[RESENHAS] Ser Feliz é Assim - Jennifer E. Smith - Galera Record


Bom dia leitores!
Mais uma resenha chegando pra vocês.


Hoje vou falar de um livro, que foi bem fácil e gostosinho de ler.
Vem comigo...


SER FELIZ É ASSIM

Ficha Técnica:
Autora: Jennifer E. Smith
Ano: 2014
Gênero: Ficção Estrangeira
Páginas: 400
ISBN: 9788501047786
Preço: R$ 32,00

Sinopse:
A vida — assim como o amor — é cheia de conexões inesperadas e enganos oportunos. Uma ligeira mudança no curso pode gerar consequências surpreendentes. Afinal, às vezes, o desvio, o atalho é o verdadeiro caminho. A estrada que deveríamos ter escolhido desde sempre... Se pelo menos tivéssemos a coragem de fazer do coração nossa bússola.

Graham Larkin e Ellie O'Neill não poderiam ser mais diferentes. O rapaz é um ídolo adolescente, um astro das telas de cinema; uma vida calcada na imagem. O cotidiano constantemente sob o escrutínio dos refletores. Agentes, produtores, RPs, assessores... Já Ellie passou a vida escondida nas sombras, fugindo de um escândalo do passado enterrado em sua árvore genealógica.
LEIA UM TRECHO.


Ser Feliz é Assim, foi um livro bem gostosinho de ler. Não tem muitas reviravoltas, e nenhuma surpresa estrondosa. É uma história simples, mas que tem um quê de diferente, de mágico.
Ainda não tinha lido nada desta autora, mas o jeitinho como ela vai nos levando pelo enredo, a maneira como nos descreve as cenas, e como nos apresenta seus personagens é bem cativante.
Depois de já ter lido o livro é que descobri que ela é a mesma autora do livro "A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista", que ainda não li, mas que estou sabendo que chegará em breve as telas de cinema.

O livro é narrado em terceira pessoa, o que eu gosto muito, pois sempre nos proporciona a chance de conhecermos a história como um todo. De estarmos na mente de todos os personagens ao mesmo tempo. Nele temos a história de Graham, um adolescente que é um famoso astro de cinema. Mas, sua vida não é tão brilhante quanto os holofotes e ele tem problemas como qualquer pessoa normal. Graham é muito solitário, não tem liberdade e nem sossego por conta dos paparazzi e de mesmo sua família não saber lidar direito com sua fama. De outro lado temos Ellie, uma jovem comum, que leva uma vida simples, mas que também tem seus problemas, e até mesmo segredos.

Ellie e Graham me cativaram logo nas primeiras páginas, sua relação é gostosa de ler e se desenvolve rapidamente, mas não imediatamente. Tudo começou com e-mails sinceros e engraçados, mas também temos uma mistura de desconfiança e curiosidade, timidez e atração.

"Ver o Sol nascendo no porto. Tomar sorvete num dia de calor. Ouvir o barulho das ondas ali no fim da rua. O jeito como meu cachorro se enrosca perto de mim no sofá. Dar um passeio a pé de noitinha. Filmes legais. Tempestades. Um belo cheeseburger. Sextas-feiras. Sábados. Quartas-feiras, até. Mergulhar a ponta dos dedos do pé na água. Calça de pijama. Chinelo de dedo. Nadar. Poesia. A ausência de emoticons num e-mail.
E para você, como é ser feliz?" (Pág. 25)

O fato deles se conhecerem através de um e-mail enviado por engano foi uma grande sacada, ainda mais nesta era virtual em que vivemos. A partir daí, os personagens passam a se relacionar virtualmente, se conhecer e até mesmo se desabafarem entre si. Até que surge a oportunidade de se conhecerem pessoalmente, e é a partir daí, que vamos descobrir se o que era tão maravilhoso no virtual, tem estrutura para enfrentar a realidade.

A composição destes personagens, e a trama que a autora criou em torno deles, é que fez com que este livro me agradasse em cheio. Sou uma romântica confessa e incurável. Por isso adoro histórias no estilo de comédias românticas, daquelas fofas e que sempre tem um final feliz. Me condenem... kkkk

A capa é simples, mas bem fofa, e tem muito a ver com a história. A cor das páginas aliada a escolha das fontes, me proporcionaram uma boa leitura. Um belo trabalho gráfico da Galera Record.

Se você gosta de histórias românticas, com personagens cativantes, este é um bom livro para ler em sua tarde de folga!
Bjus

2 comentários:

  1. Oi Lia.
    Eu acho a capa desse livro tão fofinha, e se a autora levar essa história da mesma forma que APEDAAPV com certeza vou gostar, mesmo que não seja um enredo muito elaborado e cheio de reviravoltas. Se ele tem um romance cativante já tá valendo rsrs.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty, o livro é assim mesmo... Bem fofinho. Gostoso de ler.
      Acho que você vai gostar.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!