[RESENHA] As Filhas da Noiva - Susan Mallery - Harlequin Books Brasil


Bom dia leitores!
A resenha de hoje vem mostrar um livro que fala sobre o amor em suas variadas formas e que gostei muito!
Vem comigo...

Sinopse:
Courtney Watson é a irmã desajustada da família. Ela pode não ter uma vida tão organizada quanto a das irmãs, mas ela é excelente em uma coisa: guardar segredos. Inclusive sobre seu caso flamejante com um produtor musical. Planejar o casamento da própria mãe traz sua vida secreta à tona, mudando completamente a imagem que sua família tinha de Courtney para sempre. Quando o namorado de Siena, a irmã rebelde, a pede em casamento bem na frente de sua mãe e suas irmãs, é uma completa surpresa para ela. Siena já passou por dois noivados fracassados e desfeitos. Como ela pode aceitar se ela nem tem certeza que é isso que ela ainda quer? Rachel é a cínica da família. Ela acreditava que o amor duraria para sempre. Até o seu divórcio. Enquanto o dia do casamento de sua mãe se aproxima, seu ex passa a implorar por uma segunda chance, e ela é forçada a reconhecer algumas verdades incômodas sobre os motivos pelos quais seu casamento não deu certo. Rachel precisa decidir se ela vai deixar o orgulho ficar no caminho do seu felizes para sempre.
Ficha Técnica:
Autora: Susan Mallery | Editora: Harlequin 
Edição: 1ª | Lançamento: 15 de junho de 2018
Idioma: Português - Capa comum: 352 páginas 
ISBN-10: 8539826003 | ISBN-13: 978-8539826001


As Filhas da Noiva, foi uma das boas surpresas que tive este ano. Uma leitura leve, despretensiosa, gostosa, mas que também me trouxe muitos questionamentos e me fez enxergar algumas coisas sobre um outro prisma. Susan Mallery já é uma velha conhecida. Já li outros livros da autora e gosto muito da sua escrita e da maneira que ela tende a lidar com os dramas e sentimentos de seus personagens. Susan sempre faz com que tenhamos empatia por eles e por seus problemas, e dessa forma eles vão aos poucos nos conquistando e isso é algo que me agrada muito! Acho que uma das principais razões de gostar de suas histórias, é que elas costumam lidar com os dramas cotidianos que todos nós temos em algum momento de nossas vidas. De falar sobre assuntos que parecem bobos, sem importância, mas que na verdade fazem toda a diferença em nossas vidas e são intrínsecos a nossa personalidade. 


Três irmãs as voltas com os preparativos do casamento de sua mãe. Três mulheres que estão em uma fase da vida complicada, no limite e a caminho de uma encruzilhada. Uma mãe que apesar de amar suas filhas, não soube bem lidar com alguns de seus traumas e de suas dificuldades. Três filhas, que apesar de amarem a mãe, se sentem de alguma forma ressentidas quanto a ela. Quatro vidas interligadas e entrelaçadas por sangue, amor, dores e a busca pela felicidade!

A sinopse já mostra muito do que esperar da história, mas ao mesmo tempo não é nem um terço de tudo que iremos encontrar no decorrer da leitura. De todas os desdobramentos que acontecem na vida destas mulheres e de como elas irão lidar com eles. De que maneira a morte do pai e o fato de crescerem em meio a dificuldades financeiras e emocionais afeta suas vidas adultas. A forma que a mãe encontra para criar suas filhas, tentando dar o seu melhor, mas ao mesmo tempo cometendo muitas falhas pelo caminho. 

Rachel, Sienna e Courtney, são mulheres lindas por dentro e por fora. Têm em suas vidas pessoas adoráveis que as cercam, ajudam, e de alguma forma as fez manter um certo equilíbrio. Maggie, a mãe, passou por muita coisa difícil com a morte do marido e 24 anos depois tem a chance de recomeçar e ter o quinhão de felicidade. Mas sabe que precisa reorganizar sua vida em relação às suas filhas. As quatro precisam deixar o passado para trás, se ajustar ao presente e tirarem seus fantasmas do armário. Porque é desse jeito que elas finalmente vão encontrar os seus felizes para sempre. 

Gostei de todos os personagens, sem exceção. Todos são bem estruturados, trabalhados, e críveis. Todos passíveis de erros, acertos, enfim gente como a gente. A dona do hotel Los Lobos, onde ocorrem a maioria das cenas, é uma figura maravilhosa! Em muitos sentidos lembrou a minha avó, de quem tenho imensa saudade. Uma senhora de quase 80 anos, mas que ainda se mantém firme e que na maioria das vezes é mais lúcida do que todos os outros personagens juntos. 


