[RESENHA] Salva por um Cavalheiro - Stephanie Laurens - HarperCollins


Bom dia leitores!


Hoje venho compartilhar as minhas impressões sobre o segundo livro da Trilogia As Irmãs Cynster,
Vem comigo...

SALVA POR UM CAVALHEIRO

Ficha Técnica:
ISBN: 139788569514688
CATEGORIA: Ficção Feminina
ANO DE LANÇAMENTO: Fevereiro/2017
NÚMERO DE PÁGINAS: 352
Sinopse:
Londres, 1829.Impetuosamente sequestrada do baile de noivado de sua irmã Heather Cynster com o Visconde Breckenridge, Eliza desperta em um coche estranho a caminho de Edimburgo… Após passar 3 dias e 3 noites sedada, ela fará de tudo para escapar — nem que precise fingir estar desacordada para enganar seus algozes ao longo do percurso.
Enquanto percorre os prados escoceses pensando em pergaminhos a serem decifrados e em uma esposa com quem possa compartilhar a vida, o erudito Jeremy Carling é pego de surpresa ao ver uma mulher gritando desesperada de dentro de um coche. Parecia alguma conhecida… Alguém a quem fora apresentado em um salão londrino… Mais precisamente… Eliza Cynster!
Apesar de não ser nenhum herói, e sim um especialista em hieróglifos de grande prestígio, seu código de cavalheiro jamais permitiria ignorar uma dama aflita! Mas o perigo os espreita sorrateiramente na forma de um lorde misterioso que insiste em se apoderar de uma das irmãs Cynster. Um confronto à beira do penhasco colocaria um ponto final aos ardis do vilão oculto? Ou seria o momento certo para Eliza e Jeremy ousarem assumir um amor que nasceu em meio a tantos percalços?
Em Salva por um cavalheiro, Stephanie Laurens presenteia seus leitores com a apaixonante história de Eliza, a segunda irmã Cynster, e Jeremy. Ao longo das estradas, vales e montanhas que ligam Edimburgo a Londres, a autora desenvolve uma narrativa audaciosa com personagens sedutores em uma trama de mistério capaz de prender a atenção até a última página.

Eu recebi este livro como cortesia para uma resenha honesta. Até o momento não tem previsão para o próximo livro.



Este é o segundo livro da série As Irmãs Cynster: Heather, Eliza e Angelica - cada uma das quais é alvo de sequestro idealizado por um misterioso senhor de terras escocês, cujos motivos não são claros. No primeiro livro, resenha aqui, Heather é resgatada pelo Visconde Breckenridge. E depois de alguns contratempos e aventuras, consegue voltar ao seio da família sã e salva e de quebra ainda consegue agarrar o homem dos sonhos. No início de "Salva por um Cavalheiro", o senhor de terras escocês misterioso, contrata o criminoso Scrope para sequestrar a irmã seguinte, Eliza.

Desta vez, eu já estava familiarizada com a escrita da autora e já sabia o que iria encontrar, acho que por isso, a história fluiu melhor desde o início e li em apenas dois dias, mesmo assim por conta de outros afazeres que tenho. Acabei ficando muito mais cativada pelo casal desta vez e consegui tirar um melhor proveito da leitura.

Devo dizer que fiquei bastante aturdida quando Eliza, deixa uma festa de família para conhecer uma pessoa misteriosa que lhe envia uma nota, mesmo sabendo sobre a ameaça que pesava sobre ela e sua irmã mais nova. Ela caminha direto para as garras do sequestrador, e começa assim o seu conturbado sequestro.

Depois de ser sequestrada, Eliza é mantida drogada durante a maior parte da viagem à Escócia. Até que ao estar próxima da fronteira ela consegue se manter um pouco mais acordada e faz uma tentativa desesperada de conseguir ajuda. Quando um cavalheiro solitário passa perto o suficiente da carruagem que ela está, ela tem a sua melhor chance. Jeremy Carling, o tal cavalheiro, está voltando de sua estadia em Woverstone. como um convidado recente do conde e onde o recente sequestro de Heather Cynster tinha sido discutido. Jeremy Carling reconhece Eliza e na mesma hora percebe o que está acontecendo. Jeremy é um erudito e não tem certeza do que fazer. No entanto, ele sabe que ele é a única esperança de Eliza e planeja um resgate audaz.


Uma vez que Jeremy resgata Eliza, os dois começam a aventura em direção a propriedade de Wolverstone, que fica na Inglaterra, e onde teriam certeza de estarem em segurança. No entanto, nada vai de acordo com o plano e o casal acaba literalmente andando a maior parte do caminho pelos campos e montanhas do interior da Escócia, tentando se safar de Scrope e o misterioso escocês, que fazem uma perseguição acirrada.
 Não se sentia mais inteiramente ele mesmo... quer dizer, sentia-se ele mesmo, mas com algo a mais ou talvez melhorado. Como se o ato direto de intimidade com Eliza tivesse trazido à tona uma parte dele até então desconhecida.  E entrincheirada em sua psique. Nenhum outro momento de intimidade tivera aquele efeito. (Pág. 214)
Se você é fã daqueles heróis que usam mais a razão e a lógica do que os músculos, Salva por um Cavalheiro é para você. Há momentos que é muito agradável ler sobre um herói que é inteligente e apenas um homem comum. Nenhum super músculo ou atitude alfa. Eu gostei. 

