[RESENHA] A Baronesa Descalça #1 - Chiara Ciodarot


   Olá pessoal!  Tudo bem?
   Hoje eu trago para vocês a resenha do livro  A Baronesa Descalça, escrito pela autora nacional Chiara Ciodarot que publicou de forma independente no site Amazon.


. Título: A Baronesa Descalça
. Autora: Chiara Ciodarot
. Editora: Amazon
. Série: O Clube dos Devassos
. Ano: 2018
. ASIN: B07983MQFQ
. 361 Páginas
. Sinopse: Vale do Paraíba, 1872. Saraus, bailes, rapazes, cavalgar e defender a abolição da escravatura são estes os gostos da bela Amaia. Mas tudo parece perder sentido quando seus pais morrem e deixam nas suas mãos uma fazenda de café e um testamento que a impede de alforriar os escravos. Sem saber como administrar uma fazenda e se afundando em dívidas, ela encontra apenas uma solução: se casar. Todo e qualquer solteiro ou viúvo se torna um pretendente em potencial. Ou quase todo. Eduardo Montenegro não é pretendente para moça de família. Fundador do Clube dos Devassos, o misterioso Montenegro não pretende se casar, mas isso não o impede tentar levar Amaia para cama. Enquanto tenta manter a sua integridade física e emocional, Amaia arruma um pretendente inesperado. Será que ela vai conseguir levar adiante o seu plano de salvar a fazenda e os escravos, ou será que a sua atração por Montenegro será maior? O famoso devasso acabará seduzido pelos encantos da charmosa abolicionista e a pedirá em casamento antes que ela se case com outro?
A Baronesa Descalça é o primeiro livro da Coleção O Clube dos Devassos.
Livro oferecido pela autora em formato digital.
Muito bom.

     A Baronesa Descalça é o primeiro volume da série O Clube dos Devassos, que traz um romance de época com um cenário do período da Escravatura Brasileira no Vale do Paraíba, 1872.
    Na história, Amaia de Carvalho é uma jovem de 23 anos, que vive sua vida aproveitando saraus, coquetéis e bailes da região onde mora. Com uma personalidade bem ousada para a época e sempre encantando os rapazes, Amaia procurava ser livre de todas as formas possíveis e desafiando os padrões da época.

    Ao chegar à festa de noivado de sua amiga Caetana, Amaia foi alvo das línguas afiadas das gêmeas Rosária e Belizária por causa do belo vestido verde grama com um decote inapropriado para um almoço.  Mas Amaia não se importava com as críticas, pois a moça desejava encontrar um pretendente que conquistasse seu coração fervorosamente e  de preferência não fosse  um escravocrata.

   É durante a festa de noivado que Amaia conhece o Eduardo Montenegro. Um homem misterioso e malvisto na maioria das fazendas do Vale do Paraíba. Os donos de terras ainda o cumprimentavam por educação, pois eram incomodados com a forma que a fazenda de Eduardo funcionava com escravos alforriados ou livres e por ser parente do Barão de Mauá precisavam ter boa convivência com Montenegro.

   Eduardo Montenegro fica completamente encantado com a personalidade de Amaia, porém um casamento pode atrapalhar os verdadeiros objetivos de rapaz. Por outro lado,  Amaia cria uma certa antipatia pelo Eduardo, achando que ele é mais um escravocrata da sociedade por causa dos boatos e por ser um cofundador do Clube dos Devassos. Um misterioso clube masculino que só poderia fazer parte quem fosse convidado.

   Acontece que os pais de Amaia sofrem um acidente de carruagem e acabam falecendo, deixando Amaia e sua irmã Cora numa situação financeira bem complicada. E para não perder a fazenda, Amaia se vê obrigada a tomar medidas drásticas que pode  surpreender Eduardo.

   Com uma narrativa bem detalhista, a autora Chiara consegue transportar o leitor para a história com muita facilidade. Mesmo não sendo meu gênero favorito, a autora conseguiu proporcionar uma leitura bem agradável.

   A personagem Amaia de Carvalho conquista nas primeiras páginas, por causa da maneira de agir e tem os próprios pensamentos desapegados da época. Ela consegue enxergar além do que está vivenciando no momento, onde a maioria é favor à escravidão. Isso consegue destacar um personagem.

