[RESENHA] Qualquer Outro Lugar - A. G. Howard - Novo Conceito


Bom diaaa
Mais uma resenha fresquinha chegando pra vocês!


Hoje vou falar sobre um livro que nos remete ao universo de Alice no País das Maravilhas.
Ficou curioso(a)? Então se achegue...


QUALQUER OUTRO LUGAR

Ficha Técnica:
Autores: A. G. HOWARD
Título: Qualquer Outro Lugar
ISBN: 9788581638300
Selo: NOVO CONCEITO
Ano: 2016
Edição: 1
Número de páginas: 416
Formato/Acabamento: 16x23
Peso: 0.54 kg
Preço Sugerido: R$ 39.90
Área Principal: FICÇÃO
Assuntos: FANTASIA
Sinopse:
Alyssa está tentando entrar novamente no País das Maravilhas. Os portais para o reino se fecharam, não sem antes levarem sua mãe. Jeb e Morfeu estão presos em Qualquer Outro Lugar, reino em que intraterrenos expulsos do País das Maravilhas estão vivendo.
Para resgatá-los, ela precisa recorrer à ajuda de seu pai. Juntos, eles iniciam uma missão quase impossível para tentar resgatar entes queridos, restaurar o equilíbrio dos reinos e o lugar dela como Rainha.
Alyssa precisa lutar não só com a Rainha Vermelha, um espírito malicioso que tem a intenção de refazer o País das Maravilhas à própria imagem, mas também reconstruir seu relacionamento com Jeb, o mortal que ela ama, e Morfeu, o ser fantástico que também reivindica seu coração.E, se todos tiverem sucesso e saírem vivos, eles poderão finalmente ter o felizes para sempre.



Eu adoro releituras de clássicos, ou mesmo de histórias como fábulas e etc... Por isso assim que soube que a Novo Conceito estaria publicando esta trilogia, fiquei doida para conferir. Logo que pude comprei o primeiro livro, mas devido a vida corrida e das obrigações de parcerias, acabei demorando pra ler. Demorei tanto, que nem me lembrei de continuar comprando os demais livros rs. Por isso quando soube do lançamento do terceiro livro é que fui me tocar que ainda nem tinha lido o primeiro, e mesmo não tendo o segundo por aqui, resolvi solicitar para resenha e ver no que dava. A leitura do primeiro fluiu super bem, gostei da escrita da autora e da maneira como ela recriou o mundo de Alice(ainda estou devendo a resenha). Como não tenho o segundo, o jeito foi ler muitas resenhas e tentar ter uma ideia de tudo que rolou(me julguem), para estar mais ou menos preparada, pro que viria a seguir. Daí foi me jogar no terceiro(este aqui) e ver como ela fechou a trilogia. Seguem minhas considerações...

Mais uma vez, me vi adentrando este mundo bizarro e fascinante criado por AG Howard. Ela consegue misturar a magia, o romance, e as loucuras do mundo do País das Maravilhas de uma maneira atrativa e que nos enreda totalmente.

Mesmo não tendo lido o segundo livro, algo que pretendo fazer logo, não me senti tão perdida como pensei que ficaria. Howard, conseguiu me elucidar muitos pontos que tinha dúvidas, acalmar meu coração em relação a outros e me deixar agoniada pra chegar ao desfecho e ver de que maneira ela iria conseguir nos contentar com seu final.

Desta vez a história focou mais em Alyssa e gostei muito da oportunidade de ler mais sobre ela, também gostei de saber mais sobre seu pai e tive a sensação que ele sempre esteve lá como pano de fundo dos acontecimentos.  Eu gostei de saber de onde seu pai veio. Alyssa se tornou uma pessoa totalmente nova. Ela se desenvolveu muito desde o primeiro livro, e neste ela finalmente aceita seu papel como uma rainha . Ela está pronta para assumir seu lugar de direito e ela não vai recuar. Ela abraçou suas responsabilidades que vêm com seu lado mais sombrio. Ela é mais escura, um pouco mais louca, e muito mais ousada do que a menina que conhecemos dos livros anteriores. E amei isso!

