[RESENHA] Tua Vida em Mim – Natália Souza - Autografia Editora


Bom dia leitores!
Nova resenha de Amanda Pires para vocês!

Sinopse: 

Tem gente que é felicidade na vida da gente. É janela aberta em dia de sol, colo de mãe com cafuné. Tem gente que chega na vida da gente desatando nós, afrouxando os apertos do nosso peito, inaugurando um novo olhar a respeito do mundo e fazendo dele um lugar melhor. O Gino era isso para mim. Mas o Gino morreu cedo demais. E eu? Eu continuei viva. Escrevi para o Gino continuar. Escrevi para o Gino não morrer. Escrevo para duvidar do fim, para não acabar também. 

Ficha Técnica:
Título: Tua vida em mim | Autor(a): Natália Souza | ISBN-13: 9788551802717 | ISBN-10: 8551802712 | Ano: 2017 | Páginas: 110 | Editora: Autografia




Tua vida em mim é uma reunião de textos escritos por Natália Souza, nesses textos ela discorre sobre os sonhos, as memórias e o luto depois da perda do seu verdadeiro amor, Gino. Sim, nós começamos a história sabendo que ele morreu aos 32 anos, vítima de um câncer e é sobre o que ele foi e o que ele deixou que a autora escreve. Sobre como ele mudou sua vida, sua relação com a vida e consigo mesma. O livro possui capítulos curtos, não são bem capítulos, muitos deles não possuem uma ligação, todos se tratam do Gino e da sua relação com Natália, cada um aborda uma parte da vida dos dois desde que se conheceram.
 “O Gino me amou de um jeito tão grande que eu nunca mais serei capaz de deixar ninguém me amar pequeno.”
 A escritora fala sobre a dor e o amor, a morte e a vida, sobre sentimentos e valores. As páginas possuem fotos do casal, bilhetes de Gino, pedaços do que foi a sua existência. Existência essa que comove o leitor e o faz questionar sobre as pessoas ao seu redor, sobre a dor de se perder e a alegria de se encontrar. Além disso, Natália Souza conta como foi o processo e o caminho que a levou a escrever o livro, como foi ter o apoio das pessoas espalhadas pelo país, de quem ela não imaginava um dia receber o apoio. É uma narrativa interessante e ágil, prende o leitor a cada segundo e o emociona.
“Escrevi de dor, de raiva, de medo, de falta. De me perceber oca e, ao mesmo tempo, afogando. Me fiz tinta. Derramei em cada letra a imensidão de ser amada por alguém que me viu inteira e não recuou.”


Minhas impressões:
Primeiro, eu escolhi ler Tua vida em mim porque eu precisava de uma leitura leve, o livro é bem curto e vi muitas pessoas anunciando o lançamento, mas eu não tinha o objetivo de ler logo. Então quando a Lia me falou que o livro estava disponível para a leitura, eu logo vi ali uma oportunidade de pedi-lo e dividir minhas impressões com vocês.

Só que minha experiência com esse livro transcendeu todas as minhas expectativas, acreditem. Foi uma ótima leitura, se houvesse outra palavra que surpreendente, eu a usaria para descrever. Tua vida em mim conversou de uma forma bem pessoal comigo, eu não passei pelos mesmos acontecimentos que a Natália, na verdade, eu não cheguei a sofrer nem 1% das dificuldades e do luto que ela passou, mas a literatura tem essa capacidade de nos colocar no lugar do outro, observar e sentir as coisas ao imaginar as suas condições.


A escrita da Natália é muito confortável, é como se você estivesse do lado dela conversando, enquanto ela te conta as coisas que aconteceram com ela antes e depois de perder o Gino. A Natália usa a própria história para dar um significado novo ao luto, a dor e a vida. Talvez seja por isso que eu senti tanta empatia por ela, consegui entender os acontecimentos e o motivo do livro, eu consegui me conectar com a história.


É uma narrativa muito sentimental, como se cada palavra fosse capaz de expressar um sentimento único, talvez nunca antes sentido. Diversas vezes me peguei ao segurar lágrimas, outras vezes eu me perguntei como poderiam existir sentimentos tão lindos e profundos em um livro só. Eu não posso dizer que todas as pessoas que lerem o livro terão uma só visão dessa história, porque cada uma vai tirar algo preponderante e vai se apaixonar. São tantas memórias dentro da narrativa que é difícil se concentrar apenas em uma. E eu sei que muitas coisas que eu consegui observar na história, outras pessoas não irão ver e, muitas coisas que elas poderão vivenciar durante a leitura, eu deixei passar. 

É um livro para a vida, eu já prometi para mim que vou reler, sempre que for possível, para me lembrar de que a vida é maior do que eu vejo, de que o amor é mais poderoso do que eu posso medir e de sempre valorizar quem eu tenho perto de mim, pois um dia ou outro elas vão embora e tudo o que fica são memórias e o amor.  


Um beijo e até a próxima!

AMANDA PIRES

Lia Christo:
Carioca da gema, romântica incurável, leitora compulsiva, perseguidora de sonhos, e louca pela vida!

3 comentários:

  1. Oi, Amanda!
    Que resenha linda! Dá pra ver que a história mexeu bastante com você. Adorei a capa e anotei a dica.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Pela sua resenha deu para perceber que o livro é lindo, sensível e tocante... É daquelas leituras que precisamos de lencinhos ao lado para enxugar as lágrimas.
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  3. Ah, Amanda! Fiquei com a alma tocada. Obrigada por se abrir para o Tua Vida em Mim, por conhecer o Gino e mergulhar, tão de cabeça, na nossa história. Obrigada por fazer parte desse time que me deu esperança e sentido.

    Obrigada de todo o coração.

    Ps: para quem quiser comprar o livro com dedicatória e uma cartinha especial, é só me chamar no facebook, na página do projeto Tua Vida em Mim

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!