Comparando o livro 1 com este segundo volume, eu gostei mais do romance no livro 1, mas eu realmente gostei da perseguição mais realista no livro 2. Fiquei muito satisfeita que este livro não foi exatamente a mesma história que o anterior. Sim, o plano sobre o sequestro é o mesmo, mas o como, o que, e o onde foi diferente. Fiquei satisfeita com isso. 

O romance é lento e doce. O tempo que Eliza e Jeremy passam juntos permitem que as chamas do desejo se transformem em amor. Eu gostei da maneira que eles aproveitam quando estão sozinhos, para se libertarem das amarras da sociedade e explorar seus sentimentos plenamente. As cenas físicas são bem escritas e permitem a consumação do amor de Jeremy e Eliza em um sentido realista, mas muito romântico. E também acompanhamos o amadurecimento de Eliza, a maneira como ela vai ficando mais segura quanto a si mesma e ao seu papel na sociedade. Jeremy também aprende muito sobre si mesmo e sobre o que realmente importa pra  sua vida.

Além do romance que nasce e se fortalece entre Jeremy e Eliza, uma parte bem interessante é o misterioso senhor escocês e sua história. Há algum conflito entre ele e sua mãe, que não posso contar, que está dirigindo suas tentativas de arruinar e em seguida, possivelmente se casar com uma Cynster. Eu já tenho uma ideia de quem ele seja, e certeza absoluta de que ele será o par romântico de Angélica, nossa próxima mocinha. É eu andei pesquisando no site da autora e no Goodreads. A curiosidade era grande! rsrsrsrs
 Olhou para ela, encontrou seus olhos cor de mel... e sentiu o coração disparar e sua atenção se fixar nela. Eliza era a fundação essencial de que ele precisava para o futuro que agora desejava ao lado dela. (Pág. 291)
Eliza e Jeremy não são os típicos protagonistas a que estamos acostumadas. Não são o tipo de personagens que ficam no centro das atenções. Ambos são pessoas tranquilas e praticamente permitem que outros sejam o centro das atenções. Eliza é uma mulher que realmente gosta de bordar e Jeremy é um renomado estudioso especializado em hieróglifos e textos antigos. Sim, não são aquele casal típico que você imagina correndo e se escondendo por todo o trajeto na Escócia, enquanto estão sendo perseguidos. Temos apenas uma visão superficial deste homem misterioso, suas motivações e isso me deixou mega interessada e curiosa para conseguir ler o mais rápido possível o livro 3, que infelizmente ainda não tem data para ser lançado por aqui.


A capa é muito bonita, a diagramação é simples mas eficiente. Só gostaria que a fonte usada fosse um pouquinho maior. Não encontrei erros de revisão. Um belo trabalho por parte da HarperCollins.

Salva por um Cavalheiro, traz uma história primorosa, divertida, leve, e com um romance apaixonante de um casal que encontra em suas diferenças a força para ficarem unidos.
Bjus

6 comentários:

  1. Oi! Amo romance de época e achei diferente o enredo desse. Normalmente são bailes e casos engraçados envolvendo a família.
    Vou procurar para ler. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Também amo. É a minha leitura preferida. Acho que e história tem tudo para te surpreender e agradar.
      Bjus

      Excluir
  2. Oi Lia, sua linda, tudo bem?
    Ah.... tenho que dizer que acho as capas dos dois livros lindas demais. Eu com certeza compraria só por esse motivo, risos.. Você já me deixou mega curiosa logo no início: como assim um senhor que ninguém sabe quem é sequestrou uma das irmãs e agora pegou a outra? É muito estranho. Eu estou desconfiando que ele fez com a intenção de casá-las, acho que foi a família delas quem o contratou, kkkkk Mas depois você vem e diz que ele talvez se case com uma das irmãs, aí pronto, agora mesmo que não vou descansar enquanto não descobrir, risos.. Gostei desse casal ser diferente, achei até um pouco engraçado eles serem mais tranquilos, centrados. Essa é a primeira opinião que leio do livro e você me deixou muito empolgada, não vejo a hora de ler!!! Adorei sua resenha!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila.
      Eu também curti muito o enredo e o fato do casal sair do lugar comum.
      Acho que você vai gostar. Bjus

      Excluir
  3. Oi, Lia!
    Gente, mas pense numa autora que gosta de escrever sequestros hahahahaha
    Gostei de saber que o "herói" é um homem comum e inteligente. Nem sempre tudo se resolve na base do músculo.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza.
      A autora gosta mesmo e é super detalhista com eles... kkkkkk
      Eu gostei muito do fato do mocinho não ser um alfa e nem um bad boy.
      Bjus

      Excluir

Olá ao passar por aqui, deixe um comentário. É sempre uma delícia poder conhecer sua opinião.
Obrigado por visitar e comentar no Doces Letras!