A única coisa que me incomodou um pouco(uma certa sofrência) foi o desenrolar do relacionamento entre ela, Jeb e Morfeu. Algo que ora me deixava feliz, e ora ficava triste com o que a autora estava traçando, mas em nenhum momento estive preparada para o desfecho que a autora criou para estes três personagens maravilhosos e que sempre estarão comigo. Só mesmo lendo para vocês sentirem toda a tensão e toda emoção que este final nos proporciona!
"Engulo o ar aos poucos, com cada movimento do pincel... temendo respirar muito alto, temendo mover-me. Temendo que, se eu perturbar a atmosfera de alguma forma, quebrarei o encanto que o envolve. Talvez eu possa trazê-lo de volta, ajudá-lo a lembrar-se das coisas boas de sua vida humana. Se puder fazê-lo me abraçar, talvez isso o faça se recordar de tudo o que significamos um para o outro." (Alyssa e Jeb -Página 181)
" - Não. - Ele me assusta ao levantar-me com ele. Com um gesto, arrasta o chapéu amassado e as luvas para o chão, volta a me acomodar na cadeira e se ajoelha aos meus pés, pegando minhas mãos. - Você é a minha única rainha. Nós a expulsaremos no momento que consertarmos o País das Maravilhas. Antes que uma criança seja concebida. Eu juro para você." (Alyssa e Morfeu - Página 305)
Alyssa terá que lutar com a Rainha Vermelha, uma criatura má, violenta e que deseja possuir o País das Maravilhas e moldá-lo a sua própria imagem, para salvar aqueles a quem ama. Pra colocar de volta o equilíbrio e tentar resolver o que seu coração quer. Não será fácil, mas ela contará com a ajuda de seu pai e outros seres para que tenha a sua vitória.

Para salvar o mundo, eles devem capturar o espírito vermelho, conseguir voltar ao País das Maravilhas, e recriar tudo o que foi destruído. Mas no final tudo virá com sacrifícios. Alguns que podem parecer grande demais para sobreviver, e no final, ser apenas o que é necessário e até mesmo melhorar suas vidas de uma maneira toda própria.

Com suas belas e assustadoras criaturas que estão sempre no limite entre a razão e a insanidade, podemos ver as maravilhas deste universo sob ângulos diferentes. Um mundo que está sempre em transformação, com um lado sombrio, violento e louco, e precisamos prestar atenção aos detalhes e nas entrelinhas para não deixarmos de absorver nada que nos vai sendo contado. A.G. Howard tem esse jeito com as palavras que faz a gente ter impressão que a história e seus personagens está viva.


As capas desta trilogia são lindas! E esta tem um tom de vermelho lindo, com vários dos elementos encontrados na história e ainda por cima com Morfeu, o meu eleito. A diagramação é simples mas eficiente, nos proporcionando uma ótima leitura. Os capítulos iniciam com uma diagramação diferenciada, que eu gostei muito. Enfim uma bela publicação por parte da Novo Conceito.

Eu gostaria de falar muito mais sobre tudo que li, toda a magia, todos os acontecimentos que me deixaram elétrica durante a leitura, mas estou com medo de acabar me empolgando e dando spoiler e isto não seria legal. Por isso vou parar por aqui e torcer para que minha resenha meio doida, deixem vocês com muita vontade de adentrar este mundo e vivenciar todas as maravilhas que eu vivenciei!
Bjus



5 comentários:

  1. Oi, Lia!
    Eu amo releituras também e gosto muito da história de Alice.
    Agora que todos os livros já foram lançados, eu vou tomar vergonha na cara e começar a ler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção 5 Anos de Além da Contracapa
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Luiza. Se jogue na leitura. Acho que tu vai gostar.
      Bjus

      Excluir
  2. Sempre achei as capas maravilhosas, e adorei a resenha, eu amo a historia da Alice ><
    beeijos
    http://bellapagina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas são maravilhosas mesmo. Obrigada pela visita e comentário.
      Bjus

      Excluir
  3. tudo muito lindo, a capa , o enredo da história,fico pensando em presentear os meus sobrinhos com esta série.Bjs e boa leitura!

    ResponderExcluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!