[RESENHAS] Amor nas Entrelinhas - Katie Fforde - Editora Record


Boa tarde leitores!
Mais uma resenha saindo do forno para vocês.

AMOR NAS ENTRELINHAS

Ficha Técnica:
Título Original: Love Letters
Tradutor: Marilene Tombini
EAN: 9788501093127
Gênero: Chick Lit
Páginas: 400
Editora: Record
Preço: R$ 42,00

Sinopse:
Prestes a ficar desempregada, Laura Horsley acha que o convite para ajudar na organização de um festival literário veio bem a calhar. Mas quando recebe a missão de convencer o famoso escritor Dermot Flynn a comparecer ao evento, ela é dominada pelo pânico. Dermot é temperamental, nunca sai de casa e enfrenta um bloqueio criativo. É também o escritor favorito de Laura, além de extremamente atraente e dono de uma longa lista de conquistas amorosas. Por isso, não é de surpreender quando ele diz que só vai participar do festival se ela concordar com uma única condição, que pode colocar em risco não só o sucesso do evento, mas também o coração de Laura.
SITERECORD / GOODREADS / SKOOB 



Quando pedi este livro para resenha, não tinha a menor noção de como iria me sentir com sua leitura.
Sabe aqueles livros que só a capa e o título, já te conquistam? Foi o que aconteceu com Amor nas Entrelinhas.
Ao ler na sinopse, que a personagem principal, trabalhava em uma livraria, e que amava os livros... Pronto fui fisgada por completo!

"Amor nas Entrelinhas, foi uma das gratas surpresas que tive com minhas leituras este ano. Uma protagonista que ama literatura tanto quanto eu, e que tem nos livros seus grandes amigos. O livro nos faz sorrir, pensar, se emocionar e as descrições que a autora faz da Irlanda são apaixonantes."

Laura Horsley, a heroína, é uma universitária educada, ingênua de 26 anos, virgem, que trabalha em uma livraria que está para ser fechada. Seu guarda-roupa é composto por calças sociais e saias pretas, blusas brancas e sapatos baixos. Ela se apaixona por um herói bonitão e depois de algumas dicas de moda, uma nova carreira e alguns mal-entendidos de rotina, ela captura seu coração e bem ... você pode adivinhar o resto.

O enredo gira em torno de nossa heroína sendo recrutada por uma agente literária para organizar um festival literário e o herói, Dermot Flynn, é a principal estrela em potencial que ela deve trazer a bordo para torná-lo um sucesso.

Estando sem emprego e sem uma vida social ativa, Laura concorda. Sua primeira tarefa é conseguir que o famoso autor de dois livros best sellers, Dermot Flynn, compareça ao festival.

Dermot é irlandês, tem 35 anos, é carismático, charmoso, sexy, mal humorado e tem fama de mulherengo. Ele se mantém recluso na Irlanda há 15 anos. Durante todo este tempo, ele não produziu nenhum livro. Pois, está passando por um bloqueio criativo. Não consegue ter ideias e coragem para escrever um novo livro.

Laura, que amou o trabalho de Dermot por anos, se sente amedrontada pela tarefa, mas corajosamente concorda porque o magnata Jacob Stone só irá apoiar ao festival se Dermot for a estrela principal.

Sendo assim Laura e sua mais nova amiga Monica que é cantora de uma banda e responsável pela parte musical do festival, partem para a pequena cidade na Irlanda, onde Dermot vive. Por providência divina, está acontecendo um Festival Cultural na cidade natal de Dermot, e ele irá participar. e as pessoas do festival o tratam como se ele fosse uma estrela do rock ao invés do gênio literário recluso.

Após o evento, Laura segue Dermot até um Pub tipicamente irlandês, onde ele esta reunido com seu amigos, e alguns fãs. Para ter coragem de realizar a sua tarefa, Laura que é toda certinha, resolve tomar algumas doses de uísque puro. Quando ela finalmente cria coragem, ela pede a Dermot para comparecer ao festival literário na Inglaterra. Para surpresa de Laura e sua amiga Monica, ele responde sem hesitar que só aceitará o seu convite, se ela fizer sexo com ele... Encorajada pela quantidade de uísque que ela já bebeu e seu amor pela escrita de Dermot, ela concorda. Mas quando eles chegam à casa de Dermot, eles caem no sono antes que tudo se concretize.