   Eduardo Montenegro é aquele tipo de personagem misterioso que consegue aquecer os corações. Um verdadeiro abolicionista cheio de ideais que precisou aprender algumas lições para que pudesse ser realmente feliz.

   O Pano de fundo abordando a escravidão e o abolicionismo, enriqueceu bastante o romance e abrindo outras possibilidades para os próximos livros. Gostei bastante dos detalhes ricos que desenrolou a história, além da teimosia do casal. Quero conferir a continuação do próximo livro,  As Inconveniências de um Casamento.

   Infelizmente não tem como avaliar a edição física do livro, pois eu li em formato digital.  No entanto a diagramação estava maravilhosa. A capa corresponde  perfeitamente com o clima da história. Confesso que dá muita vontade de ter este livro na estante e oferecer como dica de leitura para quem aprecia o gênero.

   Enfim, A baronesa Descalça contém uma trama bem construída e afirmo que foi muito bom para conhecer a escrita da autora. Recomendo para todos os leitores que gostam de romances de época repleto de elementos históricos.
“Montenegro a conhecia o suficiente para captar que, detrás do sorriso, escondia-se uma imensa tristeza. E por mais que ela tentasse se manter altiva, forte, uma fênix renascida, ele ainda via a sua fragilidade. Era de se admirar ainda mais. Só gostaria que ela fosse sincera e largasse o orgulho uma vez.”

  Sobre a autora:

  Chiara Ciodarot, escritora carioca que ama o século XIX e escrever histórias românticas narradas nesse período. É Doutora em Literatura, mas gosta mesmo é de História do Brasil, principalmente Segundo Império. Escreve também romances sobrenaturais (adivinha quando Bram Stoker criou Drácula?), dramas psicológicos e tem contos e poesias publicados. Recentemente, foi um dos poetas contemporâneos escolhidos para fazer parte da Exposição Poesia Agora, sob curadoria de Lucas Viriato (São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro).

  Já leu A Baronesa Descalça?

Kênia Candido:
Eu sou dona do blog Histórias Existem Para Serem Contadas. Mineira completamente apaixonada por livros, filmes e seriados de TV.

12 comentários:

  1. Oi, Kênia!
    Menina, eu amei o título desse livro. Eu já queria ler por ser romance de época, mas depois desse título eu quero saber se tem a ver com a história.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza
      Também estou super curiosa sobre esse livro, duas amigas que leram me disseram ser muito bom.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Kênia, tudo bem? Eu gosto de romance de época, embora não leia muito ambientados no Brasil! Gostei do enredo, da capa, de tudo! Acho que é uma leitura que vou curtir!

    BJs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi.
      Espero que leia e que seja uma leitura prazerosa pra ti.
      Bjus

      Excluir
  3. Oi
    Gostei muito da sinopse e da resenha, fiquei com aquele gostinho de quero mais. Parece ser um bom livro. Quero ler.
    Parabéns pela resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata.
      Também estou super a fim de ler.
      Bjus

      Excluir
  4. Oi, Kênia! Tudo bom?
    Não conhecia a obra, mas achei legal o fato de os dois serem meio 'revolucionários', parece o tipo de personalidade que combina e forma casal bem legal de acompanhar :D
    Ótima resenha.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise.
      Espero que dê uma chance para a escrita da Chiara.
      Bjus

      Excluir
  5. Oi Kênia e Lia, suas lindas, tudo bem com vocês?
    É difícil os romances de época de hoje abordarem a luta para libertar os escravos, quando falam da escravidão é muito sutil. Então, ao abordar esse tema, a autora já me ganhou. Também preciso elogiar os títulos dos livros, eles dizem muito da história de cada um, risos.. ais uma série para minha lista. Adorei a resenha!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila. Bom te rever por aqui amiga.
      Espero que tenha a oportunidade de ler e goste das leituras.
      Beijokas

      Excluir
  6. OI! Olha eu aqui outra vez (risos).

    Gostei bastante de tudo o que li por aqui e, assim como na resenha do segundo livro da série O clube dos devassos, neste aqui também pude sentir que o casal vai aprontar para cima um do outro. Gostei muito da resenha.

    Beijos, Kênia e Lia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Kaline!
      Espero que tenha a oportunidade de conferir os livros.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!