[LANÇAMENTO] Turno da Noite - Aguinaldo Silva - Editora Objetiva



   Olá, eu sou Kênia Cândido do Blog Histórias Existem Para Serem Contadas e colaboradora do Blog Doces Letras.
   Um dos maiores novelistas do país, Aguinaldo Silva fala sobre sua vida de repórter policial em Turno da Noite.
   Venha conferir:



  Capa comum: 200 páginas
  Editora: Objetiva; Edição: 1ª (17 de junho de 2016)
  Idioma: Português
  ISBN-10: 8547000127
  ISBN-13: 978-8547000127
  Dimensões do produto: 20,8 x 13,4 x 1,8 cm
A íntima relação de Aguinaldo Silva com a escrita começou cedo. Publicou seu primeiro romance pouco antes de completar dezoito anos e logo estreou como repórter. Sua vida como jornalista daria uma novela com lances dramáticos e episódios extraordinários, todos narrados na primeira parte deste livro, que traz as memórias de sua juventude no Recife dos anos 1960 e na efervescente cena cultural carioca da década de 1970.
A partir de 1969, Aguinaldo passou a se interessar pela reportagem policial. Junto à apuração dos fatos, imprimiu um tom pessoal às matérias, produzindo textos inesquecíveis sobre o mundo do crime e da violência policial, muitos deles reproduzidos na segunda parte deste livro.

 
Disponível em:
SARAIVA | CULTURA | LIVRARIA DA FOLHAAMAZON | TRAVESSA

“Eu tinha cuidado e ficava preocupado, pois publicava as maiores barbaridades sobre a polícia, e a turma não era de deixar passar em branco.
 Na hora de escrever não tinha medo. 
Mas depois, quando via minhas palavras estampadas no jornal, não vou negar: ficava assustadíssimo. 
Agora, relendo esses textos escritos há quarenta, 45 anos, concordo com o que Cássio Loredano, que ilustrou muitos deles, disse a meu respeito: ‘Aguinaldo era um louco’.
 Francamente, de novo me pergunto: 
como é que não morri?”



    AGUINALDO SILVA nasceu em Pernambuco, em 1943. Começou a carreira de jornalista no Recife e entrou para a seção de Polícia de O Globo, no Rio de Janeiro, em 1968. Trocou as redações pela TV em 1978, tornando-se um dos maiores novelistas do país. 

  . Gostaram do lançamento?
  . Então contem para nós o que achou dele. Vamos adorar ler seu comentário.
  . Bjos e até a próxima...




Kênia Candido:
Eu sou dona do blog Histórias Existem Para Serem Contadas. Mineira completamente apaixonada por livros, filmes e seriados de TV.

6 comentários:

  1. Para mim o fato de ser jornalista é novidade. Fiquei bem curiosa sobre o livro, principalmente por retratar uma profissão que costumamos exaltar alguns e ignorar outros. E os dos jornais escritos são os mais ignorados. Sendo ainda um jornalista que fala sobre crimes, só pode sair informações interessantes e pelo menos curiosa sobre um pouco da nossa realidade.
    Beijo.

    http://muitoamorpelaspaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Rayanne. Devem ter boas histórias neste livro. Também não sabia que ele já foi jornalista.
      Obrigada pela visita.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Kênia,

    Eu gosto muito do autor e fiquei surpresa por saber que ele já trabalhou como jornalista tb, parece ser um livro bem interessante

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michele, também não sabia sobre isso. O livro parece ser interessante.
      Bjus

      Excluir
  3. Olá, Kênia;

    Gostei da premissa do livro, sou super curiosa por assuntos de bastidores ainda mais se tratando de temas policiais.
    Sou fã de carteirinha do canal ID kkk, espero conferir alguma resenha do livro.


    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!