Assim começa os mal entendidos, e as confusões que permeiam o romance de Laura com Dermot.


O livro tem ótimos diálogos de Laura com seu melhor amigo gay, com Monica, com Fenella e seu marido e com a agente literária. A autora tem um humor ácido, e um time muito bom em relação a dinâmica do livro.
Durante a leitura dei algumas risadas, e também sofri as vezes com as situações que Laura acaba se metendo.

Bom, agora que vocês já têm uma ideia sobre a história, devo dizer que me decepcionei um pouco com o livro...
Depois de ser totalmente cativada pelos detalhes que comentei no início da minha resenha, me senti meio ludibriada no decorrer da história. Explico: durante a leitura, temos muitos detalhes sobre o festival literário, inclusive aprendi como organizar um, temos muitos diálogos de Laura com os vários personagens, mas o romance mesmo que é bom, ficou em segundo plano. Pronto falei.

As cenas de Laura e Dermot, são ótimas, eles têm uma boa química, tem até uma boa pegada do casal... Mas, isto não foi bem aproveitado pela autora. Eu sei que o livro é muito mais sobre o amadurecimento e descobertas de Laura do que sobre o romance em si, mas tinha muito potencial ali para ser colocado em prática gente...

O que posso fazer, se sou uma romântica incurável? #Soudessas... hahaha

A capa é fofa(eu acho), a diagramação e revisão estão ótimas, a fonte escolhida está boa, só poderia ser um pouquinho maior(sou cega), e a cor das páginas também podia ser mais amarelada, já que isto me facilita a leitura. Um belo trabalho da Editora Record.

Considerações finais: 
Amor nas Entrelinhas, é um livro gostosinho, de fácil leitura e que irá te proporcionar uma boa distração por algumas horas. O final é fofo gente. Gostei, e mesmo com minhas ressalvas, ele entrou para os meus favoritos. Fiquei com saudades dos personagens por vários dias após a leitura. Eu recomendo.
Bjus

23 comentários:

  1. Se voce recomenda, eu acato.Lia você finalizou bem sua resenha, e me deu um gostinho de leitura. A sinopse deu asas a minha imaginção o que eu acho maravilhoso, pois me instiga a ler e ler e viver como um ser invisível junto a personagem, a capa me pareceu a cara de Laura Horsley, educada, ingênua,cativante e o titulo não poderia ser outro é o mesmo que dizer ser; Dermot Flynn.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel, caso tenha oportunidade confira. O livro é bem gostoso mesmo.
      Bjus

      Excluir
  2. Que capa liiinda! Não tem como não se encantar mesmo com ela. Gostei da sua resenha, e a história também parece ser boa, divertida e leve, mas um pouco clichê também. Os autores acabam pecando as vezes em detalhar muito o que não interessa pro leitor, e o fato de ter deixado a relação do casal em segundo plano é uma lástima também, pois tanto a sinopse quanto - principalmente - a capa, dão a entender que o principal é o romance. Mas, creio que tenha valido a pena da mesma forma! :D

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de A Seleção, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, o livro vale a pena ser lido. Como disse, mesmo tendo me decepcionado um pouco por não ter muito romance, ele entrou para os meus favoritos. Bjus

      Excluir
  3. Já entrou na minha lista pra ler flor. Brigada.

