[RESENHAS] Proibido - Tabitha Suzuma - Editora Valentina


Bom dia leitores!


A resenha de hoje, é de um livro forte, impactante, e que ao terminar sua leitura, fiquei por várias minutos tentando assimilar a realidade...
Conheçam Proibido, um livro bem diferente do que você leitor deve estar acostumado a ler.


PROIBIDO
(Como uma coisa tão errada, pode parecer tão certa?)

Ficha Técnica:
Título Original: Forbidden
Autora: Tabitha Suzuma
Editora: Valentina
04 páginas
Formato 16x23 cm
ISBN 978-85-65859-36-3

Sinopse:
Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis.

Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.

Eles são irmão e irmã.

Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.

Sobre a autora:


Tabitha Suzuma é londrina e frequentou uma escola francesa na Inglaterra, tornando-se bilíngue. No entanto, detestava a escola e sentava no fundo da sala, escrevendo histórias. Aos catorze anos abandonou os estudos, contra a vontade dos pais. Continuou sua educação através de cursos à distância e foi estudar Literatura Francesa no King´s College, em Londres. Visite o SITE da autora e descubra muito mais sobre essa magistral e fascinante autora.


Mais uma vez me deparo com a difícil tarefa de resenhar um livro, pelo qual me sinto impactada!
Esta é a palavra perfeita para descrever o que senti logo nas primeiras páginas.
Foi um forte impacto, me deparar com uma leitura tão diferente das habituais, e que me tocou de uma maneira como nenhuma outra me tocou antes.

Proibido foi um dos melhores livros de drama que já li na vida, e olha que não foram poucos os que li, durante esta longa caminhada como leitora compulsiva que sou.

Tabitha Suzuma, foi de uma sensibilidade e delicadeza única, ao descrever todo o drama, anseios, tristezas, amarguras, que afetavam esta família. Uma família desestruturada, triste, mas que ao mesmo tempo são dotados de uma força peculiar para enfrentar suas vidas.

Seus personagens são muito bem desenvolvidos, carismáticos, e todos eles são essenciais à história. Seus sentimentos transbordam as páginas, e nos tocam. Nos fazem pensar, nos angustiam, nos incomodam, nos surpreendem, e nos conquistam.

Os capítulos são alternados entre Maya e Lochan, e isto foi muito bom, porque pude me sentir mais próxima deles, e de todos os seus sentimentos. A vida deles é difícil, triste, melancólica, mas mesmo assim os dois encontram forças para cuidar dos irmãos, vencer os obstáculos que aparecem, e fazem de tudo para se manter unidos. Nada acontece por acaso, e todo o desenvolvimento do que acontece com eles, é de forma gradativa, devagar.

O pai é ausente, pois abandonou a família. A mãe vive bêbada, e não dá atenção nenhuma aos filhos.
Maya e Lochan é que acabam tomando para si a responsabilidade de cuidar dos três irmãos menores (Kit, Willa e Tiffin). Os dois ficam responsáveis pelo andamento da casa, pelos estudos, e tudo o mais que seria de responsabilidade dos pais. Por isto a convivência acaba ficando mais íntima, se tornam grandes amigos, se protegem e assim acabam se apaixonando.

A autora conseguiu falar de um tema controverso, difícil e que ainda é um Tabu em toda a sociedade de uma forma leve, e até mesmo poética. Mexeu com minhas convicções, com aquilo que eu tinha como certo, e a noção do que realmente é errado quando o amor invade nossas vidas.

Mesmo sabendo o que esperar da história, mesmo assim Tabitha conseguiu me surpreender. Conseguiu até mesmo me fazer torcer por algo que eu sabia, que seria improvável de dar certo. E isto, em minha opinião é o seu maior mérito.

A capa ficou perfeita para a história que o livro nos conta. O livro tem uma diagramação simples, mas que ficou ótima. A revisão está perfeita. Um lindo trabalho da Editora Valentina.

Precisei de vários minutos para me recuperar após chegar ao final. Me senti tão mexida com esta leitura! E com certeza, tem muito tempo que um livro não me fazia chorar de forma tão sentida.