Courtney, foi a personagem que mais gostei. Não que não tenha gostado das outras, mas ela tem muitas das minhas inseguranças, tem um coração imenso, tem um grande potencial, mas não acredita nela mesma em muitas situações que a vida lhe apresenta. Sofri e sorri com ela, como se fôssemos almas gêmeas. Daquelas pessoas que muitas vezes queremos abraçar apertado e não soltar mais. 

Rachel é forte ou assim acha, compenetrada, mega esforçada no trabalho e na vida. Sempre tentando deixar todos satisfeitos, sempre tentando fazer o seu melhor, para suprir a falha dos outros, mesmo que ao final isso lhe custe um grande desgaste emocional. Uma mulher como tantas que conhecemos: separada, criando sozinha um filho de 11 anos, cheia de contas para pagar, trabalhando fora para sustentar os dois e cuidando da casa de forma exemplar. Mas será que tudo isso é o bastante para se sentir realizada?

Sienna parece estar sempre centrada, de bem com a vida, mas no fundo está sempre sentindo falta de algo. Nos últimos tempos nada parece estar muito certo. Nada parece ser bom o bastante. A vida caminha tranquila, mas é como se algo a chamasse e ela não soubesse o quê e nem onde. Uma mulher que pensa que está onde quer, mas que na verdade ainda precisa soltar as amarras e se lançar a frente.

Os personagens masculinos são na medida certa. São bonitos, são inteligentes, têm momentos fofos, irritantes, e muitas vezes nos mostram seus defeitos. Homens de personalidades distintas, mas que com um pouco de ajuste são perfeitos para as nossas mocinhas. Greg, Jimmy, David, Quinn, cada qual tem o seu charme, seu segredo, seu potencial. E todos eles podem estar ali, ao dobrar de uma esquina.

De uma forma leve, bem-humorada e gostosa de ler, a autora vai nos mostrando que geralmente somos os nossos piores carrascos, somos aqueles que mais nos cobram nas horas dos erros. Somos os que temos dificuldades de perdoar a nós mesmos, mesmo quando os outros os fazem. Somos muito críticos com nossas vidas e por isso acabamos deixando de viver coisas e momentos incríveis. Adorei a forma como isso nos é mostrado.

Uma das coisas que mais gostei neste romance, é que a autora fixou mais nas personagens femininas, em suas motivações, seus potenciais e na forma como cada uma encara a vida e o que podem fazer para mudar o que não está bom. Apesar de termos o romance e algumas cenas mais aquecidas, este não é o foco principal e sim de que forma esses relacionamentos afetam as vidas de nossas meninas.

As Filhas da Noiva, é um romance muito especial! Fala do amor em várias formas: amor de mãe, amor de filhas, amor de irmãs, amor de amigos, amor romântico e o amor pela vida. Fala de perdoar a si mesma e ao outro, fala de superar o passado, de se jogar no futuro, de lutar pelo que se quer, de se transformar a cada dia numa pessoa melhor e principalmente de tentar ser aquilo que você merece e nasceu pra ser: feliz!                 


Curiosidade 1: Como vocês puderam perceber, eu gostei muito dessa história e por isso resolvi sair fuxicando no site da autora mais informações sobre ele. Foi assim que descobri que apesar de ter sido escrito como livro único, ele se passa em sua maioria em Los Lobos, onde mais duas histórias da autora foram ambientadas. E pelo que entendi das sinopses e lendo algumas resenhas no Goodreads, os personagens dos três livros interagem em alguns momentos. Segue o título dos livros, caso queiram pesquisar também: Someone like you e Falling for Gracie e para saber mais sobre eles no site da autora, basta clicar nos títulos. 

Sendo assim eu, a Loka dos livros, vou ficar por aqui mega ansiosa e torcendo para que os dois livros cheguem por aqui. Que tal se a Editora Harlequin resolvesse lançá-los ainda esse ano? 

Curiosidade 2: Descobri que tem o book trailer do livro no Youtube. Se quiser conferir, só clicar aqui. 

Lia Christo:
Carioca da gema, romântica incurável, leitora compulsiva, perseguidora de sonhos, e louca pela vida!

3 comentários:

  1. Linda resenha, amei :)

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monyque.
      Que bom que gostou! Espero que tenha a oportunidade de ler.
      Bjus

      Excluir
  2. Não curto sinopses que falam muito. Prefiro encarar o livro sem ler a sinopse, muitas vezes rs.
    Esse não me atraiu, mas gostei da forma que fez a resenha, opinando em cada detalhe.
    Que bom que todos os personagens foram agradáveis.

    Tenha uma ótima noite!

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!