    ResponderExcluir
  4. Lia-sua-linda, amei sua resenha! Eu me flagrei surpresa quando você veio chia de elogios para este livro, sobre o qual nada tinha ouvido falar até agora, e de repente solta uma decepção… kkkk. Só você mesmo. Então, a sua decepção é totalmente compreensível para mim. Eu #soudessas também, que curtem um romance cujo enfoque são os sentimentos que os personagens sentem um pelo outro (rs).
    Apesar disso, parece ser um bom livro. Mas no momento não vou adicioná-lo à minha estante.
    Adorei a crítica, flor!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran, que bom saber que você também é #dessas... kkkkkkkkk
      Fiquei frustrada mesmo, com o enfoque não ser mais no romance.
      Obrigado pelo carinho.
      Bjus

      Excluir
  5. Olá Lia!
    De inicio a capa não me atrairia, bom, sinto falta de mais imagens, acho que sou doida mesmo! hahaha
    A História achei interessante, mas, sua sinceridade me deixou com o pé atrás. voltando ao estágio da dúvida de ler. Não quero pegar um livro que me deixe frustrada!! rsrsrs
    Mas, gosto da sua sinceridade, faz a gente não cair em certas enrascadas literárias. haha
    Valeu de verdade!

    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    P.S.: Aguardo sua opinião na resenha que fiz, obrigada! http://ciadoleitor.blogspot.com.br/2014/08/resenha-xeque-mate-de-dill-ferreira.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ni, Eu acho que ser sincera em uma resenha é fundamental para a credibilidade de um blogueiro. Eu gostei do livro e ele entrou para os meus favoritos, mesmo tendo me frustrado um pouco com ele. Bjus

      Excluir
  6. Lia, vou conferir sim, bjs e obrigada pelo carinho em sua resposta!

    ResponderExcluir
  7. Lia, querida, estes ingredientes que vc citou no começo da resenha são mesmo de conquistar os leitores... pra começo de conversa adoro livros e filmes que retratem a Irlanda, acho puro charme. Depois tem a literatura como paixão, o mundo dos livros, tudo a ver conosco, não é?
    Pena que o livro deixou a desejar no quesito romance... ainda assim vou dar uma mega chance a ele, por toda essa viagem cultural e sobre relacionamentos que pode me proporcionar.
    Beijooo!

    Minha nova resenha: A Verdade sobre nós:
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê uma chance sim Manu. Acho que você vai gostar.
      Bjus

      Excluir
  8. Oi Lia.
    Eu não conhecia o livro, mas é claro que logo de início sua resenha chamou minha atenção pra personagem apaixonada por livros, e mesmo com as ressalvas que você fez, eu vou dar uma chance a leitura, até mesmo porque também quero aprender a organizar um festival literário rsrs.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty, leia sim flor.
      Eu gostei do livro, só queria mais romance poxa... kkkk
      Bjus

      Excluir
  9. Oi, Lia
    Desde que vi o nome deste livro que tenho vontade de ler e depois da resenha que fez , percebi que era exatamente com pensei. Principalmente porque envolve livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ver, leia sim. O livro é bem legal. Eu que sou chata mesmo... kkkkk
      Bjus

      Excluir
  10. Quando eu li a sinopse desse livro achei que era O livro. Tinha tudo o que eu poderia querer, romance envolvendo livro, mas a leitura foi bem arrastada no meio. Foi bom, mas se melhor trabalhado, poderia ser bem melhor.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, tudo bem?
      Concordo com você, o livro tinha tudo para ser bem melhor.
      Bjus

      Excluir
  11. Oi Lia!
    Vc sabe que eu já tinha visto a capa desse livro, achado bem fofa, mas nunca tinha me aventurado na leitura, nem mesmo na sinopse e pela a sua resenha percebo que infelizmente foi um livro que deixei passar despercebido.
    Realmente, junta uma heroína que ama livros e trabalha com eles e mais a Irlanda... realmente, é de fisgar mesmo. Uma pena que pelo o que vc disse, a autora não explorou o potencial do romance. Ele me deu um pouco a impressão de amor não correspondido, estou errada?
    Amei a resenha e o seu blog. Super fofo!
    Bjos Carla
    Lápis e Livros - http://lapiselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla.
      O livro é bom. Eu que sou chata mesmo... rsrsrsr Queria que tivesse mais cenas do casal, e um pouco mais de foco no romance deles. O amor é correspondido sim, pode ficar tranquila. Espero que consiga ler.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!