Mesmo tendo muitos anos como leitora, é revigorante quando encontro uma autora que possa me surpreender positivamente como a Tabitha Suzuma. O que posso dizer, além de tudo que já coloquei aqui?
Somente isso - Você precisa conferir este livro!
Bjus

14 comentários:

  1. Lia, querida, sei exatamente como é essa sensação e a palavra é esta: impactada! Sofri o livro inteiro, repassei meus conceitos, abri a mente e o coração para entender esses dois lindos e inesquecíveis personagens. E não é difícil estar sob a ótica - e a pele - deles, a autora faz isso com maestria. Trata do delicado tema com tanta suavidade e sem pieguismo, que deixa o leitor envolvido, comovido e buscando saídas para os dois. E que desfecho! Achei super coerente, ainda que a torcida seja sempre pela redenção, pelo happy end. Chocada e envolvidíssima do começo ao fim. Uma leitura que jamais esqueceremos.
    Bela resenha, emocionante!
    Beijo!
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Manu! Seu elogio me deixa muito feliz, já que acho você uma resenhista maravilhosa!
      Este livro mexeu muito comigo. Muita emoção, e muitos pensamentos que ficam. Chorei com o final e olha que faz muito tempo que nada me emocionava assim. Lindo demais.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia,
    Eu vejo muita gente falando sobre este livro, sabe que ao mesmo tempo que tenho vontade de ler, tenho muito receio, creio que pelo tabú mesmo que é o incesto. Não só tabú, mas no meu entender uma coisa que não é legal e enfim, mas isso eu penso de acordo com a vivência que tive.
    Mas ao mesmo tempo, parece que este livro mexe demais com que o lê e isso é o que me deixar intrigada.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisele, eu também tinha um pouco de receio, mas posso te dizer que a leitura vale. O livro é bom, e a autora teve uma sensibilidade incrível pra falar do assunto.
      Bjus

      Excluir
  3. Oii tudo bom??
    Indiquei o seu blog para participar de um tag, que está rolando lá no blog!!
    Espero que goste.
    Beijoos

    http://www.gypsyheartbooks.com.br/2015/02/especial-tag-11-coisas.html

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Sempre tive curiosidade pra conhecer essa história, parece ser bem pesada mesmo, mas mesmo assim trata de um tema que, por mais que seja tabu, desperta a curiosidade dos leitores.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Inês, é um tema forte, mas a autora soube levar muito bem.
      Ela transformou algo que consideramos feio em algo que nos comove e mexe muito com nossas emoções.
      Bjus

      Excluir
  5. Lia-Flor! Dá-me este livro de presente? - risos!
    Olha eu necessito ler este livro, antes eu pensava que não gostaria da leitura, mas depois de tantas resenhas ótimas a respeito dele eu comecei a ficar curiosa.
    O tema é algo que nunca li, portanto minha curiosidade imensa

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fer, eu também tinha um pouco de medo de não gostar, mas como você, fiquei muito curiosa lendo as resenhas e mais ainda depois que assisti ao vídeo da autora falando sobre o livro.
      Não me arrependo de ter lindo. O livro é muito bom.
      Vale a pena conferir amiga.
      Bjus

      Excluir
  6. Preciso confessar que eu não tive interesse ainda de ler esse livro, embora todos tem comentado muito bem, mas mesmo assim deve ser uma história comovente e assim que puder irei ler, mas não por agora pra falar a verdade.

    Quanto a sua resenha eu gostei bastante, até porque vc foi bem objetiva.
    Eu não conhecia muito sobre do que se tratava o livro e gostei muito. Mas não para ler no momento. Porque estou nas minhas fases de romance embora esse tenha um romance diferente (risos)

    Enfim...Parabéns pela resenha amiga

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvana, obrigado.
      Se um dia tomar coragem leia, você irá se surpreender.
      Bjus

      Excluir
  7. Oi Lia, sua linda, tudo bem?
    Você finalmente leu!!!!! Nossa, eu tive o mesmo problema. Não sabia o que escrever. Esse livro deixou feridas abertas em mim. Chorei por muito tempo. Toda vez que lembrava da história chorava. Foi um dos melhores que eu já li em minha vida também. Sua resenha está linda e me emocionou novamente. Lembrar dessa história machuca muito ainda.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila, é uma história linda mesmo.
      Dolorosa, sofrida, mas linda.
      às vezes ainda me pego pensando em tudo e acabo me emocionando novamente.
      A Tabitha Suzuma foi perfeita!
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!