COLUNA - Canto do Conto - #01


Boa noite leitores, trazendo pra vocês o primeiro texto da nossa nova coluna.
A Vanessa Santos é do blog Mar de Letras.
Espero que gostem e que comentem... Bjus


                                      Vida no Intervalo entre Músicas

Passos pesados e apressados pelas ruas de seu bairro. Pisava em cheio em cimas das poças dágua. Olhava para os lados desconfiada. Cachorros uivavam na noite chuvosa sem lua cheia. Sem guarda chuva em mãos, acelerava  ainda mais para fugir dos parcos e gelados pingos de água que teimavam em cair sob suas costas nuas. Sua mente e corpo cansados ansiavam por uma ducha quente e sua cama macia. Só desejava dormir para outro dia de trabalho e estudo.
Ouvia música no último volume. Na FM tocava o sucesso do momento mas também não era assimilado.  Somente o barulho. Sua cabeça só focava o fato de que em uma música e meia estaria em casa. Tomaria banho, veria alguma bobagem na tv e enfrentaria os trocentos trabalhos da faculdade.
Fim de música. Chega finalmente ao seu prédio. Pega a chave na mochila rapidamente. Dá meia volta  na fechadura. No intervalo das músicas ouve um retumbante “VAI MORRER VADIA!”
Ao ouvir tais palavras, um arrepio perpassa por seu corpo. Sim, agora ela percebe que os clichês são reais. Tão reais que sua vida passa diante de seus olhos. As primeiras amizades valiosas, as primeiras gargalhadas, a primeira viagem em família,a primeira viagem com os amigos. O primeiro nascer do sol visto. O primeiro dez e o primeiro zero na escola. A primeira vez que passou no vestibular. A primeira vez que disse "eu te amo" e não ouviu de volta. A primeira decepção amorosa. O primeiro beijo, o primeiro namorado e a primeira transa. O primeiro orgasmo. O primeiro cigarro. A primeira ressaca.
 Tudo é revivido.Intensamente revivido.
Vinte e cinco anos duraram cinco segundos.  Rapidamente Kátia é rodeada por vizinhos, mãe e pai. Quase não da pra reconhecê-la com a poça de sangue à sua volta. Sente as mãos de seu pai sobre a sua transmitindo segurança, esperança e conforto. Vê sua mãe desesperada ligando para a ambulância sem tirar os olhos dos seus. Talvez por medo de fechar sem promessa de abrir novamente.
Ela os fecha para sua última reflexão. Não sobre o que não se tornará. Não sobre os planos frustrados pela morte inesperada. E muito menos sobre o medo do desconhecido. Nesse momento percebe que os clichês não se concretizaram. Seus pensamentos são sobre a última ressaca. A última tragada. O último orgasmo. A última transa. O último namorado. O último beijo. A última decepção amorosa. A última vez que disse eu te amo. O último dez. O último zero. A última viagem com a família. A última viagem com os amigos. A última gargalhada. A última amizade valorosa. O último sorriso. 
Assim como  Machado de Assis em seus últimos momentos pensa consigo: " A vida é boa". 
E lá se foi seu último suspiro.



14 comentários:

  1. Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito legal, Lia, essa é a nossa missão abri espaço, inovar. Legal demais amiga, parabéns pela coluna e parabéns a colunista.

    ResponderExcluir
  2. Lia, que coisa linda esse post. Adorei a ideia da nova coluna. E o texto da Vanessa está um primor. Que talento tem essa moça. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Que delica de coluna e que conto.............. consegui visualizar cada passo dado por Kátia. Um text bem escrito nos faz viver cada linha lida. bjs
    Eykler
    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Obrigado meninas, eu gosto demais dos textos desta moça e tbm acho que ela quando se formar será um arraso na literatura... Bjus

    ResponderExcluir
  5. Olá Lindo esse conto que vc escolheu!
    Adorei a coluna nova...vou estar sempre acompanhando =)
    Bjusssss

    ResponderExcluir
  6. Nossaa. Adorei!!
    queria ler mais!!

    beijoss
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ai, que triste... sempre fico deprê com esses contos tão tristes...

    Parabéns Vanessa, o conto ficou muito bom!

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Lindooooooo... que talento para escrever....

    amo Machado de Assis e sim ,as vezes,também acho que a vida é boa!!!

    Arrasou!!

    bjsss

    Bianca

    wwww.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  9. Adorei o textinho e a coluna também.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi gente!!!
    Desculpe..mas eu tenho um sério problema com contos. deve ser algum trauma sei lá. Mas não consigo gostar. Sempre fico querendo mais. Achando que faltou algo.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Estou muito feliz com esse retorno de vocês!Elogios e críticas são super bem vindos! Lia mais uma vez obrigada pela oportunidade.Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi Lia! Gostei bastante da nova coluna, vou acompanhar todos os posts. A Vanessa tem blog também?

    Bjos!

    Cida

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida tem sim. Vou te passar o link,: http://mardeletras2010.blogspot.com.br. Bjus

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!