[RESENHAS] Nueve Reglas que Romper para Conquistar a un Granuja - Série Love By Numbers - Sarah MacLean - Avon


Bom dia leitores!
Hoje a resenha é de um livro muito especial para mim. Foi através dele que fiquei conhecendo a autora Sarah MacLean, e me tornei sua fã de imediato. Fico torcendo para que alguma editora possa traze-la para o Brasil, para que mais leitoras possam conhecer e se apaixonar por sua escrita, assim como eu.
Por conta disto, tive que ler em espanhol. Mas, mesmo assim sua escrita me conquistou e este livro se tornou se não o melhor, um dos melhores romances de época que já li.


A estréia mais esperada da temporada. Uma das regras sociais mais conhecidas, diz que uma jovem de boa família nunca deve voltar para casa com um marquês de má reputação e pedir um beijo apixonado. Mas para conquistar o malandro, a senhorita Carpurnia Hartwell vai quebrar todas as regras ...
SITE / GOODREADS / SKOOB / FACEBOOKAMAZON

Capas americanas:
Capas Espanholas:

O livro recebeu alguns prêmios na Espanha:
-PREMIO ROSAS 2011 AL MEJOR ROMANCE HISTORICO
-PREMIO ROSAS 2011 A LA AUTORA REVELACIÓN INTERNACIONAL
-PREMIO "EL RINCÓN ROMÁNTICO" AL MEJOR ROMANCE


Sabe aqueles livros que te conquistam logo nas primeiras páginas?
Que te faz sonhar, suspirar, sorrir feito boba, e ficar com os olhos marejados em algumas cenas muito fofas?
Este livro foi assim pra mim...

Calpurnia Hartwell(Callie), tem 17 anos e está começando a se descobrir como mulher. Ela está em um baile, e está se sentindo feia, mal arrumada com o vestido horrível que sua mãe escolheu para ela. Além disso, ela não dançou e se sente humilhada. Ela corre para os jardins e se encontra com o Marquês de Ralston(Gabriel). Ele é um pouco mais velho e um conhecido mulherengo. Mas, Callie desperta sentimentos nele, e ele a trata bem, com carinho e consegue fazer ela se sentir como uma deusa. A cena no jardim é muito doce e mesmo que você saiba que o marquês é arrogante e meio pedante, foi ali neste momento que ele me conquistou!

Dez anos se passam. Callie está "na prateleira", como eles dizem - ou seja, ela é solteira e não deverá mudar suas circunstâncias tão cedo. E ela ainda se lembra daquela noite no Jardim e do Marquês de Ralston, e da maneira como ele a fez se sentir.

A irmã mais nova de Callie fica noiva, e ela começa a pensar sobre o que está faltando em sua vida e que aventuras ela gostaria de viver - graças a sugestões de seu irmão. Embora não seja a intenção dele, ele acabou plantando uma semente na mente de Callie - e uma vez que Callie está determinada a fazer alguma coisa, ninguém a segura. Ela monta uma lista de coisas que gostaria de experimentar. Essa lista passa a ser preenchida com coisas que só os homens têm permissão para fazer. Mas a primeira coisa da lista não é algo que só os homens fazem, mas é algo que você precisa de um homem para fazer com ele. Callie quer ser beijada. E assim, ela se pega mais uma vez, pensando no marquês de Ralston.


Callie é uma espoleta! Você diria que com sua reputação de solteirona, ela seja apenas mais uma simples e patética jovem senhora da sociedade londrina. E no início é mais ou menos assim que ela se sente. Mas, logo a antiga Callie desaparece e é substituída por uma nova mulher, muito corajosa, inteligente, e inadvertidamente, engraçada. Ela é divertida. E me arrancou boas risadas.

Gabriel é ótimo. O típico lorde, lindo e sedutor! E que sabe o poder que tem em relação as mulheres. Ele tem amantes e as trata muito bem. Ele simplesmente não acredita no amor (por causa de seu pai) e não pretende se casar(por causa do casamento de seus pais). A autora se aprofundou em seu caráter, sem fazer ele se tornar pretensioso. Mesmo com este passado conturbado ele ainda é cheio de humor e cordialidade. Ele não se leva muito a sério, mas ele sabe e cuida de suas obrigações. Ele realmente cuida bem de Callie. Eu gostei de como a autora fez ele estar presente e ajudando Callie a realizar suas aventuras, sua lista. Às vezes, as coisas que acontecem são um pouco previsíveis, mas mesmo assim é muito divertido de ler.

A química entre o casal é perfeita e o romance deles é muito fofo! Fora que as cenas calientes são uma delícia de se ler. Os diálogos entre os dois são inteligentes, com muito sarcasmo, e por vezes engraçados.A cena deles na casa de jogos masculina, é muito sensual e tórrida. Os dois são intensos juntos.

Imagem retirada do Goodreads do Livro
Eu amei a família de Gabriel. Seu irmão Nicolas é show(ele é o herói do livro #2) e sua irmã Juliana(a heroína do livro #3) é alegre e cheia de vida!Ambos são personagens divertidos e uma delícia de ler.A mãe de Callie é uma chata, uma típica mãe daquela época, muito preocupada em casar seus filhos, de qualquer jeito.Já seu irmão, é muito legal com ela e tem uma cenas ótimas com ele.

Este livro é uma agradável mistura de doce, sexy e divertido. Um livro romântico, com personagens espirituosos e uma história muito interessante, e se tornou o melhor romance de época que eu já li.
Super recomendo!
Bjus

2 comentários:

  1. Imagino que eu adorarei este livro, também estou com uma série bem interessante em espanhol. A resenha me deixou curiosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ver pode ler sem medo amiga. Este livro é uma delícia. Amo demais.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!