GERAÇÃO EDITORIAL - Entrevistando Rachel Gibson - Simplesmente Irresistível!


Olá meus leitores,
trazendo para vocês, a entrevista com a autora Rachel Gibson sobre seu livro Simplesmente Irresistível!
A Geração Editorial, sabendo o quanto seus leitores curtem esta autora, foi lá, e conseguiu esta deliciosa entrevista...
Vamos conferir?


GE - Quando e por que começou a escrever livros?
RG - Comecei a escrever livros em 1989 quando a minha televisão quebrou. Não tinha muito que fazer, então decidi reescrever E o vento levou para matar o tempo. Depois que reescrevi o livro com um final feliz, deixei-o de lado e comecei a escrever um romance contemporâneo.

GE - Você faz muitas pesquisas antes de escrever os seus livros?
RG - Isso depende muito do livro. A série militar que atualmente estou escrevendo (o primeiro livro foi Rescue Me) exige muita pesquisa. Os livros de hockey – como See Jane Score e Any Man Of Mine, também demandou pesquisa, mas não tanta assim. Escrevi uma série baseada em escritores e não tive que fazer pesquisas.

GE - Qual é a coisa mais interessante que encontrou durante a pesquisa dos seus livros?
RG - A mais interessante, e com certeza a mais memorável, foi quando eu falei com jogadores de hockey gostosões e suados no vestiário deles. Aquele dia eu levantei com o é direito!

GE - Você se considera uma escritora de chick-lit? O que acha do gênero?
RG - Não sou autora de chick-lit. Escrevo romances, mas adoro ler um bom chick-lit.

GE - Qual é a melhor parte no seu trabalho como escritora?
RG - Economia de tempo e de transporte. Saio da cama quando quero. Pego o bule de café e vou até o andar de cima onde está o meu escritório

GE - Como você faz para que os seus livros sejam tão divertidos? Como mantem o frescor das cenas e diálogos engraçados, como é possível ver em Simplesmente Irresistível?
RG - Nunca foi minha intenção sentar e escrever humor. As pessoas são engraçadas. A vida pode ser engraçada. Eu escrevo sobre pessoas e sobre a vida.

GE - Por que machões e mocinhas em perigo são frequentes em seus enredos?
RG - Por que machões? Por que não! Toda mulher tem um segredo, que não é tão secreto assim:  fantasia ser resgatada por um homem másculo que não tem escolha a não ser ficar loucamente apaixonado por ela. Não importa o quanto ele tente, ele não pode lutar contra isso...

GE - Qual foi sua inspiração para criar Simplesmente Irresistível?
RG - O jogador de hockey Mark Messier. Ele parece um homem primitivo com o capacete enfiado na cabeça. Mas, por alguma razão, o acho sexy.


GE - Eu li em algum lugar que Simplesmente Irresistível é o livro que você mais se orgulha. Por quê?
RG - Simplesmente Irresistível foi o primeiro livro que vendi em 98, e que ainda vende bem 18 anos depois.

GE - Os personagens principais são inspirados em pessoas reais?
RG - Não, mais usei minha mãe como um personagem secundário quando escrevi Daisy's Back In Town.

GE - Quais são suas expectativas em relação aos leitores brasileiros? Por que você acha que seus romances são tão amados por aqui?
RG - Não tenho expectativas em relação aos meus leitores. Só espero que gostem do meu trabalho e  que possam “fugir” comigo por algumas horas. Acho que mulheres em todas as partes do mundo gostam de ler um bom romance.

GE - Está trabalhando em algum livro no momento?
RG - Estou escrevendo um romance ambientado em Nova Orleans, Louisiana. É bem sexy e picante, com direito a homens machões.

Abaixo a foto do livro que foi gentilmente cedido pela Geração Editorial!


Linda capa não? Eu estou na metade, e em breve teremos a resenha dele aqui no blog.

Aproveito para avisar, que os livros Loucamente Sua e Simplesmente Irresistível  já estão à venda no formato e-book.  Links abaixo:

Eu adorei a entrevista, e é sempre muito bom, conhecer um pouco mais dos autores que apreciamos.
E você, gostou da entrevista? Comente...
Bjus






11 comentários:

  1. Eu também adorei a entrevista e já comecei a leitura do livro, por enquanto está bem legal :)
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  2. Adorei a entrevista... Nunca li nada da autora! E acho a capa deste livro dela muito fofoooooooooooo!

    ResponderExcluir
  3. Eu lia Rachel Gibson na época da AR, onde as meninas disponibilizaram os livros dela pra gente poder conhecer o trabalho. Adoro os romances bem-humorados dela. O jeito que ela constrói os personagens. Amo demais...

    ResponderExcluir
  4. oi!
    Que entrevista legal, adorei quando ela disse que entrevistou os gostosões hahahahaha
    Achei a capa linda!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Eu já li alguns livros dessa autora e adorei,estou louca para ler esse último e conhecer a autora nessa entrevista foi bem legal...

    adorei o post!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Esta entrevista é tudo de bom.
    Adorei vim aqui e puder ler e saber
    mais sobre a autora.

    bjs

    http://loveebookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Reescrever 'E O Vento Levou' só para passar o tempo é no minimo inusitado. A trama é bem densa!

    ResponderExcluir
  8. Muito da hora a entrevista, Lia! Muito bom quando as editoras fazem esse trabalho em favor dos fãs ne rs
    Não li esse livro ainda, mas a autora parece ser bastante simpática e, pelas respostas, no mínimo tem jeito com as palavras, então deve ser boa no que faz. Só não me interessei pela leitura porque não faz o meu perfil, mas boa leitura pra quem curte! \o

    abração!
    OBS: to seguindo seu blog e curti sua page, vou acompanhar mais de perto o Doces e Letras ;)

    Pedro Almada
    http://inspirados-oandarilhodotempo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro, obrigado pela visita e pelo seu comentário.
      Estou seguindo o seu blog também, e sempre que possível irei passar por lá. Bjus

      Excluir
  9. Já fiquei curiosa com esse livro sexy e picante hahah
    Ela é fofa, adorei!

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Eu adorei a entrevista e sabe, peguei o livro para ler hj, adorei a narrativa..

    bjs
    mila

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!