate. Agora todos os homens elegíveis sentem que têm de cortejar Kate, a fim de chegar a Edwina. Anthony, auto-confiante em sua habilidade com as mulheres, começa sua caçada por Edwina, mas parece sempre ser jogado para Kate.
Eu acho que o Visconde que me Amava será um dos meus favoritos da série Bridgerton. Os diálogos espirituosos entre Kate e Anthony são hilários. Mas cada um deles encontra o seu jogo quando se trata de força de caráter. Claro, Lady Whistledown empresta seu apoio na arena de comédia com as farpas de seda que ela usa para entreter a sociedade.
Julia Quinn poderia ter usado as fobias secretas de Anthony e Kate para construir um muro de tensão entre eles, mas felizmente ela não diminui o fluxo do livro com páginas tediosas, ela pode, ele pode, ela pode, blá, blá, blá. "Ela usa essas fobias para construir uma ponte entre os dois, aproximá-los de um jeito que nenhum de nós jamais poderia ter sonhado". 



O casal apresenta um química maravilhosa, e nos faz torcer para que seus personagens fiquem logo juntos, as cenas dos dois são sempre muito bem articuladas e eu ficava doida para chegar nelas.

Julia Quinn, também nos mostra um pouco do que está acontecendo com os outros irmãos e com Lady Violet que se tornou o meu xodó nesta família deliciosa. 


Agora que eu finalmente li este segundo livro da série, eu vou ter que voltar e reler o Duque e Eu, e tentar conter a minha ansiedade pelo próximo livro que será de Benedict.

Eu gostei muito desta capa. A diagramação, a fonte usada, a cor das páginas e a revisão estão impecáveis como sempre. 

"Sem sombra de dúvida, das autoras de romances históricos trazidas ao Brasil pela Arqueiro, Julia Quinn é a melhor! Estou lendo e amando este livro! Por incrível que pareça, não consigo me decidir qual foi o melhor o primeiro ou este. Sua escrita é contagiante, não conseguimos largar o livro, e se o largamos, ficamos doida pra pegar de novo. Os diálogos são espirituosos e muito gostosos de ler. Você suspira e sorri na mesma medida... Julia Quinn, me fazendo sonhar o impossível nos últimos dias..." 
Bjus



16 comentários:

  1. Sou suspeita de falar da Julia Quinn,afinal ela me conquistou desde primeiro livro!!O jeito de tratar a interação familiar me lembra os Bennets (sei que ela é considerada a Jane Austen do seculo 21), as ironias do amor,pitadas de humor que nos encantam e muitos outros fatores que vão nos apaixonando!!!
    Adorei a resenha.Eu sei o quanto é dificil colocar em poucas palavras toda a emoção que um livro nos transmite!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é fantástica mesmo. E agora estou aqui ansiosa para ler o próximo.
      Obrigado pela visita e pelo comentário minha linda!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Lia!
    Ainda não tinha visto essa capa, é bem estilo banca né! rs
    Comparar com a Jane Austen me deixou curiosa, pois a escrita dela é bem critica e chega a ser ácida em alguns momentos, rsrsrs.
    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Gladys, ela lembra bastante o estilo da Jane Austen. Seus livros tem muito do humor ácido e faz muitas ironias aos costumes daquela época. Vale a pena ler para conferir.
      Beijos

      Excluir
  3. Confesso que lendo a sinopse imaginei as obras de Jane Austen (principalmente Orgulho e Preconceito). Essa descoberta do personagem aos poucos e das contrariedades que eles apresentam (no caso de Anthony antes libertino e agora um rapaz mais "dentro dos eixos") os deixa mais humanos, mais reais. E esses enredos que fazem as reviravoltas e criam uma espécie de triângulo amoroso só mostram que nós, seres humanos, não podemos controlar nossos sentimentos tão quanto desejamos.
    Gostei muito da autora, para remontar uma romance de época ao ponto de ser considerada uma "Jane Austen contemporânea" com certeza o estilo dela deve ser fantástico. E a editora por trazer essas novidades para o Brasil realmente deve ser parabenizada.
    Gostei muito do post, realmente um ótimo livro com um enredo fascinante.
    .
    http://leiagarotaleia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andressa, obrigado pelo comentário. Realmente ela tem uma escrita que lembra muito a da Jane, mas com seu estilo próprio. Eu me apaixonei pelo primeiro livro e me apaixonei pelo segundo. Não consigo me decidir de qual gostei mais. e isto é muito raro de acontecer comigo.
      Leia e confira você mesma a deliciosa escrita de Julia Quinn.
      Beijos

      Excluir
  4. Estou doida para ler este livro. Final do ano passado li O Duque e eu, meu primeiro romance de época, e amei.. e todos dizem que este é melhor. Só uma pena o casal do primeiro livro aparecer pouco neste. Adorei a resenha. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mirelle, eu sou suspeita porque amo romances históricos, mas eu gostei dos dois na mesma medida. E fico aqui ansiosa pelo próximo.
      Beijos

      Excluir
  5. Oi Lia, ainda não tive oportunidade de ler está série e claro que sua resenha me deixou curiosa.. Já não é de hoje que quero ler estes livros..
    A editora tem um enorme carinho quando ao livro..

    beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, leia sim amiga, tenho certeza que irá gostar.
      E realmente a editora trata seus livros com muito capricho.
      Beijos

      Excluir
  6. O livro da Dafne ainda permanece comigo, mas gostei demais da história de Kate e Anthony já que os dois tem forte personalidade e a peleja entre eles foi muito interessante.Adorei este livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Verônica, nem me fale... O Duque e Eu é simplesmente perfeito, encantador e o Simon é uma delícia.
      Mas, como você gostei demais do livro do Anthony e estou surtando de ansiedade pelo próximo.
      Beijos

      Excluir
  7. Eu amo essa série!!!

    Adorei a resenha Lia e me deu vontade de reler os dois livros agora,Julia Quinn sabe como ninguém enlouquecer seus leitores....

    bjsss

    Bianca

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Bia, essa série é maravilhosa mesmo... Pelo menos os dois primeiros livros que amei. Mas, tenho praticamente certeza que Julia Quinn não vai me decepcionar. Ansiosa pelos próximos.

      Excluir
  8. Adoro essa série e estou lendo exatamente ele nesse momento!!! Curtindo muito!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela, na minha opinião a Arqueiro acertou na escolha destas sutoras e espero que venham outras séries de Julia Quinn, para nos deliciar.
      Beijos

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!